Reprodução/redes sociais

Por unanimidade, Comissão de Ética do Novo expulsa Filipe Sabará

21.10.20 19:00

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Eu fico aliviado pelo desfecho. Felipe Sabará nunca foi NOVO e eu tendo assistido 2 eventos com ele consolidei está impressão há muito tempo atrás. É pena que o outro pré-candidato Diogo da Luz tenha sido prejudicado no processo seletivo. Eu também lastimo pela vice, que me pareceu uma mulher competente, e pelos candidatos a vereadores. Os sinais sobre Felipe estavam no ar o tempo todo e o diretório de SP falhou terrivelmente em se recusar a vê-los.

  2. O candidato a prefeito do NOVO 30 da maior cidade do país mente no seu CV e é expulso do partido. Candidato a vaga no STJ mente no CV e é indicado e aprovado p o STF !!!!. Que diferença de comportamento ético não??

    1. Pois é! O Senado perdeu a ótima oportunidade de seguir o bom exemplo do Partido Novo!

  3. Parabéns ao NOVO pela decisão. Agora aguardo mesmo tipo de procedimento em relação ao candidato a vereador de SP, Marcelo Castro, que defendeu a soltura do traficante e integrante do PCC: André do Rap.

    1. Rogério, pode ficar tranquilo que o Marcelo Castro já foi suspenso e está só aguardando o devido processo.

  4. Parabéns ao NOVO pela coragem de tomar esta decisão em meio a corrida eleitoral, mas fica a lição de melhorar o processo seletivo e não ter que se expor dessa maneira e correr o risco de ficar de fora do pleito.

  5. Ficou bem claro, embora entrelinhas, por que ele foi expulso. Seguindo esse mesmo entendimento aprovaram o Kássio pro STF. Casos diferentes mas deveria ter uma diretriz só. Só pra presidente é que se apóia cachaceiro analfabeto !

  6. Parabéns ao NOVO e ao J. Amoedo q continua atento p/ q o partido q ajudou a fundar continue respeitando os princípios e valores a q se propôs.Minha crítica como filiada é q o controle e método de escolha dos pré-candidatos falharam ou são insuficientes.Principalmente em se tratando da candidatura à prefeitura da maior e + importante cidade da América Latina.Estranho!Uma coisa ñ ficou clara:se Sabará ñ pertence + ao NOVO,como é q ele continua candidato.Candidato sem partido?Torço p/ Arthur do Val

  7. Ao contrário do que Sabará argumentou, não se trata de Amoêdo ser dono do partido e muito menos de ele mandar no Novo! Quem é filiado sabe que, quem manda no partido são os seus princípios e valores expressos em nosso Estatuto e Regimento, que devem ser seguidos e respeitados por todos para que o Novo nunca seja desvirtuado, nem se transforme naquilo que pretendemos combater! Os "donos" do Novo são todos os seus filiados, que fiscalizam o cumprimento dessas normas e cobram dos seus membros!

    1. Exatamente, Leda. Eu também me revoltei com a desfaçatez e falta de caráter do Sabará, mas estava confiante de que o Conselho de Ética agiria corretamente, como aconteceu de fato! No final das contas, esse episódio serviu pra que nós, filiados, pudéssemos nos orgulhar mais ainda de pertencer ao único partido que realmente leva a sério a honestidade e o combate à corrupção!

    2. Leda, vc foi muito apressada :) Primeiro escrevi ao NOVO q me desligaria se o Sabará continuasse pré-candidato e aguardei, afinal, todo processo demora. Volte p/ o NOVO, o partido precisa do nosso apoio p/ ñ termos outros Lulas e Bolsonaros no comando do país. Poste aqui sua volta. Te esperamos.

    3. Verdade. Me desfiliei por não aceitar opção do Sabará. Talvez agora volte a me filiar.

  8. Este é o partido do qual eu me orgulho de pertencer: o Novo! Se queremos uma política limpa, de alto nível moral e intelectual, não podemos nunca admitir candidatos, nem parlamentares antiéticos, desonestos ou malandros em nossos quadros, pois a população brasileira não merece ter de escolher o candidato menos pior, dentre corruptos, falsários, incompetentes ou vagabundos! O partido Novo faz processo seletivo justamente pra oferecer pessoas de caráter ilibado e competência comprovada ao Brasil!

    1. O Novo está dando o bom exemplo ao Senado: o Brasil quer e precisa de pessoas honestas, idôneas, corretas e competentes para exercer cargos públicos! Só assim, nosso país vai se desenvolver e se tornar um grande país! Que o Senado aproveite e siga esse belo exemplo!

  9. Uiéh, onde estão comentários dos assinantes que usam este espaço para tal. Parece-me que, cansaram de malhar em ferro frio. Não pode desistir minha gente, pois se amolecer os do contra , avançam. Acredito que criticas, desde que bem fundamentadas, sem viés ideológicos e chingamentos terão espaços aqui na Cruzué. Confirma Mário Sabino, Diogo Mainardi e seus repórteres???

  10. Não pode criticar quem exige partidos políticos idôneos e que praticam de fato o que prometem. Na República do “jeitinho” muitos se surpreendem, mas quem conhece o estatuto, os valores e os princípios e reconhecem que o NOVO se propõe a ser uma instituição, entenderá o caso como um acidente de percurso apesar de toda sabatina dos pré candidatos. O resto são velhas ideias politicas tentando evitar q vingue uma proposta que reduz o poder dos viciados e perpétuos partidos

    1. Esse caso contribuirá para um maior controle e metodo de escolha de seus postulantes a cargos públicos. Parabéns ao NOVO q mostra ir na contramão dos outros partidos politicos q só faltam dar medalhinha e troféu para os picaretas, oportunistas e corruptos que integram suas hostes.

    1. Demorou por respeito ao tempo do devido processo no Conselho de Ética. Só por isso! Ele pretende recorrer e continuar na campanha, o que demonstra mais uma vez sua falta de vergonha, pois se tivesse, pediria desculpas à Nação e ao Novo, retirando-se do cenário... Pois bem, que continue, mas não merece os votos da população! Mas SP tem o Arthur do Val, o Mamãe falei, que merece respeito por ser honesto, batalhador e empreendedor! Eu votaria no 51 pra Prefeito de SP!

    2. Alberto (Belém-Pa). Concordo, Jorge. Demorou. Porém o ex-presidente do partido, João Amoêdo, já havia alertado para o problema.

Mais notícias
Assine
TOPO