AstraZeneca

Plano de imunização contra Covid-19 prevê 109,5 milhões de pessoas vacinadas em quatro fases

01.12.20 19:15

O Ministério da Saúde apresentou nesta terça-feira, 1º, o plano preliminar de imunização dos brasileiros contra o novo coronavírus. De acordo com a pasta, a vacinação ocorrerá em quatro fases e o contingente de pessoas protegidas, com a aplicação de duas doses, deve ser de 109,5 milhões.

O Plano Nacional de Imunização, PNI, prevê que, na primeira etapa, sejam vacinados trabalhadores da saúde, pessoas com idade acima de 75 anos, idosos com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, como asilos e instituições psiquiátricas, e a população indígena.

Depois, será a vez de pessoas de 60 a 74 anos. Na terceira fase, a imunização vai alcançar pessoas com comorbidades. A quarta e última etapa deve abranger professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população carcerária.

O projeto foi desenvolvido com base em imunizantes já garantidos pelo ministério por meio do acerto com a Fiocruz e a AstraZeneca e da aliança Covax Facility. A pasta ressalta, entretanto, que o planejamento pode sofrer alterações, a depender de novos acordos de aquisição de vacinas, após regulamentação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa.

O Brasil já garantiu 142,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 por meio dos dois acordos firmados. No mês passado, o ministério sediou encontros com representantes dos laboratórios Pfizer BioNTech, Moderna, Bharat Biotech (Covaxin) e Instituto Gamaleya (sputinik V), que também possuem imunizantes em estágio avançado de pesquisa clínica, para aproximação técnica e logística.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. o genocida do planalto não está nem ai com o povo , anvisa e minist. da saúde é um puxadinho do planalto , paus mandados , ninguém acredita mais em ninguém , um general que não é medico e um puxa saco do genocida na presidência

  2. Chegamos no Século XXI com um SUS não informatizado, uma população que não consegue ser atendida e, por isso, se automedica. Temos um ensino péssimo, que opta por criar rótulos e envia para medicalizacão, os alunos que não aprendem. Tivemos carnaval 3 meses após a notificação do vírus no mundo. Cadeirinhas e cintos salvam vidas em carro particular. Nos coletivos, somos transportados que nem bichos. Institucionalizamos bebês e crianças, sem nenhum constrangimento.Refletir sobre vacina? Para quê?

  3. É muita gente louca, desinformada e pateta. O Presidente vai deixar o povo sem vacina por causa de birra com o Babaquinha de São Paulo? Me poupe. Tá ficando difícil ler comentários! Para o baile!

    1. o mundo inteiro correndo atrás das vacinas e nosso pr retardo negacionista enrolando o povo ,vamos acabar sendo os últimos a ser vacinados a nao ser que doria pede ao stf

  4. não tenho a menor dúvida...tomarei a vacina do Butantã, caso saia primeiro. O Butantã é um instituto da maior credibilidade e quem despreza a capacidade dos chineses é ignorante...

    1. Apoio totalmente esse comentário! Só a ignorância pode desprezar a segunda potência do mundo!

  5. O bom é que a bandidagem vai ser vacinada e os trabalhadores, que estão expostos ao virus, não. Onde está, neste calendário, a vacinação do redtante da população? Os jovens que deverão voltar às aulas, por exemplo?

  6. O que podemos esperar de um governo negacionista ? Só trabalhadas !! A vacina Oxford que eles contrataram está sob suspeita após anúncio de erro na dosagem com alguns voluntários ! Só nos resta torcer para a Coronavac e ir para SP nos vacinar !!!!

  7. O merda do Bostonaro novamente deixou de fora a Coronavac. Então, o governo de São Paulo deve encaminhar imediatamente ao STF um pedido de liminar contra o ministério da saúde.

    1. JB é quem boicotou a vacina Corona vac, ou não entendo mais nada, a mim essa Corona vac foi das primeiras a ir para Anvisa, nem falam de comprar, nem de nada . O que aconteceu com a Coronavac! politicamente , a nível Federal sumiu. Temos que ser informados , e aí ministério da Saúde militar, que se passa?

    2. O povo somente tem duas opções:- 1ª ):- tomar a tal vacina que ninguém tem ,ainda, certeza do resultado daqui alguns anos e 2º):- nao tomar a vacina assumindo o risco de ficar exposto esta viroze que tanta gente faleceu desta maldita coisa deste século e muitos políticos se aproveitaram para ganhar dinheiro as custas das inocentes almas que Deus o tenha no ceu

    3. Todas as populações do mundo CIVILIZADO esperam ansiosamente pelo começo da vacinação contra o covid-19.

Mais notícias
Assine
TOPO