Adriano Machado/Crusoé

Fidelidade de Kassio Marques à família Bolsonaro será testada pela primeira vez

25.11.20 20:46

Um mês após tomar posse, Kassio Marques (foto) será submetido ao primeiro teste de fidelidade à família Bolsonaro. Integrante da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, o novo ministro deve participar do julgamento do habeas corpus de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro. A sessão virtual está agendada para o período entre 4 e 11 de dezembro.

Na deliberação, os ministros votarão para manter ou derrubar a decisão de Gilmar Mendes que garantiu prisão domiciliar a Queiroz e a sua mulher, Márcia Aguiar. Os dois são alvos de denúncia do Ministério Público pela operação de um esquema de “rachid” no antigo gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio, a Alerj.

De perfil garantista, Kassio Marques demonstrou, nas primeiras sessões das quais participou, alinhamento às posições de Gilmar e Ricardo Lewandowski. Na estreia, por exemplo, seguiu o voto de Gilmar, impondo uma derrota à Lava Jato — na ocasião, a Turma decidiu retirar a investigação que mira o promotor Flávio Bonazza das mãos do juiz Marcelo Bretas, responsável pela operação no Rio de Janeiro.

A postura destoa dos demais integrantes do colegiado: Edson Fachin e Cármen Lúcia, conhecidos pela rigidez em decisões. 

A participação de Marques no julgamento poderia significar, no mínimo, um conflito de interesses, já que sua indicação ao STF foi endossada justamente pelo filho 01 de Jair Bolsonaro e ex-chefe de Queiroz, embora, publicamente, ele negue a informação.

O ministro, entretanto, parece não se importar. Ao herdar 1,6 mil processos relatados por seu antecessor, o ministro Celso de Mello, o magistrado viu cair em suas mãos ações que miram Flávio e Eduardo, filhos do presidente da República. Um dos processos redistribuídos questiona o foro privilegiado do senador nas investigações sobre o esquema de “rachid”. Kassio ainda não se declarou suspeito para julgar os casos. 

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Não tenho a menor dúvida de que ele será fiel a Bolsonaro como Aras é fiel. Bolsonaro escolheu bem. Tudo que for do interesse de Bolsonaro, ele faz bem. Cometer crimes é com ele mesmo. Só não sabe trabalhar pro país e mesmo que quisesse, é incompetente. Pra malandragens, crimes e mal caratismo, é com ele mesmo! Tá cada vez mais craque.

  2. Não tenho a menor dúvida de que ele será fiel a Bolsonaro como Aras é fiel. Bolsonaro escolheu bem. Tudo que for do interesse de Bolsonaro, ele faz bem. Cometer crimes é com ele mesmo. Só não sabe trabalhar pro país e mesmo que quisesse, é incompetente. Pra malandragens, crimes e mal caratismo, é com ele mesmo! Tá cada vez mais craque.

  3. É nem vai se declarar suspeito, pois ele foi colocado lá justamente pra defender os interesses da família. Assim como o PGR, o AGU e o Ministro da Justiça, que agem como se fossem advogados dos Bolsonaros.

  4. Eu não tinha preferência, mas depois que percebi essa perseguição implacável da Crusoe ao atual Presidente do Brasil, comecei a mudar. Parece que os “Marinho” também mandam por aqui. Cuidado com a renovação automática da assinatura ...

    1. Contra fatos, espera-se argumentos. É tudo o que o governo não faz: dar explicações.

  5. Seguirá o caminho da fidelidade do Toffoli ao Lula? Há muitas semelhanças de atitudes políticas de Bolsonaro com o Lula. Ambos são populistas de carteirinhas. Aliás o país é vítima desses pecados.Até agora, não se encontrou um exorcista para destruir esse mal.Não é a toa que amargamos, há décadas, um desenvolvimento econômico e social, que saia do buraco. Reforma Política!

    1. A ideologia torna as pessoas irracionais e tendenciosas...

    2. Também acho. Embora tal ministro tenha sido indicado com óbvios motivos, nunca vi a Crusoé se posicionar em torno dos ministros indicados por Lula ou Dilma que julgam e julgaram processos contra seus indicadores. Agente assina uma revista acreditando ser ela imparcial mas acaba caindo numa que é o mais do mesmo. Não adiantou eu deixar a Folha de São Paulo e Veja. Mudei para ficar no mesmo lugar.

  6. A nomeação de Kassio Marques (aprovada pelos senadores) ao STF, hoje representa apenas mais um fardo somado a imprestável carga que o contribuinte terá de suportar. Em algum momento esta palhaçada vai acabar!

  7. Aposto que a fidelidade será total e irrestrita, afinal ele tem que pagar a fatura ao Bolsonaro é ao centão ! Que tristeza esse País....

  8. É uma perda de tempo questionar o comportamento ético dos ministros do STF. Eles estão acima de Deus. Tá tudo dominado. Os corruptos passarão. O Brasil dói.

    1. ASSIM COMO O GUEDES,PGR, PAZUELO OUTROS PAUS MANDADOS. FALANDO EM PAU MANDADO A MINISTRA DA AGRICULTURA É UMA ESCTOTA QUE ATE AGORA NAO FALOU NADS SOBRE AS POSTAGENS DO BANANINHA.

  9. É óbvio que Kassio Bolsonaro deveria se declarar impedido mas, como é muito cara-de-pau, como demonstrou falsificando o currículo, vai votar em favor do miliciano. Vergonha !

  10. Nenhuma dúvida. Kassio foi escolhido para blindar a família. É o mesmo esquema de sempre. O Gilmar Mendes protege os do PSDB, o Toffoli e o Lewandowski tiram os petistas da cadeia, Marco Aurélio protege o Collor e agora Kassio vai blindar a família Bolsonaro e suas ramificações milicianas!

    1. Triste realidade. Cada um defendendo seu grupo. E o Brasil se ferrando

    2. O circo está completo e nós, os cidadãos, seremos feitos de palhaços mais uma vez...

  11. E nem vai se declarar. A bancada pró-crime está ali pra isso: Toffoli e Gilmar não iam querer alguém que não mate as broncas no peito ao mesmo tempo que manda a sociedade catar coquinho!

Mais notícias
Assine
TOPO