Reprodução

Netanyahu: ‘Este país precisa de vacina, não de eleição’

02.12.20 17:39

Nesta quarta, 2, os deputados israelenses aprovaram, por 61 votos a 54, em uma votação preliminar, a dissolução do Parlamento. Para que o processo seja confirmado, outras três votações legislativas são necessárias. Se isso acontecer, o país terá sua quarta eleição em menos de dois anos.

À noite, o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu (foto), discursou na televisão atacando a tentativa de dissolver o Parlamento. “Este país precisa de vacina, não de eleição”, disse o primeiro-ministro.

A proposta para dissolver o Parlamento partiu do opositor Yair Lapid e ganhou força com a adesão do ministro da Defesa, Benny Gantz. Em abril, Gantz e o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, costuraram um acordo político. Como nenhum deles era capaz de formar uma coalizão com a maioria dos votos no Parlamento, eles concordaram em dividir a cadeira de primeiro-ministro. Netanyahu ficaria no posto por 18 meses e, Gantz, os 18 meses seguintes.

Com a pandemia de coronavírus, a popularidade de Netanyahu começou a cair. A insatisfação de Gantz com o primeiro-ministro também cresceu. O ministro da Defesa diz que Netanyahu quebrou suas promessas e que tem tomado decisões com o único propósito de se manter a salvo da Justiça, uma vez que ele já foi indiciado por fraude e corrupção.

Uma das suspeitas é a de que o próprio Netanyahu também esteja buscando derrubar a coalizão que formou com Gantz. O governo tem atrapalhado a votação do orçamento. Caso a aprovação das contas não ocorra até o dia 23 de dezembro, o Parlamento será dissolvido de qualquer jeito e eleições serão convocadas para março.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Um país que institucionaliza bebês, sem o menor constrangimento... Transporta idosos, crianças e grávidas em coletivos, que nem bichos, mas grita que cinto e cadeirinhas salvam vidas... Promove carnaval e eleição, mesmo com notificação de vírus desconhecido...Dia que tem um SUS, mas não informatizado... Precisa de vacina ou cérebro?

    1. Lá como Ka ... td igual, o poder eh bom demais e livra-os da condenação por roubos, canalhices e corrupção. E viva 2021z

    1. Éh!, Israel um povo altamente civilizado mas, politicamente está um tanto enrolado. Ou não?

    2. Precisamos mais ainda de um novo POVO pelo menos mais culto e educado para parar de produzir as párias políticas que produz.

Mais notícias
Assine
TOPO