Divulgação/Anvisa

Na contramão de Bolsonaro, Anvisa facilita acesso a medicamentos à base de cannabis

25.10.21 07:04

Apesar de o governo Jair Bolsonaro se mostrar contra qualquer medida que facilite a comercialização ou uso medicinal de medicamentos contendo princípios ativos da maconha, a demanda por remédios à base da erva tem crescido no Brasil. O acesso vem sendo facilitado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa.

No início deste mês, o corpo técnico da agência publicou uma resolução para acelerar e facilitar o alcance aos remédios. A medida simplifica o cadastro dos pacientes que precisam dos medicamentos.

Nos últimos seis anos, os pedidos para importar medicamentos à base de cannabis cresceram mais de 2.400% no país, saltando de 896, em 2015, para 19 mil no ano passado. E a marca de 2020 já foi superada em 2021. De janeiro a setembro, a Anvisa recebeu 22 mil solicitações. A importação de produtos derivados de cannabis deve ser somente para uso próprio e com prescrição de um profissional legalmente habilitado.

As medidas da agência vão na contramão do que deseja e prega Bolsonaro. Ao se referir ao assunto, o presidente tenta manter uma conexão com sua ala ideológica mais conservadora, que sempre associou a maconha a uma prática de pessoas com inclinação de esquerda. Em maio deste ano, o presidente criticou um projeto de lei que autoriza a comercialização em farmácia de medicamentos derivados da maconha para uso medicinal. Bolsonaro se referiu à proposta como “porcaria”.

“Hoje uma comissão da Câmara vota a liberação da maconha. Tem o veto depois, é difícil…Eles agora podem até aprovar, sem ser o voto nominal, mas tem o veto”, disse o presidente a apoiadores no Palácio da Alvorada.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. É deprimente perceber que esse pessoal vem em uma revista paga pra detonar as reportagens. Na minha opinião quem paga a assinatura deles somos nós mesmos. Isso tem cara de tropa de choque. Vê se tenham vergonha na cara. Usar o meu dinheiro para tolher a minha liberdade de expressão é censura, além de canalhice. Voltem para o esgoto de onde nunca deveriam ter saído. Vão lamber as botas (ou bostas) do seu dono.

  2. Blá,blá,blá,blá! Deixem o governo e paz! Parem de encher o saco de Bolsonaro! Por isso bolso.22 para o Brasil se livrar dessa mídia canalha!

    1. Pessoa que se esconde atrás de pseudônimo nem deveria poder postar comentário. #ForaBolsonaro #lulanacadeia #TerceiraVia2022

    2. O boca de lixo de novo zurrando por aqui? Devem ter deixado a internet do presídio ligada!

  3. Vou pegar duas questões dispersas inicialmente, uma a Anvisa facilitar o acesso a medicamentos à base  de cannabis, que EU SOU À FAVOR. A outra questão, é o pastor que é ministro da Educação, dizer q alunos q são portadoes de necessidades especiais, atrapalham às aulas, q EU SOU CONTRA. Em ambas questões, eu me posiciono com conhecimento de causa, pois sou pai de uma jovem com Síndrome de Rett. Esse é o conservadorismo, descrente das potencialidades humanas e xiita quanto aos avanços. Mor🇧🇷

    1. Depois, como planejado, ela iria estudar em outra instituição católica, essa elitizada. Eu e minha esposa desistimos, pois analisamos que não seria um bom lugar para a nossa filha. Então, ela estudou sempre em escolas públicas até os 15 anos, sempre sendo popular, respeitada e protegida pelos demais alunos. Com isso, diria para o GRANDE PASTOR DE MERDA, ministro da Educação, VAI PARA A PQP. Vc não entende bosta nenhuma de ser humano. Vc e o bosta desse presidente, são isso, meras bostas.

    2. Em tempo, minha filha q na creche ficou numa instituição católica, cujas crianças eram em sua maioria, moradoras de favela, era a mais popular de lá. Nas festas juninas ela era a noivinha. As crianças pobres daquela instituição tinham um grande amor pela minha filha, elas cuidavam dela, protegiam ela. Não tenho dúvidas q a presença da minha filha, fez dessas crianças e dos pais dessas crianças, pessoas melhores em sua maioria.

  4. Certa a ANVISA com a Resolução. Esta Agência que parecia dar marcha a ré com a sua história no início do seu novo Presidente, que parecia 100% atrelado ao passado da Idade Média sob o comando de Jair Torquemada Bolsonaro, reagiu e evoluiu em favor da Ciência. A competente diretoria companha muitos países top que tem legislação favorável ao uso farmacológico da maconha.

  5. o remédio feito e usado em todo mundo à base se sativa é bom e aí vale a ciência? o uso de outros é genocídio? este é mesmo o país do cinismo e da hipocrisia . no mais a lombra da danada apesar de feder como o diabo é menos letal e muitos são pela legalização do uso inibindo a velha e explosiva coca . sugiro venderem sob receita médica controlada 2x ao dia rs .. prá quem gosta de cheirar merda eis um bom prato.

    1. É tão ciência que quase 40 países top do mundo tiveram a utilização da maconha autorizada por suas agências que usam a Ciência como base desta decisão. O resto é elucubração bolsonarista-torquemadense. Saúde!

    2. FRANCISCO, estamos debatendo a incongruência do seu comentário. SEU CHORO NÃO SERVE PARA MERDA NENHUMA. Venha com argumentos. Vc está sendo humilhado intelectualmente. REAGE!!!!!!! Coloca a massa cinzenta para funcionar! Chorar é somente hilário.

    3. Paulo .. eu te irritar? você tem tanta merda no lugar do cérebro que imagina enganar a todos com sua incoerência e cinismo . usa até Moro o nosso Quixote herói rejeitado e usado por canalhas em favor da quadrilha.

    4. PAULO ... quem sex comporta como um fanático BOSTA é você um idiota esquizofrênico idólatra do ladraum assassino travestido de Morista . a dativa que vc usa é pura bosta de jumento e comeu seu cérebro.

    5. ...bem como possíveis efeitos colaterais. Agora a pergunta que eu te faço é a seguinte: no que um medicamento como esse, prejudica às pessoas no geral e um GRANDE BOSTA chamado Eduardo Girão, que é um evangélico de merda? Eu respondo. Em nada. Agora eu te pergunto: qual o potencial de dano de se usar como política governamental, medicamentos ineficazes no enfrentamento de uma pandemia, QUE O GRANDE BOSTA E EVANGÉLICO GIRÃO DEFENDE? Eu respondo. MAIS DE 600 MIL MORTES.

    6. Mas como parto sempre do pressuposto q bolsonarista é muito estúpido (veja a imbecilidade do Bolsonaro em passar adiante uma fake news q envolve vacinas e aids) vou ser mais didático. Uma pandemia é uma pandemia, entendeu? Ela é mundial e tem o potencial de atingir todos os habitantes do planeta. Problemas tratados com os medicamentos à base de canabidiol, afetam uma parcela muito pequena da população. Clinicamente se consegue perceber se o medicamento está melhorando o quadro de convulsões...

    7. Amaury, descobri o único esporte que vc pratica, me irritar. Cloroquina e muitos outros medicamentos, foram usados para tratar a covid, que é uma doença que MATA, porém depois de estudos, foi comprovado que não tinham eficácia. Estamos falando de uma pandemia. Medicamentos à base de canabidiol são utilizados sobretudo, para tratamento de convulsões ou epilepsia, depois de outros medicamentos não surtirem efeito. Acho que vc não é tão estúpido para compreender que são coisas bem distintas.

  6. Além do preconceituoso "erva", que sugere "erva daninha", o Sr. Camporez perde a excelente oportunidade de mencionar que o argumento de Osmar Terra que sustenta a posição do governo contra a cannabis medicinal é que "não há comprovação científica definitiva dos benefícios".

  7. sou totalmente a favor de autorizar uso medicinal e recreativo, tira o dinheiro do poder paralelo e aplica em prevenção e combate a outros delitos.

  8. Agora o Bozogenocida terá um pouco de cabanos para apimentar a sua relação com o Felipinho. Os Bozistas degenerados pirarão.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO