Adriano Machado/Crusoé

Kassio suspende análise de pedido da CPI para trancar apuração de vazamentos

02.12.21 16:21

O ministro Kassio Marques (foto), do Supremo Tribunal Federal, pediu vista nesta quinta-feira, 2, e adiou a conclusão do julgamento do habeas corpus em que os senadores que integraram a cúpula da CPI da Covid pedem a derrubada das investigações abertas pela Polícia Federal nos últimos meses sobre vazamentos de documentos sigilosos obtidos pela comissão. O placar na Segunda Turma da corte estava em um a um.

Os parlamentares acionaram o STF quando a imprensa noticiou a existência das apuração sobre os vazamentos. Embora, em princípio, tenha confirmado a condução da investigação, depois a PF afirmou que instaurou apenas um procedimento administrativo” sobre o caso por causa da divulgação do conteúdo de um depoimento prestado pelo deputado federal Luis Miranda a delegados. Foi Miranda quem denunciou o escândalo da Covaxin, a vacina indiana que o governo queria comprar.

O julgamento foi iniciado em 22 de outubro, quando o relator do habeas corpus, Edson Fachin, votou pela rejeição do pedido dos senadores que participaram da CPI por entender que a PF não cometeu ilegalidades ou abuso de poder na abertura da investigação. À época, Gilmar Mendes pediu vista.

O Supremo retomou o debate pouco mais de um mês depois. No último dia 26, Gilmar atendeu a CPI sob o argumento de houve “indevido início de investigações“, porque a apuração contra os senadores, que têm foro privilegiado, não foi pedida pela Procuradoria-Geral da República, tampouco autorizada pela Suprema Corte.

Restavam somente os votos de Kassio e Ricardo Lewandowski.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse jumencassio votou a favor da devolução pro Lularápio e perdeu a oportundade de ficar covizolado. Vão devolver os 51 milhões do jedel... do palocciano etc?

    1. Claro que será devolvido. Será absolvido, Será indenizado. Os policiais que descobriram serão afastados para regiões longínquas. Quem distribuiu as fotos será processado e condenado. Kassio tontura continuará soberbo em seus votos . Bolsonaro , eu sou teu eleitor , mas o Kassio é dose cavalar.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO