Reprodução/internet

Juiz homologa delação de hacker acusado de invadir contas de Moro e Deltan

03.12.19 15:43

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, homologou na noite de segunda-feira, 2, a delação premiada de Luiz Henrique Molição (foto), preso na segunda fase da Operação Spoofing, que investiga o ataque hacker a contas de autoridades no Telegram.

Molição teria guardado parte das mensagens capturadas e feito contatos com Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, que divulgou o material obtido de maneira ilegal. O novo delator é acusado de integrar o grupo de hackers comandado Walter Delgatti Neto, o Vermelho, que invadiu as contas no Telegram de integrantes da Lava Jato, como Deltan Dallagnol e o ministro da Justiça, Sergio Moro. Com a delação homologada pelo juiz, Molição deve deixar a prisão.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. É Glenn. Para terem soltado o "Munição ", certamente ele falou/confirmou tudo, o que a polícia ja sabia e nao podia seguir adiante, porque seus advogados, conseguiram impedir...mas agora vai...

  2. Espero que a senhora Manoela D’àvila, que se associou a criminosos para divulgar o produto de um crime e ainda se sente orgulhosa disso, seja severamente punida.

    1. No momento não poderá dar entrevistas, como boa esquerdista deve estar em St Moritz esquiando!

  3. A conferir. O que efetivamente delatou? E qual foi o prêmio dado além de sair da prisão? A notícia informa muito pouco e não permite concluir absolutamente nada.

    1. Vamos montar uma banca de apostas... Acertou o assassino, levou. Só esquerda não participa, senão a grana some!

    1. Só falta a prova, todo mundo sabe que esta por atrás de tudo.

    2. quando será aberta esta delação, precisamos saber quem esta contaminado

  4. Ooh! Verdevaldo e esposo comecem a arrumar as malas aonde pretendem estar na Venezuela? Cuba? México? Foi o que restou. O bicho vai pegar bonitão do nariz torto, e fala de Pato Donald...

    1. Puxa Rogério, de seu QI não foi suficiente para entender “querer” o que está acontecendo, continue sendo “gado”... o Delgado possa ter errado em algumas partes, no entanto deixou claro sobre a “inteligência”.

    2. livrinho beeem sem vergonha esse. Fica entre ruim e péssimo.

    3. Não existe “hacker”, leia os livros do delegado Romeu Tuma Júnior e entenda, por sinal os livros são bem antes, do “laranjal” de “Araraquara”...

  5. Até parece que existe “hacker de Araraquara” - terra da laranja... quem leu os livros do delegado Romeu Tuma Júnior, sabe o que está acontecendo...

    1. Tb não sei, mas concordo que aquela cidade é uó😲

  6. Xiiiiii...depois das delações do japa é bem provável que o verdewaldo tenha que casar de novo...dessa vez , em Bangu VIII...

  7. Isso tambem vai esclarecer muita coisa, que esta sendo omitido. Deve ser esclarecido e muito bem. Esse intercept, tem que cair, e caira com certeza.

    1. Espero Édson, no meu entendimento, tudo foi orquestrado.

Mais notícias
Assine
TOPO