MCTIC

Governo paga meio milhão para avaliar o que restou da estatal de foguetes de Lula

01.08.20 09:32

Mesmo depois de extinta pelo Congresso, a Alcântara Cyclone Space — estatal de foguetes criada pelo governo Lula em 2003 em parceria com a Ucrânia — continua dando dores de cabeça ao ministro Marcos Pontes em seus planos de exploração comercial da base de lançamentos espaciais no Maranhão. O terreno baldio que abriga as obras inacabadas da sede da empresa será entregue à Aeronáutica só depois que a área for recuperada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia. 

Para isso, a pasta contratou por 535 mil reais uma empresa que vai “avaliar o estado geral das áreas e das instalações existentes no sítio da extinta Alcântara Cyclone Space (ACS), bem como propor as medidas e especificações técnicas necessárias para garantir a integridade das edificações e dos elementos de obra a analisar, considerando-se os aspectos ambientais e de segurança aos transeuntes”. A contratação foi formalizada em junho.  

MCTIC

Por recomendação do Ibama, para que a área passe por licenciamento ambiental, o Ministério da Ciência e Tecnologia também vai contratar uma empresa para limpar o terreno, entulhado com restos de obra e lixo. Após a conclusão dos estudos, a pasta enfim fará as adequações necessárias para que o terreno e o que mais restou da estatal de foguetes sejam devolvidos ao Comando da Aeronáutica. A área onde se encontram as obras abandonadas fica em local de difícil acesso. Para chegar lá, os profissionais precisarão de barcos e balsas.

IBAMA

A binacional Cyclone Space foi criada por um tratado assinado com os ucranianos no primeiro ano do governo Lula. Doze anos depois, a então presidente Dilma Rousseff decidiu romper o acordo, mas o país não conseguiu negociar a liquidação da empresa, o que levou Michel Temer a editar uma medida provisória para extingui-la de vez. A MP foi transformada em lei apenas no ano passado.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Uma dica para Crusoé. Nessa mesma linha, pesquisem o situação atual do Comperj Trem 1, Premium 1 e Premium 2. Pelas minhas contas são cerca de 20 bilhões (isto mesmo), BILHÕES, vendo o mato crescer e, ninguém toca no assunto...

  2. Mais uma das roubalheiras de Lula e o PT. Como foi possível? Estarrecedor! Precisamos mudar nossa Constituição. o Brasil é um imenso bordel, é a casa da mãe Joana.

  3. Uma vergonha entra governo sai governo tudo continua como antes. Acho este país devemos entregar para alguém que tem responsabilidade com seu povo.

  4. O estrago que o PT fez nesse país vai levar uns 50 anos para ser minimizado. Em Foz do Iguaçu deixaram um esqueleto de universidade que custou milhões aos cofres públicos. Por isso a IMPUNIDADE é o maior mal desse País. Deveria estar presos, incomunicáveis.

  5. O Brasil deve ter dinheiro sobrando...tanta coisa para priorizar e dinheiro público sendo gasto em base espacial. É muita gestão incompetente.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO