Divulgação/Governo Federal

Gilmar Mendes determina desbloqueio de bens de Alexandre Baldy

06.12.21 12:46

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, determinou o desbloqueio de bens de Alexandre Baldy (foto), ex-ministro e ex-secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo. A medida cautelar havia sido decretada pela 7ª Vara Criminal do Rio, comandada por Marcelo Bretas.

Baldy responde a uma denúncia feita pela Lava Jato no Rio devido ao suposto recebimento de 2,6 milhões de reais em propinas relacionadas a contratos do governo de Goiás e da Fiocruz, fundação vinculada ao governo federal, entre 2014 e 2018. Neste período ele foi deputado federal pelo Progressistas e ministro das Cidades do governo de Michel Temer.

A decisão, publicada na última semana, atende um pedido da defesa. Os advogados apontaram omissão sobre a restrição do patrimônio no acórdão em que a Segunda Turma referendou uma liminar de Gilmar Mendes, reconhecendo a incompetência da Justiça Federal fluminense para julgar a ação penal contra Baldy e remetendo o processo à Justiça Eleitoral de Goiás.

No presente caso, verifico, de fato, a existência de omissão na decisão embargada“, pontuou Gilmar. “Em conformidade às decisões anteriormente exaradas, esclareço que o reconhecimento da competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar os fatos imputados ao agravado acarreta, no caso concreto, a nulidade do sequestro e bloqueio de bens“, completou.

O ministro, porém, rejeitou o pedido da defesa para anular a homologação do acordo de delação premiada que embasou as investigações e as provas obtidas por meio de busca e apreensão. “Por envolver material probatório sensível, deverá o juízo competente deliberar sobre sua convalidação ou não“, anotou.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Para os poderosos enrolados deve ser reconfortante saber que existe um Gilmar e uma segundona no STF. Em que outro país existe uma conivência e leniência tão grandes com a criminalidade de colarinho branco quanto no Brasil ? Por estas e por outras, Moro vai vencer as eleições.

  2. É impressionante como esses ladrões de Colarinho Branco tem a certeza que podem dilapidar o erário público sabendo que tem alguém no STF para defende-los. Esse é o Brasil

  3. Cada vez que vejo algo (e isso é diuturnamente) sobre um corvo marginal asqueroso e repugnante, fico com muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiita raiva desse senadinho sem vergonha. (Salvo raríssimas, honrosas e nobres exceções, claro). O senadinho TEM que remover essas necroses do tecido institucional!!!! É sua função!!!!!

    1. Porque é que deixam os BRASILEIROS à mercê desses "horríveis" elementos viróticos???? Claro, por serem seus pares e terem a garantia da impunidade por seus crimes.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO