Ian Cheibub/Folhapress

Em visita a Barroso, deputado preso na Furna da Onça reclama de ‘criminalização da política’

28.10.20 15:45

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, recebeu, nesta quarta-feira, 28, uma visita de cortesia do deputado estadual André Corrêa, do DEM do Rio, um dos alvos da Operação Furna da Onça. No centro da pauta, estavam reclamações do parlamentar sobre o que chama de “criminalização da política” e a respeito das condições dos presídios.

Em conversa com Crusoé, o deputado admitiu que, em princípio, não priorizava a temática do sistema prisional. Disse, contudo, que passou a se preocupar mais com o assunto após ser preso em meio às investigações sobre a suposta mesada que teria recebido na Assembleia Legislativa do Rio, a Alerj.

“Passei a atuar depois de sofrer um ano no cárcere, sem até hoje ser ouvido pelo juiz do caso, passados dois anos da data da minha prisão”, contou. “Fruto disso, conversamos também sobre os cuidados para evitar a criminalização da política, pois, com isso acontecendo, todos perdem. O ministro é um humanista sensível a estes temas”, completou Corrêa.

Apesar de fazer parte da agenda do ministro no STF, o encontro ocorreu no Tribunal Superior Eleitoral, presidido por Barroso, por volta das 12h30 desta quarta-feira.

Corrêa é réu na Operação Furna da Onça sob a acusação de receber uma mesada de 100 mil reais entre 2011 e 2014. Somados, os valores irregulares chegaram a 3,9 milhões de reais. O dinheiro teria como origem os esquemas de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral e seria uma contrapartida à sua atuação favorável aos interesses do emedebista.

O deputado chegou a ser preso em novembro de 2018. Somente em maio deste ano, a Justiça autorizou que Corrêa e outros acusados reassumissem seus gabinetes.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Os Kumpanhêru, apanhados com a boca na botija, recorreram à expressão Criminalização da Política. Hoje brontossauros da direita copiam os tiranossauros da esquerda, sem citar a fonte, porque isso agora é moda, sendo alta a rekompensa da omissão. Não percam tempo com tal debate. Vamos, isso sim, discutir a necessidade de enxugar o Estado morbidamente obeso, a conduta dos cleptocratas nesse tipo de Estado, e o estímulo à corrupção política, que representa a geleia real da impunidade programada.

  2. Esse como dezenas de outros deputados da alerj, da câmara dos deputados, do senado etc. só estão soltos porque o Brasil é dominado por corruptos, denominados excelências. Só serão presos após o trânsito em julgado, isto é; nunca

  3. Não, a política não está sendo criminalizada. A criminalidade são cometidas por maus elementos que se infiltram enganando seu povo.

  4. Criminalização da politica é só mais eufemismo como dinheiro não contabilizado e outros onde por trás se escondem indignos corruptos maus caráter e toda essa corja que ao invés de diminuir se multiplica a cada incursão da justiça

  5. Pessoal, o STF está aberto a toda corja de vagabundos que por lá quiserem passear. Quem não tem o direito de ser recebido somos nós que pagamos caro por essa coisa que chamam de democracia. Francamente !!

  6. O que leva um ministro do Supremo Tribunal Federal, a mais alta corte de um país, a receber em seu gabinete um parlamentar reconhecidamente corrupto e uma das figuras mais toscas e sem expressão do Congresso?

  7. A cara de pau desse povo... mas deu frutos ficar preso! Achou até ruim! Talvez essa seja a solução: prender os políticos corruptos para conseguir melhorar o sistema prisional! Paradoxo fantástico.

  8. Confio no ministro Barroso. Importante que tenha recebido o deputado. Ouvir e receber, seja o deputado ou qualquer outra pessoa, demonstra o grau de integridade do presidente do STF. Simples assim. Que se melhore o sistema prisional para receber o deputado em outra ocasião e em melhores condições.

    1. Por alguns motivos sou assinante da Crusué...uma delas é a liberdade de expressão, dela e de seus leitores...sempre soube que toda unanimidade é burra.

    2. Boa, Regina! Receber este e outros deputados, senadores, alguns ministros do STF e STJ, alguns desembargadores e, muito em breve, se tudo caminhar bem, alguns filhos de presidente.

  9. O ministro Barroso é um dos membros do Supremo que eu ainda admiro, mas receber um corrupto me causou uma grande decepção.

  10. É muita cara-de-pau deste André Corrêa. Um corrupto famoso com longa ficha corrida de envolvimento em negócios escusos. Não sei como um picaretagem desses está solto.

    1. Verdade Vera, verdade. Mas para os bozistas é um assunto de difícil compreensão!

    1. O Ministro dr. LUÍS ROBERTO BARROSO anda sensível demais.

  11. A “suposta criminalização da política” alegada por vossas excelências políticos investigados por suspeita de atos ilícitos, ao contrário do dito que é ruim pra todo mundo, só é ruim para quem é, no mínimo, suspeito. Há uma conspiração política, na esteira das ações do Jair contra a Lavajato, que definitivamente blinda a bandidagem atuante na República e põe em risco a democracia. É preciso uma mobilização popular para conter essa traição contra o BR já. 🇧🇷

  12. Enfim, espera-se que um político não seja corrupto é que um Ministro do STF não receba visitas de cortesia de corruptos, ainda que político.

    1. nunca deve receber o mandrião Bolsonero.lixo que bangu 8 espera .ele chega lá

  13. O problema não é a política, mas os criminosos que se apossaram dela. Bando de vagabundos! Em países sérios já estariam cumprindo longas penas na prisão.

  14. Canalha? Criminalização da política é tu e tua laia que promoveram! Tu devia é ser ENFORCADO na Praça dos Três Poderes. Tu e milhares dos teus colegas criminosos de alta periculosidade, traidores do povo. Estamos numa guerra, e na guerra traição significa MORTE!

  15. Criminalização - novo vocabulário criado no jargão advocatício brasileiro para designar vitimização do político corrupto frente à opinião pública. Em qualquer outro lugar do planeta o sistema penal daria nome aos bois. Aqui não pode porque o sujeito tem foro privilegiado assegurado a partir do momento em que é diplomado no parlamento.

  16. Em 42 anos de retorno ao país,hoje estou vendo o tamanho do puteiro com os três poderes constituídos, é sem solução a vista. Que pena.

    1. Este, é mais um dos canalhas políticos que vivem as custas dos impostos dos cidadãos

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO