Claudio Fachel/Palácio Piratini

Em recado ao PT, Tarso Genro diz que esquerda precisa acabar com ‘hegemonismos impostos’

05.12.20 16:02

Voz crítica dentro do PT, o ex-governador gaúcho Tarso Genro (foto) disse que o trágico resultado do partido nas eleições municipais deste ano reflete a crise da “constelação das esquerdas” no mundo e defendeu o fim de “hegemonismos impostos” e “nomes impositivos para a Presidência” para que a esquerda brasileira volte ao poder.

“O resultado das eleições não foi bom, efetivamente, para o PT, mas
esta não é, certamente, uma questão específica da esquerda brasileira.
Em todo o mundo há um recuo na efetividade eleitoral dos partidos de
esquerda, bem como a ascensão de partidos de direita ou de partidos
social democratas ‘flexibilizados'”, disse Genro a Crusoé.

As eleições municipais encerradas no domingo, 29, marcaram o crescimento expressivo de partidos de centro-direita, como DEM, PP e PSD, e a derrocada do PT, que não conquistou nenhuma capital pela primeira vez na história e encolheu ao tamanho que tinha 20 anos atrás em número de prefeitos. Apesar disso, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, disse que o fundo do poço foi em 2016.

Para Genro, “há uma crise de perspectivas em toda a constelação das esquerdas no mundo e na própria democracia representativa”, que, segundo ele, é “assediada pelo autoritarismo e pelo romantismo protofascista”. Segundo ele, é preciso mudar. “Acho que o recado é o de Goethe: os tempos, as classes, as formas de opressão mudaram, tudo mudou, então, ‘transmuda-te ou morre'”.

Ex-ministro da Educação e da Justiça nos governos Lula, Genro diz que só enxerga uma saída para os partidos de esquerda, que seria “interagirem
entre si e formularem um programa mínimo unitário, que possa cativar
uma ampla base social”. Com um detalhe que é um recado ao seu próprio partido: “sem hegemonismos impostos ou pré-concebidos e sem nomes impositivos para a Presidência”.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

Edição nova toda Sexta-Feira. Leia com Exclusividade!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

Deixar para mais tarde

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Continuam presos às suas visões retrógradas, não evoluem, não aceitam mudanças, não aprendem com os erros, não se curvam aos novos anseios da sociedade. Pararam no século passado.

  2. Tarso Genro, você precisa enxergar que nenhum partido ou a esquerda ou a direita terá sucesso. A melhor conduta é o centro onde se debatem ideias para que as pessoas vivam melhora e não extremismos imposta por gente experta como foi com o PT

  3. Os tempos, as classes, as formas de opressão mudaram mas a única coisa que nunca muda é a safadeza matreira de esquerdistas: sempre vêm com a conversinha de propor uma "parceria" entre elles e o povo, sendo que o povo entra com o aparelho excretor e elles entram com o aparelho reprodutor.

  4. Eles não fazem a "mea culpa" com relação a corrupção desenfreada nós governos petistas e seus afuentes. Acham que num estalar de dedos podem mudar a coisa ao seu bel prazer. Bem... só falta combinar com os russos.

  5. Tarso Genro tem de dar conta da roubalheira promovida por seu partido quando assumiram o poder no Brasil...Principalmente tem de dar conta de, quando governador do Rio Grande do Sul, recebeu de sua antecessora o caixa do Estado com saldo positivo, isto é, havia dinheiro em caixa. Quando entregou o governo para seu sucessor não só não havia dinheiro em caixa como havia uma dívida astronômica, impagável e sem qualquer fonte de recursos - ele esgotou todas.

    1. Isto mesmo! Falou o meu estado demagógicamente e vê falar em assumir o país!

    2. Claro! E esgotará de novo, se voltar ao poder. É esquerda e, pior, petista.

  6. O PT foi fundado com um discurso bonito de enfrentamento dos privilégios, das mordomias e corrupção no Brasil. Deu no que deu. A propósito, Tarso Genro já abriu mão da generosa pensão vitalícia de ex-governador do falido cofre público gaúcho? É de se supor que sim. Convenhamos, em nosso país, com raríssimas exceções, a classe política não desgruda dos privilégios e mordomias. Portanto, todos se parecem. Muita conversa fiada, como dizem alguns. Ou então: "engana-me que eu gosto".

  7. É lindo ver a esquerda perdida em seu labirinto. Só há um caminho possível para a esquerda - reconhecer que a democracia liberal é o sistema político que historicamente se mostrou eficaz e repudiar todos os regimes ditatoriais, incluindo Cuba e Venezuela. Fará isto!?

  8. É a típica e velha tentativa de enganação do lobo em pele de cordeiro. Porcos corruptos planejando o futuro na mesma pocilga.

  9. Não ""transmudarão"" porque são absolutamente incapazes de enxergar e de realizar qualquer mudança edificante e, porque não existe perdão algum para os crimes dos criminosos vocacionados da facção criminosa marginalha petralha!!! Conclusão: MORRAM!!!

  10. Petista sendo petista. Usando palavras de filósofos para justificar suas barbaridades. Epa! Filósofo? Barbaridades? Isso não é igual ao bozismo. Claro, claro: bozismo = Petralhismo! Simples assim!

  11. Ok. Mas cadê a entrevista desse sanguinário? Devolveu dois jovens cubanos para fidel; deu abrigo a um infame terrorista italiano, destruiu o Rio Grande Sul e ainda tem coragem falar ... nerds.

  12. Foi se não o pior ou um dos piores ministros da justiça, deu guarida ao criminoso Batisti impedindo sua extradição com a chancela do Lula. Agora vem com este papo de cerca Lourenço. Pro seu partido das tramóias só falta encomendar a vela e o caixão e enterrar de vez. Tomaram uma surra nas eleições.

    1. Bem lembrado. Ao contrário, o terrorista confesso, Cesare Battisti, foi abrigado no Brasil pela orcrim.

  13. Tarso Genro, o ministro que sequestrou os boxeadores cubanos e os devolveu aos algozes castristas, continua se atrevendo a chamar os outros de fascistas? Que vá lamber sabão.

  14. Essa facção criminosa marginalha petralha (????) deveria se extinguir até não restar nem cinzas mais. A única vantagem da existência dessa sigla maldita, é aglutinar parte da nata dos piores marginais do país, identificando-os imediatamente através da seleção natural, tornando assim o conjunto dessa caterva um alvo mais fácil para a PF.

  15. Boulos, Manuela e Benedita da Silva são a cara das Esquerdas, devendo portanto, serem prestigiados. Além disso, oa opiniões sernas da Gleisi seriam como um bálsamo para esse movimento. Talvez Anitta e Pablo Vittar poderiam ser chamados para comporem a chapa, ou alguém mais raiz, como a Ludmilla por exemplo, traduziriam bem a cultura nacional. O Nelson Motta poderia ser Ministro da Saúde, coisas assim...

  16. Sempre acho muito engraçado um esquerdista, como Tarso Genro, jogar nos outros a pecha de autoritarismo e, agora, "proto-fascismo". Como se esse não fosse o ideal de longo prazo de todas as esquerdas. A Esquerda só gosta da democracia se ela o levar ao poder. E como Tasso Genro reconhece, o próprio PT é cheio de autoritarismo dentro do partido.

    1. Mas Tarso Genro falou a verdade. E isso é constatado nos Estados Unidos, onde Trump não quer deixar o poder, o que será obrigado, repito obrigado a fazer. E acontece no Brasil, onde nosso presidente participa de ato antidemocrático é diz: "não queremos negociar nada..." Acho que Tarso fazer uma mea culpa e constatar a necessidade de mudança, é louvável. Democracia se constrói com embate de visões. E uma visão progressista para o nosso país, longe da corrupção e do autoritarismo é importante.

  17. Sei que existe conceitos históricos que precisa ser discutidos, tipo, esquerda e direita, capitalismo e comunismo, ditadura ou democracia. A verdade é que nosso povo não tem instrução suficiente pra entender isso, é muito mais fácil trabalharmos com as pessoas o que é humano e cristão ou barbare e eletismo, quem está empobrecendo e quem está enriquecendo. Sair do platô onde está dita esquerda se encontra e vir pra vida rasteira que vive a maioria da população do Brasil.

    1. Sinceramente, acho o seu comentário de uma idiotice sem tamanho. Isso externa que vc faz parte do povo que acha que tem instrução para entender. O ápice da sua ignorância, é quando coloca humano e cristão em contraposição à barbárie e elitismo.

  18. Tarso até ensaiou autocríticas mais sensatas. Agora, claudica em não afirmar peremptoriamente e em bom som que Lula não pode ser mais o farol da (s) Esquerda (s). O povo não quer mais! O "rouba mas faz" perdeu força. "Lula Livre" não passa de uma corruptela de esperança da própria Esquerda em manter uma luz acesa. Ou se refaz com dignidade, assumindo os erros e brotando novos e bons nomes, dialogando muito com a sociedade, ou está fadado ao túmulo político.

    1. Tarso Genro, que eu conheço bem e de longa data, sempre foi um VASILINÃO. Vasilina é aquele cara que fala fala e NÃO DIZ NADA. Ele diz uma coisa imaginando que disse tudo, mas no fundo ele escondeu dele mesmo o que ele queria dizer, por isso quabdo ele pensa muito quando está sendo entrevistado. Ele possui Alzheimer de ideias e pensamentos, por isso sempre acaba não dizendo NADA.

  19. Genro e seus 16 anos de governo acabaram com o estado do RS, devia sair do conforto carioca e aguentar a esquerda destrutiva que levou o estado ao atraso econômico e social

    1. Aqui em Minas foi pior...o PT representado por Fernando Pimentel deixou dívidas,miséria,sistema de saúde destruído,funcionalismo público sem salário...uma tragédia

    1. ...e socializando as perdas. No Brasil, mesmo com as dificuldades do SUS, vimos a importância de termos um sistema de saúde universal. Não acho que a mão invisível do mercado, somente ela, seja a solução para os desafios contemporâneos.

    2. Ary, o comunismo era uma utopia. Naufragou por diversas questões que me permito sintetizar na frase: "o que sempre fez do estado um verdadeiro inferno foram justamente as tentativas de torná-lo um paraíso". F. Hoelderlin. Agora, apesar do capitalismo e o liberalismo vencerem, eles também causaram muitos danos, como por exemplo a crise de 2008, quando garotos prodígios com mentes forjadas nas melhores universidades, arrumaram uma máquina de fazer dinheiro, levando fortunas para casa...

    3. Ary, de todos os comentários sobre o assunto o seu foi o que melhor espelhou meu pensamento.

  20. Esse caracainda ainda está expelindo verborragias. Achei que já tinha se recolhido a sua insignificância. São ervas daninhas na nossa sociedade..só o tempo, infelizmente expurgará essas pragas.

  21. Ele tenta achar os reais motivos para o balão PT ter sido furado e se esvaziado, mas, tanto quanto Gleisy, não descobriu. Com 16 anos no poder, só pioraram o país. Venderam-se ao Centrão também, mantiveram o establishment antigo que vinha desde o governo Sarney e só pensavam em se manter no poder. Agora, já era.

  22. Há pouco espaço para “recados”! Para quem quem foi ministro, e das pastas que foi - Educação e Justiça -, nos tempos “mais gloriosos” da esquerda e do PT para um “recado” tão curto e tão pobre. De “autocrítica à sua esquerda” nem uma palavra. A “culpa” afinal é dos outros. Tudo o que passou no Brasil nos últimos anos, uma década um pouco mais talvez três décadas, foi “importado” ou influência do resto do mundo. Espantoso é como as pessoas se “autoinocentam”!!! fmg

  23. Sou contra tudo isso que o ex-governador argumenta. É um retrocesso. Uma completa inversão da lógica. Eu penso que “as zesquerda” estão no exato caminho correto. Eu não quero a volta “das zesquerda”. As “zesquerda” devem continuar seguindo seu líder “guru” Lulala” , condenado em liberdade provisória, para se manterem longe do poder e perto do precipício.

    1. E dai ? Quem vcs vão colocar no lugar do Luladrão ? Assim que aparecer outro ? Boulos ? Manuela ? KKKKK. A sociedade sentiu o que a esquerda fez na Brasil (e sempre fez em todo mundo) e jamais vai querer outra experiência retrógrada como foi a "era pt" ...

    2. E, caso resolvam cortarem o cordão umbilical do ladrao, espero que sigam as novas lideranças; Manuela, Boulos, etc., ou o velho e eterno candidato, Ciro, que sonha ser líder de uma nova/velha “zesquerda”.Assim, “as zesquerda” continuarão contra tudo e todos e afundarão em definitivo. Força “zesquerda” .

  24. As esquerdas nas suas plataformas eleitoreiras vendeu esperanças um futuro cor de rosa e somente entregou pobreza e desesperança. Estão apenas colhendo o que plantaram.

Mais notícias
Assine
TOPO