Zanone Fraissat/Folhapress

Doria critica Bolsonaro: ‘Intervencionismo condenável na Petrobras’

22.02.21 15:58

O governador de São Paulo, João Doria (foto), criticou Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, 22, pela indicação do general Joaquim Silva e Luna à presidência da Petrobras, em substituição a Roberto Castello Branco. O tucano classificou o ato como um “intervencionismo desnecessário e condenável” na estatal.

Os mandatos de toda a diretoria da Petrobras vencem em 20 de março, inclusive o do próprio Castello Branco. Apesar de Bolsonaro ter anunciado o substituto do presidente da companhia, ainda há um rito a ser seguido: o nome do militar terá que ser avalizado pelo Conselho de Administração, formado por sete indicados pela União, três pelos acionistas minoritários e um pelos empregados. A deliberação deve ocorrer na terça-feira, 23.

Doria afirmou que a intervenção contrapõe-se ao discurso em defesa da agenda liberal propagado por Bolsonaro na campanha eleitoral de 2018. “Na prática, o que ele está fazendo são intervenções sucessivas na economia, no mercado e na principal estatal brasileira, que é a Petrobras”, disse. “Lamento muito que o presidente Bolsonaro mais uma vez tenha confrontado o discurso que o elegeu com a prática que ele se mantém no poder”, completou.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. 1.1 - O governador Doria é um homem experimentado. Sabe bem às nuances do mercado. Tudo tem o seu preço, pois não existe almoço grátis. Maduro peitou o mercado na Venezuela. Faltou até papel higiênico. Bolsonaro tem que agradecer o Doria pela vacinas, pois o cenário poderia ser muito pior. O eleitor agora sabe mais do que nunca, por que deve votar para presidente no Doria. Ele viabilizou a vacina e não é populista, atendendo os caminhoneiros às custas dos demais brasileiros.

    1. 1.2 - Bolsonaro deixou mais uma vez os brasileiros reféns dos caminhoneiros. Disse que vai demitir outro tubarão. Tubarões existem a 400 milhões de anos. São predadores invejáveis na água salgada dos mercados. Eles evoluíram expostos às dinâmicas do mercado. Vai colocar mais uma mosca, agora no comando da Petrobras? Já temos moscas demais nesse governo; e toda vez que alguma entra no ouvido do elefante Bolsonaro, ele faz um estrago na loja de cristais, que é o Brasil.

  2. Qualquer pessoa inteligente sabe que o Bozo destruiu a Petrobras. A empresa derreteu e o dólar explodiu. Dólar alto significa preços mais altos para todo mundo. O Bozo está condenando o Brasil a miséria. País fraco, moeda força, presidente beócio e povo iludido.

  3. Esse canalha, cara de pau do bosta Dória foi o primeiro que reclamou não abriria mão da arrecadação do ICMS, querem responsabilizar o presidente pelos aumentos dos combustíveis, mais tiro saiu pela culatra.

  4. Doria está em campanha para 2022 assim como o Jair. Aparentemente, Doria poderá se fortalecer com o processo de vacinação, mas seus “inimigos íntimos” estão fazendo de tudo para derrubá-lo. O vai Jair vai continuar se desgastando com a pandemia e com as demais escorregadas, como essa desvalorização da Petrobras. O pior na economia ainda está por vir, caso a vacinação e a imunização coletiva ande devagar.

  5. Lamentável governador. Como brasileiro que diz ser, o mínimo que se esperava seria uma comparação da composição de preço da gasolina, óleo diesel que é vendida pela própria Petrobras a Países da América Latina e o preço final aos consumidores desses. Obrigado João Dória

    1. Mais lamentavel que as atitudes populistas do Dilmo ; só a Dilma

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO