Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Derrotado, Lira desiste de PEC da Impunidade e cria comissão para analisar proposta

26.02.21 17:17

Arthur Lira foi derrotado na tarde desta sexta-feira, 26, por líderes de partidos que se opuseram às tentativas de acordo para a votação da PEC da impunidade pelo plenário da Câmara dos Deputados. Sem ter os votos necessários para aprovar o texto, o presidente da casa desistiu de tentar aprovar a proposta a toque de caixa e determinou a criação de uma comissão especial que irá discutir o texto com mais tempo.

O presidente da Câmara e chefe do Centrão reclamou da postura dos líderes contrários à PEC, culpando-os pelo naufrágio da proposta. Ao anunciar o recuo, ele disse que não se considera derrotado. “Sinto, com muita tristeza. Não trago essa situação toda pra mim, mas para todos nós. Me sinto tranquilo porque cumpri o compromisso de colocar em discussão. Determino a criação de uma comissão especial”, anunciou Lira. “Às vezes nós precisamos recuar para poder avançar”, admitiu a deputada Margarete Coelho, escolhida pelo Centrão para relatar a proposta.

Na visão do presidente da Câmara, o parlamento “cortou na própria carne” ao manter a prisão de Daniel Silveira, mediante o compromisso de votar uma PEC para clarear os limites da imunidade parlamentar. “O procedimento foi combinado. Nós não teríamos a votação de sexta-feira passada se não houvesse o compromisso de trazer essa matéria para a pauta”, queixou-se Lira. O texto apresentado, no entanto, criava blindagens para deputados e senadores, o que o fez ganhar o apelido de PEC da Impunidade.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Com a PEC admiravelmente apelidada de "da Impunidade" o congresso nacional (em minúsculas propositais, eis que proporcionais à sua grandeza) retoma sua vocação histórica para valhacouto de meliantes. É o que é. Assim é Pindorama.

  2. Deve ter sido tudo combinado mesmo com Daniel Silveira inclusive desde o princípio. Ainda bem q nessa o centrão saiu derrotado.

  3. O povo não quer essas excreções no Congresso. O povo de Alagoas e do Brasil, votou em vocês para defenderem a Constituição, e não para mudarem-na em benefício de investigados e condenados, o que é o caso de todos favoráveis a essa PEC da Impunidade. O princípio é - “todos são iguais perante a lei”. É isso que queremos. Entendem a premissa ou temos que desenhar. Se precisar, denharemos nas próximas eleições.

  4. Não sei onde V.Exa estudou direito. Mas defender a PEC da impunidade é demais, mesmo para o pior rábula. Os brasileiros de Alagoas e do Brasil não querem proteger parlamentares criminosos, pois todos são iguais perante a lei, inclusive vossas excelências. A imunidade parlamentar não é licença prévia para cometimento de crimes, inclusive os que pregam a destruição da democracia brasileira alcançada após 21 anos de ditadura. Acorda Sr. presidente, ainda há tempo de se redimir!!

  5. Malandro não para, malandro da um tempo. Daqui a pouco ele volta com mais chumbo grosso. Lembrando a todos que ja foram roubados dos cofres públicos mais de 1 PIB, ou seja tem trilhões de reais no mercado para manter tudo como esta e ampliar a impunidade deles. Somente uma forca tarefa do MPF e PF para poder fazer uma pequena frente a esse mecanismo e orcrims.

  6. ooops.. será q começaram a entender um pouquinho.. um pouquinho de nada, q o povo é q tem o poder..?? Né.. ?? É.. pode ser. Essa história não terminou ainda.. Vamos ver..

  7. Eba! caiu a PEC da Impunidade! Parabéns ao deputado Kim. . Nem tudo está perdido nesse Brasil . Ainda tem gente pensando e brigando pelo que é certo.👍

  8. Parabenizo o jovem deputado Kim Kataguiri que, com obstinação ajudou muito na obstrução dessa vergonha que era a PEC DA IMPUNIDADE!

  9. Eu acho pouco. Cadê o processo desse canalha que não anda a justiça só enxerga a lava jato, aceita prova roubada e não julga o cel. das Alagoas, vergonha, e nós tamos com esse congresso fajuta.

  10. A única forma de não permitir que estes absurdos sejam levados adiante, é os poucos parlamentares sensatos e comprometidos com o nosso Brasil, colocar a boca no trombone, como fizeram, sendo apoiados pela população. Na era Bolsonaro, que se elegeu com a bandeira de combate à corrupção, temos como saldo, o pior PGR de todos os tempos, o fim da Lava Jato e essas investidas do congresso, com a batuta do Palácio do Planalto.

    1. Concordo, o Brasil sofreu o maior estelionato eleitoral da historia em 2018. Bolsonaro, Lula, Dilma, Sarney e Fernando Collor, são uma sequencia de décadas de péssima conduta na presidência da republica. Quando teremos um presidente para chamar de nosso, que tenha realmente uma agenda liberal, pro Brasil e pro população. Brasil um pais tão rico tão exuberante e estamos travados a décadas por grupos políticos econômicos que abocanham o poder para benefícios próprios e dos amiguinhos poderosos.

  11. Com tantas coisas URGENTÍSSIMAS p/ resolver no país essa CAMBADA, melhor dizer corja (de ladão de corona-voucher a assassino, a sociedade brasileira está ali bem representada) só pensa no próprio umbigo e no próprio rabo. INCRÍVEL! Até quando? Vivo repetindo: não sabem como a Revolução Francesa começou? Como a Queda da Bastilha aconteceu? Não, não sabem, a maioria é de uma santa ignorância de dar dó. São os verdadeiros representantes do povo brasileiro, são o espelho um do outro. É de vomitar!!!

    1. MAGDA ,SEU PRESIDANTO É O IMBROXÁVEL MAN,O CARA PENSA COM A CABEÇA ERRADA,SE QUERIA Q DESSE CERTO SORRY MAGDA

  12. País de Mierda,em São Paulo temos o DORIAN Gay e Covas WALKING DEAD,EM BRASÍLIA O IMBROXÁVEL E NA GLOBO A IMPREGÁVEL ANITA (SEM AS PREGAS)

    1. Paulo tá nervoso,pque seu patrão IMBROXÁVEL está cada dia mais PRESIDANTO,BABACA

    2. João, vai se olhar no espelho como o personagem do livro. Tem coisa que só mentes muito limitadas, continuam usando para ofender os outros.

  13. Toma canalha! Se achou o todo poderoso! Mas nem com o apoio dos traíras bolsonaristas conseguiu!

    1. TODOS OS IMBROXAVEIS DE BRASÍLIA.SÃO OS 500 HOMENS E N SEGREDOS BROXANTES

  14. O Lira sente com muita tristeza,mas eu sinto muito alegria,essa vitória da moral e do bom senso.Eles já têm privilégios demais!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO