Reprodução

De olho no mandato, suplente de Daniel Silveira vê ‘cenário desfavorável’ para deputado

20.02.21 12:03

O processo de cassação do deputado Daniel Silveira, do PSL, que começará a ser discutido no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, será acompanhado com especial atenção em São Gonçalo, segundo maior colégio eleitoral do Rio de Janeiro. É que no município fluminense vive Ricardo Pericar (foto), primeiro suplente do PSL, que assumirá o mandato caso o parlamentar bolsonarista seja cassado ou temporariamente afastado da Câmara.

Com 30.661 votos obtidos em 2018, Pericar esteve próximo da votação alcançada pelo correligionário que agora espera substituir. Silveira conquistou 31.789 votos, o pior desempenho entre os 12 parlamentares da bancada do PSL do Rio de Janeiro. Diante da crise instalada em Brasília e da manutenção da prisão do colega de partido, Pericar acredita que o titular do mandato deve ser punido. “O cenário é bem desfavorável a ele, principalmente por seu péssimo histórico de condutas”, disse o suplente.

Em 2018, quando disputou uma vaga na Câmara, Ricardo Pericar era vice-prefeito de São Gonçalo. Como primeiro suplente, chegou a assumir o mandato por dois meses em 2019, durante uma licença da deputada Major Fabiana, também do PSL. No ano passado, disputou sem sucesso o cargo de prefeito de São Gonçalo e, hoje, é subsecretário de Iluminação Pública da cidade.

Nos dois meses em que atuou como deputado federal, Pericar vivenciou uma das maiores crises de seu partido: o racha decorrente do rompimento entre os bolsonaristas e os apoiadores do presidente do PSL, Luciano Bivar. O político, que é dono de uma pequena frota de ônibus, participou da reunião de deputados do partido em que Daniel Silveira gravou colegas para demonstrar fidelidade ao presidente Jair Bolsonaro. “Ele ficava gravando todo mundo embaixo das mesas e das cadeiras, nos carros. Na época, tentei apaziguar. Mas gravar clandestinamente é falta de caráter. Isso incendiou o partido”, afirmou o suplente do PSL.

Não há previsão de quando o Conselho de Ética vai começar a discutir o processo por quebra de decoro contra Silveira. É pouco provável que ele não sofra nenhuma punição, mas a cassação vai depender do clima político em Brasília. Apesar da gravidade de sua declaração contra os ministros do Supremo, o corporativismo pode falar mais alto.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Esse suplente do Deputado. Daniel Silveira e simplesmente igual os 364 deputados que votaram com STF, e revogaram a imunidades parlamentares.

  2. kkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkk eles si merece... Dep QUEM, e esse outro aí é QUEM mesmo? Tá.. vou tenar descobrir, não vou chamar ainda de QUEM2.. mas sendo do psl.. xi.. tem mto QUEM nesse partido.

  3. O maior inimigo do povo brasileiro é a Brasília corrupta. Sergio Moro se tornou o maior inimigo da Brasília corrupta. O povo decente precisa de defensores honestos e competentes como Sergio Moro, Deltan Dallagnol e afins! Povo na rua em grande massa para salvar a democracia das garras dos corruptos! Quem mais salvaria o Brasil?

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO