Arte/ Crusoé

Crusoé 319: O mundo vai para a direita

14.06.24 10:02

A reportagem de capa da nova edição de Crusoé, assinada por Duda Teixeira, mostra que o mundo vai para a direita. Nas eleições do Parlamento Europeu, que se encerraram no domingo, 9, muitas páginas foram gastas para descrever os candidatos dos partidos de centro-direita, direita e direita radical, como se eles fossem capazes de magicamente formar a opinião do povo. O que a maior parte dessas notícias falhou em ver foi que está em curso um espraiamento dos conceitos de direita, enquanto as ideias de esquerda, como o combate ao aquecimento global e o europeísmo, perdem tração. Se não fosse esse fenômeno de base, espalhando-se entre os cidadãos, os políticos de direita do bloco não seriam capazes de conquistar 44% das cadeiras no próximo Parlamento Europeu — quase o dobro do número obtido pelos blocos de esquerda. Evidências de que as políticas de esquerda não atraem mais os eleitores estão na adoção de políticas de direita por chefes de governo da esquerda, como o novo plano da União Europeia e da França para lidar com os imigrantes e o endurecimento do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, no controle da fronteira com o México. A matéria “Capitalismo de laços dá um nó no governo”, assinada por Rodrigo Oliveira, questiona a realização de reuniões secretas entre autoridades públicas e setores da sociedade civil, como a que aconteceu entre o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, o CEO do Santander, Mario Leão, e pouco mais de dez executivos do setor financeiro na semana passada. Em que pesem situações de segurança nacional ou questões estratégicas para o país, a verdade é que a falta de transparência desses encontros não colabora em nada com a confiança da sociedade nas instituições.

Crusoé Entrevistas

Em entrevista a Crusoé, Camila Bruzzi e Caroline Burle, da Coalizao Licença Paternidade, defendem a ampliação do período de folga para os pais de cinco para 30 dias. O grupo formado por organizações da sociedade civil, empresas e parlamentares lançou no início de maio uma frente parlamentar para tentar ampliar a licença-paternidade no Brasil via projeto de lei.

Ilha de Cultura

O cientista politico e ex-candidato à presidência Luiz Felipe D’Ávila recomenda ao leitor de Crusoé dois livros e um filme para entender nosso momento político. Em “Como ‘engatar’ com Camões”, Carlos Graieb fala sobre o início das celebrações em Portugal dos 500 anos de nascimento de Luís de Camões, autor de Os Lusíadas, um dos maiores nomes da poesia ocidental.

Colunistas

Privilegiando o assinante de O Antagonista+Crusoé, que apoia o jornalismo independente, também reunimos nosso timaço de colunistas. Nesta edição, escrevem Josias Teófilo, Orlando Tosetto Junior, Jerônimo Teixeira, Ivan Sant’Anna, Rodolfo Borges e Leonardo Barreto. Assine Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine agora
TOPO