Adriano Machado/Crusoé

Com aval de Aras e sem procuração, Wassef foi à PGR tratar de assuntos da JBS

20.08.20 00:39

Sem procuração, o advogado Frederick Wassef visitou a Procuradoria-Geral da República no fim do ano passado para tratar de assuntos de interesse da JBS. Um dado torna o episódio ainda mais interessante: a visita, informal, foi intermediada pelo gabinete do próprio PGR, Augusto Aras, com quem Wassef havia se reunido tempos antes.

Ante o caráter atípico da situação, a visita acabou em constrangimento: indagado pelos procuradores que o receberam se tinha em mãos uma procuração que o autorizasse a falar em nome da companhia, Wassef disse que não, e a reunião foi prontamente encerrada.

Crusoé confirmou o encontro com fontes primárias que lidaram diretamente com o assunto.

Frederick Wassef queria falar sobre temas da JBS com procuradores do grupo de trabalho da Lava Jato na PGR. Coube ao gabinete de Aras encaminhá-lo para uma audiência com o procurador Adonis Callou de Araújo Sá, então coordenador da equipe, que toca os inquéritos e processos relacionados à operação na Procuradoria-Geral.

Adonis Callou recebeu o advogado na companhia de uma colega procuradora, Maria Clara Noleto, que também integrava o grupo de trabalho da Lava Jato na PGR. Wassef de pronto disse que gostaria de conversar sobre a repactuação do acordo de delação premiada da JBS. Àquela altura, a companhia tentava convencer a PGR a desistir de pedir, junto ao Supremo Tribunal Federal, a rescisão do acordo, firmado ainda na gestão de Rodrigo Janot. Esse é um assunto bastante caro para os irmãos Joesley e Wesley Batista. A rescisão, que deve ser julgada em breve pela corte, pode representar a volta deles para a cadeia.

Tão logo Wassef disse sobre qual assunto gostaria de tratar, Callou perguntou se ele era advogado da JBS. Ante a resposta positiva, o procurador quis saber então se o advogado possuía uma procuração da empresa. Wassef até tentou desconversar. Disse que ainda não tinha o documento em mãos, mas que brevemente poderia apresentá-lo. Não funcionou. Nem mesmo o encaminhamento feito pelo gabinete de Augusto Aras foi suficiente para desanuviar o ambiente. Sem meias palavras, Adonis Callou disse que, sem procuração, não haveria conversa. O encontro terminou ali mesmo, conforme o relato feito a Crusoé por um dos personagens presentes.

O episódio é revestido de uma dose relevante de gravidade: na prática, Wassef, autodeclarado advogado de Jair Bolsonaro, estava operando nos bastidores da PGR em favor da JBS com o aval do gabinete de Augusto Aras, escolhido para o cargo pelo presidente da República.

Nesta quarta-feira,19, Crusoé revelou que Frederick Wassef recebeu 9 milhões de reais da JBS entre 2015 e este ano. A informação consta de documentos obtidos pelos promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro que investigam a relação de Wassef com Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro e amigo do presidente da República.

Adonis Callou não duraria muito tempo mais à frente do grupo de trabalho da Lava Jato na PGR. Em janeiro, ele pediu para deixar o posto, em razão de divergências com Augusto Aras. Callou alegou falta de autonomia para atuar. Para o lugar dele o PGR chamou a também subprocuradora-geral Lindôra Araújo, que tempos depois entraria em rota de colisão com as forças-tarefas da Lava Jato.

Outra participante da reunião com Wassef, a procuradora Maria Clara Noleto também deixaria o grupo de trabalho meses depois, em meio a uma debandada geral, também por divergências com o gabinete de Augusto Aras — além dela, outros três integrantes pediram para sair.

Crusoé perguntou à Procuradoria-Geral da República se Frederick Wassef se reuniu nos últimos meses com integrantes do órgão. Com Augusto Aras, informou o gabinete, o advogado esteve reunido logo após a posse do PGR, para uma “visita de cortesia”.

Quanto a eventuais encontros com os subprocuradores-gerais da República, a resposta da Secretaria de Comunicação da Procuradoria foi a seguinte: “Sobre os demais 74 subprocuradores-gerais da República, a Secom informa que não é responsável pela agenda deles, sendo impossível obter as informações principalmente em meio à pandemia – já que estão quase todos em teletrabalho”.

Responsável por conduzir as tratativas com a companhia, a subprocuradora Lindôra Araújo afirmou a Crusoé que não conhece Frederick Wassef.

A história da visita de Wassef ao grupo de trabalho da Lava Jato por encaminhamento do gabinete de Aras mostra uma mistura complicada, capaz de render outros embaraços para os envolvidos: enquanto recebia milhões da JBS, e mesmo sem estar habilitado oficialmente nos autos, o advogado usava de sua influência para obter vantagens para a companhia nos gabinetes de Brasília. Isso é explosivo.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Entenderam agora por que o Procurador Geral do Bolsonaro quer os dados da Lava Jato? Para uma inteligência mediana, não é tão estranho e absurdo, pelo contrário, é tudo muito claro... Pátria Magra Brasil!

    1. Bem, está combinandinho. Um procurador de merda com um Juiz de Merda. A diferença é que um foi apelidado por um leitor de merda e o outro pelo renomado jurista Saulo Ramos. O apelido do Celso está anotado em um dos melhores livros de Direito. Não sei em que edição se encontra, sua primeira edição é do início dos anos 90.

    2. Com certeza! Em qualquer país sério este procurador de merda já teria perdido o cargo e o presidente estaria buscando advogados para se defender de um impedimento! Mas sendo Brasil a Repúbliqueta das Bananas... Mais pizzas no forno por favor e uma com sabor pururuca!

  2. Tudo muito podre! A falta de caráter, de honestidade e espírito republicano está enraizada em todos os poderes da república. Pobre país farto em riquezas naturais e com um povo com graves falhas de formação moral!

  3. Fica assim comprovado o despreparo do PGR para a função. Não esquecendo que ele deveria estar conduzindo, no momento, aquele inquérito sobre a intenção de Bolsonaro de aparelhar a PF. Não deveria, portanto, produzir provas de que a aparelhamento também inclui seu próprio cargo...

  4. Não precisa ser um Perdigueiro para perceber o odor característico de corrupção vindo da visita do “anjo “ à PGR ( outro “anjo “ a espera de um assento pomposo no STF) , em nome da JBS SEM procuração , mas como é mui amigo do Messias, fica tudo azul celestial .

  5. Reportagem tão boa que tive a impressão de estar lendo a edição da semana, depois vi que hoje é quinta feira. Esse Aras é tão incapaz que até seus "malfeitos" parecem de amadores. Dilma ganha de lavada.

  6. Repeteco é a norma. Nada se cria, tudo se copia, Lavoisier! Não demora muito para se ouvir ecoar o comando do fisiologismo que sangra a economia do País, apesar de cínicas promessas eleitoreiras: Tem de manter isso, viu? A PGR se vê embobinada numa crise sem precedentes. Ao atropelar a lista tríplice para a escolha do PGR, JB sacrificou nas aras da ambição e do oportunismo um procedimento corrente na Res Putrida. Insinua-se até que optou por petista vestido de conservador. Mais um tiro no pé!

    1. Uma coisa é certa. É o contribuinte quem paga a conta de todos esses desmandos. Seu trabalho se assemelha ao de Sísifo, que subia a montanha carregando nas costas uma pedra pronta a rolar para baixo, pouco antes de atingir seu destino. Ou de Hércules, que recebeu a missão de limpar estrebarias com bosta até o teto. Sísifo ou Hércules, o contribuinte, vestindo-se como Davi Eleitor, tem o dever de desinfetar a pocilga política, cujos habitantes exibem cada vez mais voracidade em relação ao erário.

    2. Reeleição na A. Latina constitui desastre anunciado. Disse bem a Patrona da Mandioca, sempre acolitada por seus Três Porquinhos, que pela reeleição se faz o diabo, sinônimo de bambochata com dinheiro do contribuinte inerte, em cuja fenda glútea inerme se cravam as faturas do (des)governo. Mas o contribuinte, de bolso crescentemente sensível, sonha com eleições para continuar a abater vampiros e zumbis, trajado de Davi Eleitor, disparando seixos certeiros à direita e à sinistra. Farra cansa!!!

  7. A velha política em seu estilo mais medieval. Ambiente de negociata, aonde todos ganham, Brasil perde. Difícil não acreditar que o Messias não esteja no comando, através do procurador geral do Presidente.

    1. Lembro como hoje José, a ESQUERDA aplaudindo ARAS ao assumir a PGR. Ou seja, tudo que a esquerda aplaude vira merda. Vamos colocar quem ? Se alguém conseguir citar um nome, vamos verificar.

  8. Será que nessa história tem alguém em quem se possa acreditar? Esse Aras, colocado lá pelo capitãozinho, tem tudo a ver com os governos anteriores, é a velha política suja em ação...

    1. Nunca existiu. São suspeitos todos aqueles nomeados pelo jumento, independentemente do cargo

    1. Ou tu é muito bobo ou um retardado mental! Vc defender um fato ocorrido destes só pode ter algum problema, agora pagar ainda para ler a notícia em uma revista que menospreza só pode ser retardado!

    2. Que os bozomerdas "amam". A começar pelo jumento corrupto líder da seita

  9. ARAS, TOFFOLI, RODRIGO MAIA e BOLSONARO: os DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE”! Triunfaremos!

  10. Espero estar enganada, mas o governo que se autodenominou sem nenhuma corrupção, agora poderá ser despido desse fato a qualquer momento. Já vi esse filme antes. Não foi na operação Lava Jato que chegou ao ex presidente Lula e demais políticos. Wasseff e Aras? Interessante.

  11. E é esse tipo de gente que anda "questionando" a conduta de Moro... Brasil, meu Brasil brasileiro, precisamos urgentemente mudar em 2022!

    1. O único meio de mudança q eu vejo é conseguir minha cidadania italiana e ir embora deste atoledo!! NÃO tenho mais esperanças! Votei no Bolsonaro não esperando muito, mas acabei tendo esperanças, que desilusão!!!!

    2. Militares tomaram o poder para combater corrupção política e comunismo, o MDB de Ulisses e Sarney veio como salvação dos militares e da Arena, Lula e PT aparecem como salvadores, tudo pelo social, Bolsonaro surge, o homem de família justo e correto, agora o salvador é o Moro... não se engane que Moro é apenas mais um. Triste destino da nação que precisa de um salvador.

    3. Temos que mudar sim, mas como? Eu particularmente votei no Bolsonaro, hoje não mais, com esperança de mudanças radicais, mas vejamos a gatão....mais do mesmo. Então como nós brasileiros vamos mudar? Penso que a longo prazo é confiarmos naquele que nunca se deixou encantar pelo poder, quem seja, SÉRGIO MORO

    1. Gostaria muito de ter Moro como presidente do nosso país.......mas qdo penso na enrascada que vai novamente se meter......afff

  12. Essa notícia uma verdadeira telenovela de drama mexicano ou uma pornochanchada brasileiro, os fatos são que o congresso derrubou o veto presidencial contra a contratação de advogado e contador pelo setor público sem licitação, quem é o verdadeiro bandido o presidente ou o parlamento? Responda essa pergunta Crusoé.

    1. Pelo jeito os 2. Bolsonaro inclusive já se vendeu ao Centrão.

  13. Tanto o povo decente fez para tirar a esquerda corrupta do poder, que cumpriu o mandamento de Lampedusa: as coisas mudaram para permanecerem iguais... Decifrado e entendido o desespero de Aras em açambarcar e controlar a Lava Jato, sob a batuta de quem o escolheu, claro!

    1. Que idiotice Tião! Quem ama o Brasil odeia o Bozó. Quem ama o Bozo é porque odeia o Brasil. Simples assim!

    2. Quem é pior, você pergunta Isolina? Eu respondo: LULADRÃO, DILMANTA, Zé Dirceu, Gleise Hoffman, AECIO NEVES, José Serra, Aluísio Nunes, FHC, PSOL, PCdoB etc.etc. Acorda mulher é vamos lutar por um Brasil melhor. Deus acima de Todos. Vc não precisa gostar do Bolsonaro mas ame i Brasil e não bandidos de estimação.

  14. Isso me cheira uma tentativa desesperada de justificar a prestação de serviços oriunda dos repasses da empresa ao longo dos anos, que mais parece algum acerto político do passado.

  15. Votei no JB pra tirar os condenados do poder. Será que ajudei a colocar os que serão condenados? Triste a falta de opção.

  16. Gente qdo será um feito impeachment de Bolsonro, Flávio, Aras e essa corja?Querendo evitar de colocar a esquerda na proxima eleição vcs já estão colocando eles lá... repugnante todo o grave emaranhado sem punições.

  17. Parabéns José! Você explicitou todo comportamento de membros de um governo podre como de JB em quem desgraçadamente votei, Maria Elisa Alves de Lima

  18. Agora fica fácil de compreender porque o Aras e o Bozo estão querendo eliminar a Lava-Jato. Manter o Queiroz calado custa caro. Nada como a JBS para ajudar. Este fato apenas reforça a minha conclusão desde 2019: Bozista = Petralhista!

  19. Agora se entende pq aras quer ter conhecimento de tudo que se passa nas frentes da lava jato... quando o Brasil elegeu Bolsonaro acreditando na mudança... foi enganado

  20. Parabéns Crusoé! Excelente reportagem! Isso só prova que Aras é o pior PGR que já foi colocado lá e q o presidente Bolsonaro sabia q poderia contar com ele.

  21. Canalhice exponencial. A devastadora corrupção em nosso país só equivale em profundidade e extensão às Fossas das Marianas. É uma realidade patológica esmagadoramente violenta, predatória... escandalosa e exacerbadamente humilhante. Não há caracteres suficientes em nosso idioma para manifestar a perplexidade dos decentes com uma tal inominável tragédia.

    1. A gente olha a cara desse sujeito, as caras dos broncossóides, as múltiplas caras do taras, as caras dos corvos, as de outros marginais da vida pública e privada conexa e tem vontade de aplaudir Lombroso.

    2. Esses repugnantes estão insuflando o ódio. Terão a devida e proporcional retribuição.

  22. Excelente furo de reportagem da Crusoé. Infelizmente eu também estou pessimista com o desenrolar desse caso de corrupção na PGR. A Lava Jato está sendo destruída e grande parte da sociedade brasileira “esclarecida” reage com total indiferença. O Brasil regrediu com Bolsonaro por incrível que alguém pudesse imaginar isto antes das eleições. E lá está ele com chances de ser reeleito. Mas temos que reagir e lutar até a última trincheira. Nunca desistir!

    1. Meu caro, em um país que após uma pandemia muito mal administrada por um MALUCO faz a popularidade deste infeliz cresce não te responde não?!? Infelizmente no Brasil (leia se República das Bananas) basta o governante criar um Voucher "reeleição" e o camarada garante outro mandato fácil fácil, vimos isto no Lulismo e estamos vendo isto no Bolsonarismo... Neste país aí não quero nem minhas cinzas! 30 anos bem vividos na Inglaterra e Brasil só a passeio e olhe lá...

  23. Infelizmente isto vai dar em NADA! O Brasil que não reage, não se comove,nem se incomoda com o descaso de 110 mil mortos pela PANDEMIA, tampouco com a politização da tragédia infantil do Espírito Santos,vai lá se incomodar com mais um RATO no ninho Bolsonarista? Duvi-de-ó-dó! Minha esperança está naufragando junto com o Brasil!

    1. Não podemos desaminar. Infelizmente estamos paralisados por conta da Pandemia. O Vem Pra Rua no último final de semana, mostrou que está se preparando para a luta.

    2. São sempre os mesmos, anterior à Lava Jato, desde o Banestado, desde antes, desde sempre. Por quê nunca quebraram o sigilo bancário dos doleiros? Quase 110 mil mortos pela Covid-19 subnotificada, podemos chegar a 200 ou 400 mil, e daí? Nos acostumamos com as mortes. Renomeia-se o Bolsa Família, os impostos, o Guedes continua ajeitando a vida do Pactual e operando na bolsa, o pres. favorece milicos a la Maduro, anula-se a Lava Jato, em 2022 Bozo versus Lula e mais do mesmo. É Cloroquina na veia!

  24. Uma vergonha, Sr. Aras. Até quando? O Brasil se tornou uma vergonha para nós e para o mundo graças a atitudes não republicanas de funcionários públicos e políticos. O PGR é o fiel serviçal de Jair Bolsonaro.

    1. O Brasil é um grande país com um potencial incalculável. O problema é que políticos e funcionários públicos são caso de polícia. Os cambalachos e a corrupção rolam soltos. Daí haver um conluio para sacramentar o fim da operação Lava Jato, penalizar Deltan, anular a condenação de Lula e desmoralizar Moro.

    1. Vai nada, mesmo. Com umas desgraças tipo Gilmar, sem opositor constitucional que funcione como deveria, defendendo tudo quanto é bandido - só poderoso - como pode a verghonha ter vez?

    2. Vai nada... O Bolsopetismo está no poder... Pizza no Planalto Central meu caro!! Brasil eterna Repúbliqueta sem eira nem beira!!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO