Reprodução

Bolsonaro promete a investidores privatizações e respeito ao teto de gastos

26.01.21 10:41

O presidente Jair Bolsonaro garantiu a investidores nesta terça-feira, 26, que o governo vai “acelerar o calendário de privatizações”, além de “avançar com as reformas fiscal, tributária e administrativa”. O chefe do Planalto manteve também o discurso de respeito ao teto de gastos e o compromisso de não transformar o auxílio emergencial em um programa permanente.

As declarações foram feitas durante uma teleconferência sobre investimentos na América Latina, organizada pelo banco Credit Suisse. Bolsonaro estava acompanhado dos ministros da Economia, Paulo Guedes, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e leu o discurso em um teleprompter, sem improvisos.

Pretendemos acelerar os leilões de concessões e privatizações, especialmente no PPI, que tem uma carteira de projetos estratégicos de longo prazo, baixo risco e com taxas de retorno atraentes e estáveis”, disse Bolsonaro aos investidores.

Na véspera, o presidente da Eletrobras, Wilson Júnior, anunciou que deixará o cargo justamente por conta da dificuldade de privatizar a empresa. As declarações tiveram impacto no mercado e reduziram a expectativa de que o governo se empenhará para tocar a venda de estatais.

Depois do revés da segunda-feira, Bolsonaro tentou mostrar aos investidores o empenho do governo com a retomada da economia. “No âmbito fiscal, manteremos firme o compromisso com a regra do teto de despesas como âncora de sustentabilidade e credibilidade econômica. Não vamos deixar que medidas temporárias relacionadas com a crise se tornem compromissos permanentes de despesas”, disse Bolsonaro, sem citar o auxílio emergencial. O ministro Paulo Guedes frisou, entretanto, que o benefício pode ser retomado temporariamente, caso a alta de infecções continue.

O presidente da República afirmou aos investidores que o governo conduz um “combate implacável à corrupção” e que mantém o acesso à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE, “como meta prioritária da diplomacia”. “Queremos regulamentos mais simples e menos onerosos para destravar o enorme potencial do Brasil”, garantiu o presidente.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Um presidente precisa adequar suas convicções pessoais à governança do país, pessoalmente pode até ser contra privatizações, mas como presidente ser levado a adotá-las para o bem do país. Não há contradição, vez que deve prevalecer o interesse público, o bem comum.

  2. O Rambonaro está bem desacreditado........governo da mentira, da ignorância e das rachadinhas. Esse será seu grande legado. Chacota mundial. Aprende Brasil.

  3. O mercado de ações terminou o dia em queda mesmo apo o Bozo se comprometer com privatizações e teto de gastos. Prova de que ninguém acredita mais nas mentiras q esse monstro genocida vomita diariamente.

  4. Falar é fácil. Quero ver fazer. Já pediu autorização ao Centrão? Que tal começar pelos Correios? O que não pode é continuar fazendo o que fez com a Infraero. Criou uma estatal, a NAV serviços de navegação aérea, transferiu o pessoal “estratégico” para a nova empresa e depois vai privatizar alguns aeroportos.....mas a teta vai continuar. Sera que vai ser formada por militares? Sem vontade política nosso país não sairá do atoleiro.!!!

  5. ALGUÉM COM UM MÍNIMO DE DOIS NEURÔNIOS, O TICO E O TECO, AINDA ACREDITA NESTA FIGURA DE CIRCO? O GRANDE ESTELIONATÁRIO ELEITORAL, DAS PRIVATIZAÇÕES E MODERNIZAÇÃO DA ECONOMIA QUE, DOIS ANOS DEPOIS CONTINUAM PARADAS. O CANDIDATO ANTI-CORRUPÇÃO QUE SE ALIOU AO PP E AO ARTHUR LIRA PARA FUGIR DO IMPEACHMENT INEVITÁVEL. ONTEM ELE RIA DAS CARREATAS, HOJE ELE VIROU HOMEM SÉRIO. ALGUÉM, EM SEU JUÍZO PERFEITO, AINDA ACREDITA NO PRESIDENTE QUE JÁ VIROU UM TRISTE FOLCLORE?

  6. Imagina o PRESIDENTE João Doria falando com investidores. Ao seu lado o Gustavo Franco. Esse é o meu Brasil. Um Brasil que não tenha vergonha da estupidez do seu governante. Um Brasil com menos mediocridade. Vamos dar um BASTA! Chega. Fora Bolsonaro! Fora bolsonaristas e suas limitações intelectuais. Fora esse bando de moleques que fazem parte do governo. Queremos competência. Queremos quebra de paradigmas. Queremos um presidente com UM HEART OF GOLD. Queremos JOAO DORIA!!!!!!!

    1. 2.0 Claudio, não me interessa se fulano fez 1 bi, 2 bi, 100 bi. Se isso é em virtude da sua capacidade intelectual ou empreendedora, para mim sem problemas. Assim é o capitalismo, o melhor sistema que existe.

    2. João Doria deve ter feito 1 Bi ja meu velho//acorda ! q mané meu Brasil//

  7. Promessas usando locuções verbais : " vai avançar " , " vai privatizar" , "vai aceletar". Emprega se esse blá blá blá pra " tentar" enganar trouxas no mercado financeiro . Como não tem trouxa nessa área o PR e Paulo Guedes com essa patética cena hj só conseguiram dar capim pro gado faminto por mais ração!

  8. Promessas iguais as da campanha? acabar com a corrupção, incentivar a proposição da EC das prisões em 2ª Instância e outras não cumpridas????? Desculpe, não acredito mais nesse governo. Votei mal.

  9. É uma piada... da para ver os pessoal do Credit Suisse dando risada dessas mentiras... muita cara de pau, nem fica vermelho. #VERGONHA!

    1. Quem ficou com a cara vermelha foi “ os pessoal” da tua aula de português.

  10. Kkkkkkkkkk. Da mesma forma como ele prometeu fazer a economia crescer, retomar o emprego, proteger o meio ambiente, diminuir a corrupção e melhorar a qualidade da saúde da população. Quem são os investidores otários que acreditam em um genocida necrófilo?

  11. Uma boa carta de intenções. Mas será que hoje em dia alguém sério ainda acredita em alguma palavra proferida pelo delirante Bolsonaro? Ele mostra o tempo todo, e abertamente, que não tem qualquer compromisso com sua própria palavra. Diz e desdiz o que falou sem qualquer dificuldade.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO