Adriano Machado/Crusoé

Abin diz que assessorou Presidência contra governadores para gerenciar ‘potenciais crises’

07.05.21 19:00

Após Crusoé revelar que o governo acionou a Agência Brasileira de Inteligência contra governadores e prefeitos a fim de tentar mudar o rumo da CPI da Covid, a Abin justificou a ação e afirmou em nota que faz parte das atribuições do órgão “oferecer assessoramento capaz de permitir adequado gerenciamento de potenciais crises”.

Crusoé teve acesso com exclusividade à “demanda urgente” que a Abin distribuiu para agentes de inteligência em todos os estados do país, um dia depois do depoimento do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta à CPI, determinando uma “compilação de dados” sobre “irregularidades relacionadas à pandemia” em “âmbito estadual e municipal”. A ampliação do escopo da investigação para abranger os entes da Federação é uma das apostas do governo para tumultuar a comissão e evitar danos políticos ao Planalto.

Em nota, a Abin informou que “possui competência para planejar e executar ações relativas à obtenção e à análise de dados para a produção de conhecimentos acerca de fatos e situações de imediata ou potencial influência sobre o processo decisório e a ação governamental”.

“A corrupção e o desvio de recursos públicos são condutas capazes de produzir a erosão das instituições, o empobrecimento da sociedade e o descrédito do Estado. Cabe à Inteligência cooperar, com os órgãos de controle e com os governantes, na prevenção, identificação e combate à corrupção”, afirmou a agência, após a publicação da reportagem.

A Abin ameaçou ainda investigar servidores por supostos vazamentos de informações. “Na ocorrência de quebra de sigilo funcional, a Abin promoverá a devida apuração, objetivando reprimir condutas irregulares e preservar, assim, a instituição e os servidores competentes e qualificados, sempre compromissados com o interesse público”. A nota não é assinada, mas foi replicada nas redes sociais do diretor-geral da agência, Alexandre Ramagem (foto).

Leia a íntegra da nota:

A Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) possui competência para planejar e executar ações relativas à obtenção e à análise de dados para a produção de conhecimentos acerca de fatos e situações de imediata ou potencial influência sobre o processo decisório e a ação governamental, conforme sua lei de criação (Lei nº 9.883/99). A corrupção e o desvio de recursos públicos são condutas capazes de produzir a erosão das instituições, o empobrecimento da sociedade e o descrédito do Estado.

Cabe à Inteligência cooperar, com os órgãos de controle e com os governantes, na prevenção, identificação e combate à corrupção, em suas diversas manifestações, conforme o Decreto nº 8.793/16.

Ademais, está entre as atribuições da Inteligência de Estado o compartilhamento de informações e de trabalho coordenado e integrado, e oferecer assessoramento capaz de permitir adequado gerenciamento de potenciais crises (Decreto nº 8.793/16). 

Na ocorrência de quebra de sigilo funcional, a ABIN promoverá a devida apuração, objetivando reprimir condutas irregulares e preservar, assim, a instituição e os servidores competentes e qualificados, sempre compromissados com o interesse público. A ABIN continuará a cumprir seu papel, estabelecido em leis e decretos vigentes, com irrestrita observância dos direitos e garantias individuais, fidelidade às instituições e aos princípios éticos, que regem os interesses e a segurança do Estado. 

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Interessante é os esquerdistas e a mídia, inclusive Crusoé, não quererem que se investigue os governadores e prefeitos!!! Bilhões de reais repassados e mal gastos! Há que se buscar os culpados, sim, inclusive pela CPI, por que não?

  2. 1- Interessante o Bolsonaro. Errou em todas às decisões que tomou no enfrentamento da pandemia, que se estende por mais de um ano; e agora que temos mais de 418 mil mortes e enfim o congresso está fazendo o seu trabalho, ou seja, apontar os culpados por essa tragédia, ele vem com esta da ABIN ir para cima de prefeitos e governadores. A ABIN é uma instituição de Estado, mas constatamos que ela agora é do Bolsonaro.

    1. 2- A ABIN é suspeita de ajudar na defesa do 01. Então a ABIN é uma polícia do governo, para proteger a corrupção familiar e atacar os adversários? Que conversa é essa? Estamos caminhando para o totalitarismo? Então o Bolsonaro virou o GRANDE LÍDER TOTALITÁRIO, tal qual o seu colega Maduro? O Brasil não é a Venezuela, e todos aqueles que compactuam com o Bolsonaro na sua empreitada totalitária, são inimigos da nossa pátria, e terão que responder, assim que esse LIXO deixar a presidência.

    1. que tal investigar a rachadinha? e a relação dos milicianos cariocas com o boçal e famiglia?

  3. Com certeza existe algum esquerdista dentro do órgão repassando informações para a imprensa. Isso é crime, mas os repórteres investigativos aceitam sem escrúpulos.

    1. Ah, mais quatro: 💀 OPRESSORA! 💀 CÍNICA! 💀 CAPACHO! 💀 AMESTRADA!

  4. Ótimo, porém a ABIN é um órgão a serviço do Estado Brasileiro e não está a serviço de um presidentezinho de merda! Nem dos merdas dos seus filhinhos...

  5. Estamos começando a conviver com um estado polialesco. Isso Também aconteceu com a Venezuela!! Volto à repetir é só o começo.

  6. Esse governo federal é a completa inversão de valores. Fake news de cabo a rabo. E pensar q elegemos esse monstro para fortalecer o combate a corrupção. Brasileiro é um povo sem esperanças mesmo...

    1. Fernando e Mario são 2 ingênuos e gado zumbis. Da mesma forma que vocês alegam que o presidente preguiçoso não cometeu nenhuma corrupção, também pode-se alegar que ele cometeu (até porque tem diversas suspeitas). O certo é que uma corrupção só é descoberta depois de iniciar uma investigação policial, de CPI etc. Afirmar que "até hoje não encontraram nada de corrupção no governo" é porque até hoje não iniciaram nenhuma busca. Simples assim!

    2. Tem que fazer CPI em São Paulo, o estado mais rico e com o maior número de mortos.

    3. 🤡 olha , dificultar a cpi?? A CPI começou como nunca se viu. Parecem inquisidores...o bonzinho e honesto Renan já está c veredito pronto. Onde já se viu cpi no seu inicio já se sair c desenho de culpabilidade pronto por alguns? Cpi é para começar ainvestigar !! Vejam a reações de renan e oziz querendo q os depoentes respondam de acordo c o desejo deles !! eles querem ouvir as respostas q desejam!! Ainda vem q já os conhecemos!!

    4. 400 mil mortes não são corrupção mas são muito pior. Entenda uma coisa bovino sequelado, eu e todos os brasileiros de bem somos tmbm favoráveis que se investigue os gastos com a pandemia nos estados e municípios, pois nao temos corrupto/bandido de estimação igual os petistas e bolsonaristas. Mas ta na cara q o foco da Abin e do Bozo é para dificultar os trabalhos da CPI. O brasil precisa de passar a limpo essa sujeira na politica, o q dificulta são os milhares de idiotas úteis defedendo bandido.

    5. Para os que vivem das tetas dos impostos roubados qualquer órgão investigativo atrapalha. Abin está a serviço da presidência da República, certíssimo.

    6. Pois é, até agora não foi encontrado nenhum ato de corrupção no governo federal. Já na esfera estadual e até mesmo na CPI, perdemos a conta.

    1. Posso imaginar o desconforto dos funcionários da ABIN com essa Direção tendenciosa

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO