Reprodução/Facebook

À la Decotelli: inconsistências em currículo derrubam candidato do Novo em SP

24.09.20 00:20

O Diretório Nacional do Partido Novo comunicou aos filiados da sigla na noite desta quarta-feira, 23, a suspensão em caráter liminar da candidatura de Filipe Sabará a prefeito de São Paulo, por decisão do Conselho de Ética da legenda. Segundo apurou Crusoé com fontes próximas à cúpula do Novo, um dos principais motivos para a decisão foram as inconsistências apresentadas pelo candidato em seu currículo.

A formação acadêmica e o histórico profissional de potenciais candidatos da sigla são itens considerados fundamentais pelo Novo durante o famoso “processo seletivo” da legenda. Mas Sabará parece não ter tido o zelo exigido aos aspirantes a cargos eletivos, que independe de agremiações às quais pertençam, na hora de expor ao público suas informações pessoais. Há dias, Crusoé identificou uma série de incongruências no perfil profissional do candidato publicado na rede LinkedIn, apuração que inclusive levou Sabará a tirar do ar informações que constavam de sua página no último domingo. 

Inicialmente, o site informava que Sabará havia cursado Relações Internacionais na FAAP, Comércio Exterior no Centro Universitário Ibero-Americano e, ainda, pós-graduação em Marketing e Comunicação Digital na Belas Artes. Nenhum desses cursos, no entanto, chegou a ser concluído. “Ele nunca disse que concluiu”, justificou a assessoria do candidato. Sabará dizia, ainda, que tinha “especialização em Políticas Públicas pela Johns Hopkins University”, nos Estados Unidos, mas o diploma em questão se tratava tão somente de um certificado emitido pela organização Comunitas, referente a um curso de cinco dias realizado na universidade, em 2019. Posteriormente, Sabará retificou o texto para “capacitação em Lideranças Públicas na Johns Hopkins University”. Agora, o perfil informa que o curso de pós-graduação está “trancado”, dado que não era público até então. 

Todas as inconsistências encontradas foram alvo de questionamentos por Crusoé à assessoria do pré-candidato dias antes das “retificações” (confira neste link o currículo apresentado pelo candidato antes das alterações). Confrontado com as informações, Sabará sustentou que tinha graduação em Marketing pela Faculdade de São Paulo, ligada ao grupo Uniesp e à Universidade Brasil. De acordo com o diploma encaminhado pelo candidato à reportagem, ele fez o curso de tecnólogo entre 2007 e 2010. O curso, porém, só foi reconhecido pelo Ministério da Educação em 2011, um ano após a formatura do candidato, e extinto pelo próprio MEC em 2019. O reconhecimento é obrigatório para que um diploma seja válido no Brasil.

Os problemas não param aíCrusoé apurou que o processo administrativo do Ministério da Educação a partir do qual a graduação foi descredenciada faz parte de uma investigação do Ministério Público Federal em São Paulo sobre irregularidades cometidas pela Universidade Brasil. Fontes com conhecimento do inquérito afirmaram à reportagem que “existem indícios de que a instituição validou diplomas falsos”. Sabará explicou que o diploma apresentado foi expedido em 2017 porque ele retirou o documento somente nessa data, em “segunda via”. 

Ocorre que, em contato telefônico com a Faculdade de São Paulo, Crusoé foi informada que a instituição de ensino não possuía registros de Filipe Sabará, nem em seu nome, nem em seu CPF. Pela decisão do MEC que extinguiu o curso, a instituição seria obrigada a manter os registros dos ex-alunos. Questionado, o candidato orientou a reportagem a procurar a reitoria da Universidade Brasil, que se limitou a ratificar que “o sr. Filipe Tomazelli Sabará se formou no curso de Tecnologia em Marketing pela Faculdade de São Paulo”.

O jogo de esconde-esconde prosseguiu, desta vez, envolvendo dados triviais. Filipe Sabará e a Universidade Brasil não forneceram à reportagem o histórico escolar usado na emissão do diploma, um documento público. O candidato ainda se recusou a mostrar uma cópia de seu Trabalho de Conclusão de Curso, alegando tratar-se de “informação pessoal”. A assessoria do candidato disse ainda não ser possível mostrar outros trabalhos apresentados no decorrer da graduação porque o curso foi concluído “há 10 anos”, e não há mais cópias desses registros, em virtude de mudanças de endereço do empresário.

A candidatura de Sabará — agora  enrolado em uma polêmica similar àquela em que se envolveu Carlos Alberto Decotelli, que deixou o comando do Ministério da Educação antes mesmo de assumir o cargo formalmente por problemas em seu currículo — já vinha sendo questionada por filiados e dirigentes da legenda, incomodados com declarações favoráveis a Jair Bolsonaro e elogios a Paulo Maluf. Também repercutiu negativamente a pecha de “velha política” atribuída ao Novo em razão da nomeação, por indicação de Sabará, da mulher do presidente do partido na capital paulista para o posto de presidente do Fundo Social de São Paulo na gestão de João Doria. 

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Seria muito bom se todos os partidos tivessem esse rigor na seleção dos seus políticos. Parabéns ao Novo e estou com êles!!

  2. Não foi só isso. Num programa da Jovem Pan ele citou como exemplo de melhor prefeitura o Paulo Maluf, um dos maiores corruptos conhecidos no Brasil, além disso o valor declarado ao TSE estava minorado, tendo que, por pressão, alterar para um valor bem superior. O NOVO tem princípios fortes e quem não segue tá fora. Se isso não acontecer, acho que a maioria dos apoiadores (contribuintes) como eu, pula fora. Queremos só bons exemplos.

  3. Quando o país assume esse aspecto de "casa da mãe... ".. Essas coisas acontecem em série.. É como se as pessoas achassem q tá tudo tão bagunçado q tanto faz.. Tudo tão corrompido.. q ninguém se importa.. Tão fácil, oportunistas bravateiros estarem em posições de destaque, q parece q nada faz diferença. Claro está q isso não muda o caráter das pessoas.. mas estabelece, aparentemente, "condições mais propícias" para q os mau caráter atuem.. e assim acontece.

  4. Aplausos a Crusoé p denunciar a inconsistência e ao Partido Novo p atitude enérgica. Mantenho minha profunda admiração pelo Novo...

    1. Exatamente! Por mais que se faça tudo corretamente, nada é 100% isento de equívocos. O importante é identificar rapidamente e tomar as atitudes corretas pra corrigir os erros o quanto antes. Parabéns ao Novo! Tenho certeza de que os próximos processos seletivos serão mais rigorosos na checagem dos dados!

    2. Exato, o Partido Novo demorou um pouco mas fez o certo, abriu investigação para analisar o caso. Pouquíssimos (nenhum?) partido faria o mesmo.

  5. Esquizofrenia pura!! Uma OAB mantendo a cultura do exame de ordem ao invés de investir na qualidade da formação universitária. As cotas empurrando para dentro das universidades utilizando como critério cor da pele e condição financeira. O que é currículo no Brasil, afinal! Deus nos acuda!!!!

  6. A candidatura dele caiu pq o dono do partido quis essa é a verdade e este site tenta fazer essa volta toda para na reconhecer isso, caiu pq o partido Novo na mão de João Amoêdo e velho igualmente aos outros. um partido que se diz novo não pode ser comandado por um sujeito que se comporta como tirano pq isso que ele faz dentro do partido, outras candidaturas caíram em outros lugares ou não foram aceitas pq o dono do partido não quis. Espero que este site faça levantamentos de outros candidatos.

    1. Daniel, sinto muito, mas você está muito enganado: João Amoêdo não é mais presidente do Novo desde o início de março deste ano!

  7. Não estou entendendo!!! Precisou a Crusoé investigar o que estava ocorrendo? Votei nos candidatos do NOVO, continuarei votando mas, após as declarações do Amoedo contra os comentários desse senhor candidato, a direção deveria ter feito imediatamente esse trabalho.

  8. ISSO ME LEMBRA OS CURSOS QUE O BERNADO CABRAL FAZIA NA SORBONNE, PARIS. ALUGAVA UMA SALA E DAVA UM CURSO DE UM MÊS E O PESSOAL VOLTAVA COM "CURSO NA SORBONNE", GRANDES INTELECTUAIS. ISSO PRECISA ACABAR GENTE DESQUALIFICADA, SE MENTE NO INICIO IMAGINA NO FINAL

  9. Graças a Deus, eu como filiado ao partido NOVO, me recuso a pagar a anuidade com esse cara concorrendo a prefeitura de SP!!! Não da mais pra ter "QI" nesse meio... te ajudo daqui que voce me ajuda de lá. Ainda estou refletindo se vou querer continuar filiado ao NOVO!! Ou mantêm nossa diretriz em pró do Brasil, sério, pra acabar de vez a mamata do Estado, ou estou fora!!!

    1. Nenhuma Instituição é perfeita. O importante é ter princípios nobres e estar sempre buscando o aperfeiçoamento, como faz o Novo! Além do mais, esse partido tem seus próprios filiados como fiscais do que acontece nele, e isso funciona como mais uma ferramenta de pesos e contrapesos do Novo. Por isso também, esse partido é tão especial!

  10. Pela leitura do texto, não perdemos nada, aliás, ganhamos. Faltando agora todos os outros candidatos picaretas para a prefeitura da maior cidade da América do Sul: um pior do que o outro. Quem nos acudirá?

    1. Um horror. Nao temos ninguem! a politica brasileira virou ninho de corruptos, incompetentes. Quem nao compactua com isso nao entra

    2. VARLICE, excelente observação! O despreparo intelectual dos próceres brasileiros é assustador. Um consultor internacional, que conhece muito bem o Brasil, não se cansa de enfatizar tal ponto. Permita-me apenas um acréscimo ao que você disse sobre São Paulo, onde vivi por vários anos: trata-se da cidade mais populosa das Américas. Não deveria ser governada por uma perereca bravateira qualquer! Ou por algum sapo boi gigante, que não consegue emprego alternativo. O Brasil merece mais que isso.

  11. No fundo, no fundo, Raimundo, o brasileiro valoriza a educação. Pasme, mas isso se aplica tb a políticos que preferem, entretanto, driblar o trabalho duro exigido por uma educação de qualidade. Nem mesmo diploma de cursos de fim de semana certos caras logram exibir! E superabundam cursos dirigidos por picaretas. Será que Dilma Rousseff concluiu o curso se mestrado em economia? Ela não se apresentava como doutora quando candidata à presidência? Ah, somente um prócer do País nasceu onisciente!!!

    1. Se há só um onisciente, porque nasceu tudo sabendo, existem os donos de húbris concentrado. E não releguem capadócios que receitam óleo de cobra para qualquer enfermidade. Não, não estudaram ciências. Aparentemente estudaram pouca coisa de valor, mas há prêmios no Brasil para tanto. Os mais admiráveis são os politólogos de araque, capazes de bater os ociólogos praieiros. Um deles encheu o peito, cheio de farofa, e declarou que a democracia se faz com políticos. Ah, e a cleptocracia, também!!!

  12. Esse João Amoedo é um grande enganador, pois pela reportagem quem foi atrás das informações foi a imprensa e diante de tantas evidências teriam de tomar uma atitude.

    1. Isso mesmo, Francisco! O Novo é um partido transparente e ético. Se existem problemas, ninguém joga pra debaixo do tapete: resolve-se e se dá publicidade às ações institucionais. Nada mais Novo que isso na política brasileira!

    2. Justamente ao contrário, o Amoedo está sendo criticado por ser contra a candidatura do Felipe Sabará. Estamos assistindo mais uma vez bolsonaristas x opositores do bolsonaro. Fez bem o Novo de abrir o processo, outros partidos dificilmente fariam o mesmo.

  13. Partido Novo mostrando a que veio, tendo coerência com suas diretrizes, o que deveria ser normal, soa estranho. Sinal que nós como nação estamos doentes.

    1. Como deixaram esse maluf-bolsonarista ser candidato pelo partido à prefeitura da maior cidade do país?

  14. Como filiado ao NOVO desde março envio Parabéns efusivos ao João Amoêdo por ter tomado a iniciativa que questionar o diretório nacional do Partido sobre esse candidato. Tchau Sabará!

  15. Muito boa a atitude do Novo, tanto em suspender em caráter liminar a candidatura, quanto deixar os motivos em segredo até o Sabará se defender. Geralmente a pessoa já é condenada só de aparecer os fatos na imprensa, nisso pelo menos o NOVO esta tendo o zelo de não fazer

  16. Dessa forma vamos eliminando aos poucos pessoas que só querem enganar e mentir.. parabéns ao partido, está na boreste moralizar a política porque está feia a coisa.

  17. Decisão acertada. Continuo apoiando o Novo. E, Novo, atenção com o processo de checagem de currículo de candidatos a candidatos do partido. É preciso revisar para que não tenha que agir próximo às eleições como neste caso. Em frente!

  18. Melhor um candidato com um perfil menos robusto que um currículo duvidoso. Aliás o mais importante na conjuntura atual é a qualidade ética. Se o Novo se mantiver vigilante, pode ser um saída para o país.

  19. O NOVO deve aprimorar seu processo seletivo, validar criteriosamente os pleiteadores de candidaturas, com histórico escolar, antecedentes criminais, certidões negativas, etc. Um verdadeiro escrutínio a prova de ataques dos adversários de baixa ou nenhuma reputação. Esse Sabará me parecia uma farsa mesmo.

    1. Seleção.. é uma coisa. Dia dia é outra. Passo para medicina. Mas exercer? Posso não ter este dom. Qual o único partido que age? , rem comitê que decide. Ótimo Sou filiada e

  20. Quer que elogie Bolsonaro, Maluf (que a meu ver são a mesma desgraça) tem que ser investigado pq há muito a esconder. Muito bem fez o Novo que identificou a fraude e imediatamente suspendeu o candidato.

  21. A corrupção é inerente ao ser humano, pode se corromper ou não. Claro que existem partidos com mais ou menos corruptos. Muda Brasil.

  22. Na qualidade de eleitor simpatizante com o Partido Novo imploro, não me decepcione também, aceitando candidatos com perfis complicados como esse. Escolham melhor seus candidatos, senão nós seremos enganados de novo.

  23. Sou de Sorocaba. Participei do Novo com a esperança de contribuir para um NOVO jeito de fazer política. Tínhamos pré candidatos íntegros com currículos verdadeiros. Não passaram no “criterioso processo seletivo”. Uma farsa!!! O primeiro pré requisito era depositarmos R$ 60.000,00 na conta do Novo. Conseguimos depois de muito esforço, Nunca mais soube desse dinheiro. Pensei em processar o Novo por estelionato. Não vale a pena gastar meu tempo. Bando de incompetentes, arrogantes e mentirosos.

  24. Louvável a atitude do partido NOVO. Espera-se que a candidatura do Badaró não se concretize e que outro candidato seja apresentado. Ainda não tenho candidato e estou propenso a votar no candidato do NOVO mas não no Badaró.

    1. Eu citei erroneamente o nome Badaró. Corrijo para Sabará.

  25. Cacete. Até no Novo há picareta. O Brasil é o país dos picaretas, começando pelo presidente genocida que foi expulso do exército por deficiência psicológica e ética seríssimas. Basta os relatórios preparados pelo próprio exército sobre o genocida.

    1. Roberto. Claro que não. Para as pessoas inteligentes vale a regra: Bozismo = Lulismo! Morou?

    2. Verdade Déborah. Pobre de quem acredita que os militares não mentem para atingir os seus objetivos políticos.

    3. Mais agora os militares de AGORA dizem que o presidente está sendo perseguido. Coitado do presidente, Mito,EVANGÉLICO TERRÍVELMENTE

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO