Reprodução

O aloprado de Bolsonaro

O auditor do TCU Alexandre Silva Marques, criador de um documento paralelo que falseia os números de mortes por Covid, enreda Jair Bolsonaro numa possível operação planejada para aliviar a barra do presidente na CPI
11.06.21

De manhã cedo, Jair Bolsonaro cultiva o hábito de participar de uma conversa com uma claque de apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada. Não foi diferente na manhã de segunda-feira, 7, exceto pela gravidade da revelação. Em tom de regozijo, o presidente afirmou que um relatório do Tribunal de Contas da União, o TCU, ainda não divulgado, mostraria que metade das mortes por Covid-19 registradas no ano passado teriam, na realidade, outras causas. Bolsonaro foi além: disse que já havia repassado o documento “para três jornalistas” com quem ele “conversa” e que “à tarde” ele seria divulgado – menos pela imprensa tradicional, que, segundo ele, não iria dar trela para o material. “Está muito bem fundamentado, todo mundo vai entender, só jornalista não vai entender”, completou.

Embora tenha virado costume naturalizar atos e declarações absurdas de Bolsonaro, as palavras do presidente não só são revestidas de enorme peso institucional como geram consequências para o país e para si próprio – ou ao menos deveriam gerar. Nesse caso específico, o presidente pode ter feito ali a confissão de um crime, a depender do desenrolar da investigação já em curso pelo TCU, pela CPI da Covid no Senado e do desenlace de uma possível apuração pela Polícia Federal.

Conforme revelou Crusoé com exclusividade na terça-feira, 8, o documento ao qual o presidente se referiu, intitulado “Da possível supernotificação de óbitos causados por Covid” , foi produzido pelo auditor – agora afastado — do TCU Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques e inserido por ele num sistema interno dos servidores da corte às 18h39 do domingo, 6. Ou seja, horas antes de Bolsonaro alardear ter o material em mãos e repassado a “três jornalistas”.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéBolsonaro pode ter cometido crime ao usar documento falso a seu favor
O documento dizia, com base numa oscilação da variação média de óbitos entre 2019 e 2020, que “isso pode ser um indício de que a pandemia causou efetivamente cerca de 80 mil óbitos em 2020, 41% dos quase 195 mil óbitos registrados pelas secretarias estaduais de saúde como decorrentes da Covid-19. Os outros 115 mil óbitos apontados como consequências da pandemia podem ter, na verdade, outras causas mortis”.

Lançar uma cortina de fumaça sobre o número real de óbitos por Covid no país seria mais do que conveniente à narrativa de um presidente fustigado por uma CPI e cuja popularidade derrete. Ocorre que, embora Bolsonaro tenha tentado conferir ao relatório ares de documento oficial do TCU, o material é uma mistureba de análises pessoais do auditor com trechos de um acórdão do tribunal que versava sobre critérios para transferência de recursos aos estados, com base em dados de óbitos por Covid declarados pelas Secretarias Estaduais de Saúde. A montagem jamais foi chancelada pela corte, conforme o TCU afirmou e reiterou ao longo da semana ao menos três vezes. É aí que as coisas começam a se complicar para Bolsonaro.

O presidente pode até fingir não entender qual é a natureza da função que exerce e para a qual foi escolhido pelos eleitores, mas é de praxe que qualquer denúncia que ele receba – e ali continha uma acusação grave, qual seja: a de que secretarias estaduais poderiam estar superestimando o número de mortes por Covid – deve ser submetida, num primeiro momento, para análise da subchefia de assuntos jurídicos da Casa Civil. E, eventualmente, encaminhada ao Ministério da Justiça ou à Controladoria-Geral da União para tomada de providências cabíveis. Sob pena de o mandatário responder por crime de prevaricação.

Alex Pazuello/SecomAlex Pazuello/SecomA suposta supernotificação de mortes por Covid foi desmentida pelo TCU
Bolsonaro preferiu correr, no entanto, para fazer uso político do material, a fim de falsear os dados de mortes por Covid e aliviar a sua situação na CPI, cujos trabalhos já mostram a sua imensa responsabilidade sobre a tragédia da pandemia que já ceifou a vida de 480 mil brasileiros. Na quarta-feira, 9, depois da sequência de desmentidos do tribunal, o presidente disse que “apenas” se “equivocou” ao ter trocado o termo “acórdão por tabela”. Na sequência, admitiu que a “tabela” havia sido produzida, veja só, “por gente que está ao meu lado”. Ou seja, Bolsonaro fez ali uma nova confissão.

Diante dessa paisagem enfumaçada, é fundamental que as investigações reconstituam o que ocorreu entre as 18h39 de domingo, 6, ou seja, o momento em que o auditor agora afastado do TCU inseriu o texto de sua autoria num sistema interno de auditores do tribunal, e a manhã de segunda-feira, 7, quando Bolsonaro reconheceu ter remetido o “relatório paralelo” a seus amigos na imprensa, para ser publicado “à tarde”. De acordo com o que apurou Crusoé, Bolsonaro, ao menos naquele momento com a sua claque, não bravateou. O texto realmente foi parar nas mãos de um repórter do site R7 – o portal pertence à Igreja Universal do Reino de Deus, hoje apoiadora de primeira hora do presidente. Às 14h53 daquele mesmo dia, o texto contendo trechos do relatório confeccionado pelo auditor do TCU estava no ar. O repórter autor da matéria diz que recebeu o documento de “fontes do Palácio do Planalto”.

Nesta quinta-feira, 10, a CPI da Covid aprovou requerimento pedindo o levantamento dos sigilos do auditor Alexandre Silva Marques. A quebra dos sigilos telefônico e telemático do servidor afastado do TCU contribuirá para elucidar como o documento chegou às mãos do presidente. Se ficar comprovado que Bolsonaro sabia que estava recebendo e repassando a terceiros o produto de um crime cometido pelo auditor, o presidente pode incorrer em crime de responsabilidade passível de impeachment, segundo especialistas ouvidos por Crusoé. Agora, caso ele esteja envolvido de alguma maneira na produção do relatório paralelo, além do crime de responsabilidade, Bolsonaro pode ser enquadrado no Artigo 297 do Código Penal, que trata da falsificação de documento público. A pena prevista é de dois a seis anos de reclusão e multa. Se o agente é funcionário público e comete o crime prevalecendo-se do cargo, o que é indiscutível no caso do auditor, a pena pode ser aumentada em um sexto. É preciso investigar se Alexandre Silva Marques obedeceu ordens.

No escândalo dos aloprados do PT, em 2006, petistas foram presos pela PF num hotel de São Paulo, com o equivalente a mais de 1,7 milhão de reais em espécie. O dinheiro era para comprar um dossiê falso contra José Serra, que concorria contra Aloizio Mercadante ao governo de São Paulo. À época, Lula se apressou em dizer que não tinha nada a ver com aquilo, que se tratava de “um bando de aloprados”. Bolsonaro não atribuiu uma culpa ao auditor. Nem disse que o servidor errou. Pelo contrário, confessou, como se estivesse falando sobre algo corriqueiro e absolutamente normal, que o material foi produzido por “gente que está ao meu lado”.

O perfil do servidor afastado do TCU revela que, de fato, pode haver algo de muito mais podre na história – como restou comprovado no episódio petista. O histórico mostra que Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques não é um mero funcionário da corte de contas. Ele tem costas quentes. Na verdade, quentíssimas. Há um episódio, em especial, que causa espécie. Em 2019, Alexandre Silva Marques foi convidado pelo BNDES para assumir a diretoria de compliance. A instituição é presidida por Gustavo Montezano, amigo pessoal de Eduardo Bolsonaro, filho 03 do presidente, a quem Silva Marques também seria ligado.

Crusoé apurou que Montezano fazia questão de tê-lo como quadro do banco, por se tratar de uma pessoa de sua inteira confiança. Acontece que uma resolução do TCU, de 1989, veda a cessão de servidores para atuar no Executivo, a fim de evitar conflitos de interesse. As liberações são excepcionais e devem ser autorizadas pela presidência do tribunal. Após uma sinalização de que a autorização seria negada, o próprio presidente Bolsonaro ligou para o então presidente do TCU, José Múcio Monteiro, para pressionar pela liberação do auditor. Foi exatamente o que você leu. Um presidente da República telefonou para a autoridade máxima do TCU, pedindo para que um auditor do tribunal fosse liberado para outro órgão federal. A inciativa incomum de Bolsonaro pode ajudar a puxar o fio do novelo que leva à origem da nova operação aloprada, envolvendo a confecção de um documento não oficial, feito sob medida para atender a conveniências do presidente.

Agência BrasilAgência BrasilO ex-presidente do TCU José Múcio Monteiro foi pressionado por Bolsonaro para ceder Alexandre Silva Marques ao BNDES
Morador de Jundiaí desde 2015, mas dono de imóveis em Brasília, Alexandre Silva Marques, de 42 anos, diz em seu currículo que é primeiro-tenente fuzileiro naval reserva da Marinha. Em sua página do Facebook, ele costuma divulgar vídeos e posts onde expõe suas opiniões políticas. Não raro, endossa as teses esgrimidas pelo governo federal, como a defesa do tratamento precoce. Numa das postagens de 23 de dezembro de 2020, recorreu a um léxico bem conhecido do bolsonarismo ao comentar que prefeitos da Baixada Santista iam manter o comércio aberto, contrariando a determinação do governador de São Paulo, João Doria, a quem ele se referiu como “gestor de Miami”. “Chega de autoritarismo calça justa”, afirmou. Desde março, o auditor ocupava o cargo de supervisor do Núcleo de Supervisão para o Aprimoramento das Atividades de Controle Externo, cujo salário é de 35 mil reais. O cargo não existia até o final de 2020, quando foi criado pelo TCU. Segundo integrantes da corte, a função da vaga é dar suporte a todas as auditorias realizadas pela corte.

Durante a semana, antes de ser anunciado o seu afastamento do TCU por 60 dias, por ordem da presidente do tribunal, Ana Arraes, razão pela qual o auditor não poderá mais acessar os sistemas do tribunal e nem mesmo entrar no prédio da corte, ele cometeu uma inconfidência que adiciona novos elementos à trama. Apesar da clara tentativa de Alexandre Silva Marques se livrar de um processo, a revelação pode ter o condão de complicá-lo ainda mais e encalacrar o presidente da República. Ele disse a seus superiores no TCU que comentou o conteúdo de suas análises pessoais com seu pai, Ricardo Silva Marques, a quem, segundo o auditor, coube entregar o texto ao presidente.

O terceiro personagem da história, como revelou Crusoé na quarta-feira, 9, é coronel da reserva e gerente executivo de Inteligência e Segurança da Petrobras, cargo que ocupa por indicação de Jair Bolsonaro desde 2019, mesmo ano em que seu filho foi indicado ao BNDES. Bolsonaro e o pai do auditor afastado do TCU nutrem relação de longa data: em 1977, foram colegas na Academia Militar das Agulhas Negras, a Aman. Desde que assumiu o posto de terceiro escalão na estatal, Ricardo Silva Marques se tornou habitué da cúpula do Poder Executivo, com visitas frequentes ao gabinete de Bolsonaro. Marques chegou a ser recebido por Bolsonaro no Palácio da Alvorada em uma manhã de sexta-feira, às vésperas do Ano Novo, em 2019. Em novembro de 2020, o pai do auditor afastado foi escalado para compor um comitê do Planalto para examinar a segurança de infraestruturas críticas do país, coordenada pelo Gabinete de Segurança Institucional, comandado por Augusto Heleno.

ReproduçãoReproduçãoRicardo Silva Marques, pai do auditor afastado, é gerente da Petrobras
Confirmada a versão de Alexandre Silva Marques de que o seu pai levou o material que ele mesmo produziu a Bolsonaro, restaria saber até que ponto vai a participação do presidente na trama para produzir um documento apócrifo, mas com ares de oficial, confeccionado com o claro propósito de alimentar a mentira sobre o número de óbitos por Covid.

A presidente do TCU, Ana Arraes, determinou o afastamento preventivo do auditor na quarta-feira, 9. A ministra abriu processo administrativo disciplinar contra o servidor e também pediu à Polícia Federal que investigue a conduta de Alexandre. Arraes atendeu às sugestões do corregedor do tribunal, Bruno Dantas. Em um despacho publicado na quarta, Dantas revelou a “perplexidade geral” causada pelas declarações de Bolsonaro e disse que “as revelações apontam fatos que, se comprovados, se revestem de extrema gravidade, na medida em que, além da possível infração disciplinar, atingem de maneira severa a credibilidade e a imagem institucional do Tribunal de Contas da União”. Caberá à PF investigar o caso e decidir se o indicia ou não. A dúvida é se a Polícia Federal, hoje controlada por Paulo Maiurino, ousará apontar a lupa para Bolsonaro. De todo modo, a CPI, com os sigilos do auditor aloprado em mãos, terá a obrigação de cumprir esse papel.

Com reportagem de André Spigariol e Luiz Vassallo
Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Ao tomarmos apenas este episódio, descobrimos como é fácil conseguir empregos muito bem remunerados neste país, basta ser um militar bolsonarista que logo é designado a um tribunal, banco ou estatal tipo Petrobrás ou Itaipu. Vagas é que não faltam. Nesta altura, a meritocracia foi para o espaço do Ministro astronauta!

  2. Essa reportagem é assustadora. A teia tecida por essa aranha venenosa que desgoverna o país, mostra claramente as entranhas desse governo criminoso. O general Geisel disse, naquele então, que ele era um mau militar. Hoje, o Brasil e o mundo veem que ele é um péssimo presidente. Até quando...

  3. O Sr Jair Messias Bolsonaro há muito vem demonstrando que não tem preparo, não tem cultura que é um politiqueiro igual a Lula

  4. Santo pai! Q aconteceu com vocês? 3 anos sem corrupção no governo federal! O país q se deu melhor na pandemia! Q todos outros. Bolsonaro super inteligente , peitando todo o sistema podre do Brasil. Será q não entendem q a mídia canalha engana vocês!? Acorda meu? Vão tentar enfiar o Luladrao no seus tuins. Será q tem q desenhar? Olha Venezuela, Argentina,cuba, Bolívia! Pqp . Ou então vocês são todos VAGABUNDOS! Não tem outra definição!

    1. Esse Ricardo só pode estar sendo pago pra escrever essa bobagem. Ninguém é verdadeiramente tapado a esse nível.

    2. Ardo, ele desmontou e aparelhou órgãos de investigação e colocou um petista na PGR e um juiz fake no STF. Acha mesmo q os crimes dele chegarão a condenação? Acorda bovino mortadela, bozo e lula são as faces opostas de uma mesma moeda. Imbecil!!! 🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🤡

    3. Eu votei em Bolsonaro más cheguei a conclusão que é o mesmo Lula

    4. O palhaço tem alguma condenação? Do Bolsonaro?! O Luladrao tem ! Assunto e encerrado!

    5. Kkkkkkk sem corrupção é uma piada boa. Olha q engraçado, ate hoje os mortadelas acham q o Lula é inocente. Impressionante como os bovinos são terrivelmente iguais aos mortadelas...

  5. Até quando vamos aguentar esse louco como presidente? Ate quando os brasileiros permanecerão cegos diante de tantos crimes. Brasileiros morrendo e as atitudes piorando. Um Congresso que se vende. Decepções no STF. Chega. Vamos acordar? Isso é sério. São vidas que se vão e hipocrisia apoiada por grupos financeiros fortes. Acorda Brasil.

  6. Sujeitinhos repugnantes esse maldito marginal broncossauro, seus pares, seus capachos e seus demais amestrados broncossáuricos... REPUGNANTES!!!!!

  7. paguei a assinatura anual do Antagonista e Crusoe em maio21, atraves de cartão de credito, valor R$157,00. Como posso estar com minha assinatura atrasada? favor verificar. obrigado. Vera Moraes

  8. O passeio de hoje, movimentou a economia em alguns milhões de reais. Só isso ja seria uma boa causa. No entanto pessoas só enxergam o buraco do queijo, quando se trata do Presidente. Outros roubaram bilhões e mandaram bilhões para países comunistas. Quanto a mortandade no País, é visível que o numero de mortes por COVID gerada pela imprensa causa medo e terror, o que facilita bandidos a roubar. O que em outros governos se fazia sem problema.

    1. Gado da bozolandia vê a disseminação do vírus e gasto de milhões para fazer a proteção do Bozo como movomento de econômica positivo. Gado do Bozo vive num mundo paralelo onde tudo é uma maravilha, não existe vírus mortal e o presidente não trabalha para ver o seu povo sofrer e morrer.

  9. Do passeio de motobozolistas de hoje, sobrou um custo de mais de 1,2 milhão de reais para o governo paulista… além da citação dos dados desse aloprado e da farta distribuição de quentinhas aos fiéis manifestantes! Campanha eleitoral em franco andamento, paga pelos contribuintes!

  10. Cadeia para os três. Estou desistindo deste país, vou tirar minha cidadania, vender tudo é desertar, está muito ruim a situação, sem perspectiva de Arthur Lira aceitar abertura de um dos processos de impeachment.

  11. Quanto mais provas, melhor, mas acho que não há mais dúvidas quanto ao (mau) caráter do mito. Não passa de um MALANDRO CAIPIRA. Nossa única arma de defesa está em 2022. Temos que votar no candidato de centro melhor colocado nas pesquisas, já no primeiro turno, evitando os extremos, pois não sei qual é pior ...

  12. O desrespeito as regras e leis são esmagadas pelas botas desse capitão. Ele não respeita nada, é como se não existissem para ele.

  13. 1 - A SAJ (Subchefia para Assuntos Jurídicos) há muito saiu da Casa Civil e foi, junto com seu antigo subchefe, para a Secretaria Geral da Presidência da República. A única coisa que não mudou, no atual governo, é que ela continua na esfera de influência da PM-DF.

  14. A mentira é e será uma das artimanhas usuais deste desastroso governo do Jair, na tentativa desesperada de salvar a eleição no primeiro turno em 2022. Nada impedirá o Jair e sua GSI de “arquitetarem” peças de todas as naturezas para “salvarem a pátria” tentando mantê-los no Poder. Taoquei?

  15. Aloprado, no sentido gerado depois do caso dos petistas, quer dizer mentisoso irresponsável e desonesto que atua num contexto de fanatismo político. O, tomara, ex-auditor do TCU, claramente, não é o único nem o maior aloprado nessa história.

  16. Até qdo? o Bananal segue sendo uma Capitania Hereditária, onde picaretas vão encaixando seus parentes, amigos e comparsas. Tudo bem pago pelo contribuinte, enquanto isso, os problemas de verdade do país seguem sem solução. se esses lugares fossem tomados por profissionais de currículo no mercado seria diferente. A máfia instalada nos poderes não permite que a sociedade avance, esses burocratas aliados impedem e matam quaisquer chances de sucesso

  17. Tudo indica que o senhor Jair Bolsonaro quer competir com o senhor Maduro no quesito "quem consegue destruir mais rapidamente o seu país".

  18. Bolsonaro, alem de psicopata e genocida, não possui grande inteligência, nem os “ colaboradores” que o cercam. Será que eles imaginavam que esta história colaria, que ninguém investigaria, que o TCU deixaria por isso mesmo, que a imprensa não denunciaria?

    1. Ele é louco mas não burro. Sem vergonha é quem aceita trabalhar e ser humilhado por ele . Agora a vez do Queiroga.

  19. Cadeia p Bolsonaro. Perplexidade é pouco p o q está ocorrendo com relação as atitudes desse aloprado , o Presidente da República!!! Fora Bolsonaro!!! E eu votei n

    1. E eu votei nele com as promessas de uma nova política!!!! Que canalha!!! Além de tentar desmoralizar tantos homens honrados !! Merecia ser linchado esse genocida psicopata

    1. Esse cidadão tem o “toque de Midas às avessas”: tudo de que se aproxima, desfalece!

  20. Vai ficar por conta da CPI alguma atitude mais eficaz contra o aloprado, quanto ao pangaré sociopata dificilmente será deposto a não ser pelo voto popular.

    1. Briguei muito para tirar o PT do governo na expectativa de mudanças e não pelo mais do mesmo. Bolsonaro está conseguindo ser muito pior que o PT.

    2. Trocamos uma OCRIM por outra,e o pior é q essa é comandada por um MILICIANO pisicopata e IMORAL....

    1. É o que eu chame de "lavagem de porco bolsonarista". Eles estão percebendo que o rebanho está cada vez mais reduzido em número, aí forçam a barra com essas atitudes absurdas, tentando gerar factoides mentirosos mas revestidos de oficialidade governamental, para reforçar o pasto do rebanho bovino cada vez mais sedento por mentiras. O resultado é esse teatro absurdo para os sãos e inteligentes, mas teoria conspiratória das mais sérias para o rebanho de idiotas úteis que eles controlam.

  21. A bandalheira geral do Bananão instalado deve à falta de efetivas medidas contra a bandalheira por parte dos que assim deveriam agir - institucionalmente, pessoalmente, e outros "ente" - mais essa situação esdrúxula vinda do desgoverno que assola o país, de modo que o minto consegue continuar fazendo o seu número preferido e, "sem temer a perigo nem ruína" (como na letra da grande música de Zé Ramalho), achincalhar geral e colocar seus particulares na frente dos bois que o seguem até o brejo...

  22. BOLSONARISTAS = os EXEMPLOS EXCECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  23. Nem li a reportagem mas já ou contestar o título. O aloprado de Bolsonaro é Bolsonaro, esse é o principal, certamente há outros no desgoverno dele.

  24. Bolsonaro faz essas patifarias porque tem certeza de impunidade e não liga para a repercussão que isso possa ter junto aos órgãos competentes para a apuração desses crimes. Estamos reféns.

  25. Pelo andar da carruagem a pf, nada fará ao pr. Ficará td nas costas do auditor. O pr é esperto, seus movimentos são bem articulados. Parabéns à Presidente do TCU, foi mais corajosa que o comandante do exército.

  26. País de corruptos, aloprados, invasores de terra, pedófilos, feminicidas, franco-atiradores - foi nisso que se transformou o Brasil do atual século!! O país retrocedeu de maneira impressionante! A sociedade brasileira está doente e não vai se curar com o STF que aí está.

  27. Tentam massacrar o rapaz porque não está de acordo com a revista. Você são podres e deram derrotados. Obs. Só um imbecil acredita tanta morte por covide! Será q vocês perderam os únicos neurônios q tinham. KD. Zica,dengue,pneumonia,tuberculose, câncer,AVC, Etc.etc.etc.

    1. A cloroquina tá derretendo o que sobrou do cérebro do gado.

    2. A cloroquina tá derretendo o que sobrou do cérebro do gado .

    3. E eu que achava que dessa vez ninguém iria passar pano... e a zoeira never ends... rsss

    4. Acho que muitos da desimprensa estão com falta de soldo do governo. Fato.

    5. Não Ricardo, ele está sendo massacrado por incompetência e má fé de sua própria pessoa. Você pode achar normal e relativizar o ato de mentir e deturpar, mas nem por isso a sociedade tem que aceitar isso como normal. Falta integridade, humanidade e caráter na trupe de bolsonaristas inúteis.

    1. Esse Ricardo deixa claro até nessa revista circula gente da estirpe dele. temos que purificar a revista.

  28. A vou da covid tem que produzir um relatório denso e gordo sobre a prática sistemática do genocidio friamente premeditado contra o povo.

  29. MAIS UMA 💩 QUE ESTE IMBECIL ACABA DE FAZER. A PERGUNTA É A SEGUINTE: COMO UM SOCIOPATA QUE NÃO ESCONDE AS AÇÕES CONSEGUE SE MANTER NO PODER. EM PARTE SABEMOS QUE HOJE OS PRESIDENTES DAS CASAS LEGISLATIVAS SÃO BANDIDOS ESCOLHIDOS POR ESTE ACÉFALO E O CENTRÃO QUE TAMBÉM ATENDE PELA ALCUNHA DE ORCRIM DÃO A SUSTENTAÇÃO PARA ESTE DESCALABRO. COMO SE TUDO NÃO FOSSE O BASTANTE AINDA TEMOS UM JUDICIÁRIO EM SUA MAIORIA CONIVENTE COM ESTES CRIMES COMETIDOS DIARIAMENTE. UMA SÓ JUSTIÇA SOB A LEI ! 🚔🔪☠

    1. O CONGRESSO FOI COMPRADO POR TRINTA MOEDAS. ESSE É UM PAÍS SEM FUTURO.

  30. Se houvesse realmente uma reforma administrativa séria, não haveria no serviço publico essa figura asquerosa serviçal e pejorativa de aloprado do mandante da vez na administração pública ou interferências na PF, TCU ou outro órgão qualquer.

    1. Esse idiota bolsonarista se achava o máximo. Ele fala de mais em roda de amigos. Nesse governo quem é próximo do Bozobosta pode fazer e dizer o que quiser.

  31. Voltei a assinar a Crusoé mas me arrependi. Único objetivo da revista é massacrar o cara que está nos livrando do comunismo.

    1. Conheço muitas Veras que alegam o anti-comunismo para defender um farsante, sociopata. Estude, leia, se informe para argumentar e defender o indefensável.

    2. Oh Vera, dá uma pena de ti tamanha a tua ignorância! Coitada! kkkkkkkkkkkkkk

    3. Vera, comunismo é uma dialética para ludibriar os ignorantes (alheios aos fatos). Nosso presidente se elegeu com a pauta/anseio da maioria indignada com o petismo e sua trupe, mas nunca foi um republicano. Nem democrata. É apenas um ávido e asqueroso político brasileiro.

    4. Vera, o Bozo e Olavo são mais comunistas que muitos aloprados vestindo camisa do Che por ai.

    5. Fica aí com essa conversinha de comunismo enquanto o país desanda na desordem institucional. Depois não venga reclamar aqui que foi enganado.

  32. Esquece a PF, hoje um mero Prato Feito do Bolsonero. Ou a CPI mostra as fezes da trama ou será mais uma "bravata" que ficará por isso mesmo. Com o Bolsonero não há outro jeito, é o povo na rua e aguentar o tranco. Pau que nasce torto morre torto.

  33. Gostaria imensamente de ver o comportamento de quem apoia as atrocidades desta CPI, se tivessem atingindo atingindo os familiares de apoiadores. A começar dos canalhas que trabalham nesta Crusoe..,

    1. Afranio, já são quase 500 mil mortes por causa da incompetência e má fé desse desgoverno e vc me vem com esse mimimi de gadinho chorão? tenho pena de você...

  34. O presidente se supera a cada dia, é confusão, mentiras, encrencas, manipulação de órgãos público, comando paralelo, meu exército, minha PF, isolamento internacional, 480000 mortes. Até quando?

    1. Espera pra ver a tal da reforma administrativa para ver o que vai virar o serviço público. Um tal de chancelaria do filhotismo miliciano.

    1. Esse presidente é louco. E esse ministro Queiroga precisa do cargo para tanta humilhação ? Que vergonha!

    2. Esse presidente é louco. Sabe que passos dar para matar todo mundo. E o ministro da "saúde " precisa do cargo para tanta humilhação? Ninguém cai de pé nesse desgoverno. Que vergonha !

  35. Bandidos. Esse auditor é muito burro. Demissão desse idiota é dever do tcu e tem amparo legal. Que vá vende alface na feira.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO