Adriano Machado/CrusoéCiro Gomes vai explorar a promessa de tirar os brasileiros do SPC

O homem da língua grande

Uma incursão ao Ceará mostra como o falante Ciro Gomes faz política como um velho coronel e é um gestor ineficaz, para dizer o mínimo. As suas ideias econômicas amalucadas também são assustadoras para um país que precisa urgentemente de racionalidade para sair da crise
29.06.18

Ciro Ferreira Gomes, o candidato do PDT ao Palácio do Planalto, costuma dizer que não chegou agora na praça e que tem a mostrar o que já fez nos 38 anos de vida pública. Fala muito sobre os feitos do início de sua carreira, nos anos 1980 e 1990, quando foi deputado estadual, prefeito de Fortaleza e governador do Ceará. Mas pouco diz sobre o período mais recente em que geriu recursos públicos, na sua passagem pelo Ministério da Integração Nacional no primeiro mandato de Lula e pela Secretaria de Saúde do governo cearense. Também não faz muita questão de lembrar de quando esteve à frente do enrolado projeto da ferrovia Transnordestina, entre 2015 e 2016. De igual maneira, Ciro procura evitar falar da forma como ele e sua família, a oligarquia dos Ferreira Gomes, controlam a política do Ceará com mãos de ferro há mais de dez anos. As práticas remontam às dos antigos coronéis. Como se verá nesta reportagem, a oposição no estado foi dizimada, os órgãos de controle enfraquecidos ou aparelhados, os inimigos perseguidos, e a família foi ocupando cada vez mais espaço, e com força, no poder local. O resultado é que investigações que envolvam o clã ou mesmo que ponham em xeque o discurso modernizante que Ciro tenta vender na campanha não avançam.

Crusoé passou as últimas semanas apurando o resultado concreto tanto dessas gestões quanto do modelo político adotado por Ciro e companhia no Ceará. O resultado não é lá animador para quem pretende assumir o país em meio a uma das maiores crises econômicas e políticas da história. Na contramão de seu discurso, Ciro teve suas contas rejeitadas por auditores do Tribunal de Contas estadual. Eles encontraram 29 irregularidades em sua gestão como secretário de Saúde e pediram, além da rejeição das contas, que Ciro fosse condenado ao pagamento de uma multa de 840 mil reais. A Transnordestina, apresentada como um grande projeto de sua gestão como ministro, virou símbolo do descaso com o dinheiro público e, mesmo quando ele comandou as obras, pouco avançou.

Ciro estava desempregado em setembro de 2013 quando seu irmão, o então governador Cid Gomes, o nomeou secretário de Saúde do Ceará, um típico caso de nepotismo. Foi o último cargo público que o hoje presidenciável ocupou. No discurso de posse, ele recorreu à costumeira retórica de super-homem que enfrenta os problemas sem medo. “Vou trabalhar por resultados e não vou aceitar obstáculos artificiais, venham de onde vier. (…) Vamos ter que dar um jeito no que o (ex-secretário) Arruda não podia fazer, mas eu posso. Tenho as costas largas para aguentar Ministério Público, liminar, seja que diabo for, e vamos fazer.” Ficou um ano e três meses no cargo. Como a realidade geralmente se impõe, o falatório de Ciro não foi suficiente para superar as dificuldades. Faltou dinheiro, houve atraso no pagamento de fornecedores e Ciro, com suas costas largas, deixou a secretaria com uma série de irregularidades e uma multa quase milionária a manchar seu currículo.

Sérgio Lima/FolhapressSérgio Lima/FolhapressCiro com Lula em 2009: ele sempre quis chegar ao Planalto, mas levou alguns tombos no caminho (Sérgio Lima/Folhapress)
A tal auditoria realizada em 2015 pela área técnica do Tribunal de Contas do Ceará (TCE-CE), cujo resultado foi obtido por Crusoé, pôs uma lupa sobre o período em que Ciro comandou a saúde cearense. Mais especificamente, sobre a maneira como administrou 3,4 bilhões de reais de dinheiro público como gestor do Fundo Estadual de Saúde durante o ano de 2014. Após idas e vindas, os fiscais pediram que as contas, consideradas irregulares, fossem rejeitadas e que fosse aplicada a ele a multa de quase 1 milhão de reais. Ao todo, foram encontradas 29 irregularidades, como já citado, muitas delas graves, como dispensa de licitação fora dos limites legais, ausência de indicadores de gestão e contratos inflados com aditivos acima dos 25% permitidos por lei. Ciro foi notificado e, 30 dias depois, apresentou sua defesa. Conseguiu explicar apenas cinco das irregularidades. Isso em meados do ano passado. Até hoje o processo repousa no gabinete do relator, o conselheiro Valdomiro Távora, onde aguarda desde novembro um parecer do Ministério Público para ser apreciado. Não há, porém, qualquer perspectiva de conclusão do processo antes das eleições presidenciais deste ano, quando o eleitor deverá levar em conta na avaliação que fará dos candidatos a competência (e a honestidade) deles para gerir recursos públicos.

O pessimismo quanto a uma conclusão definitiva sobre a auditoria que defende a rejeição das contas de Ciro na Saúde e o pagamento da multa se explica. O tribunal de contas cearense está com todos os processos atrasados depois de uma manobra política liderada em 2017 pelo grupo de Ciro e executada pelo governador Camilo Santana, que, embora petista, é aliado de primeira hora dos Ferreira Gomes – Santana é um dos defensores, por exemplo, da ideia de que o PT abandone a candidatura de Lula e apoie Ciro neste ano. O petista, com aval de Ciro e seu irmão Cid, ex-governador, forçou sua base na Assembleia a mudar a constituição estadual e fechar o Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará (TCM). Os processos tiveram de ser absorvidos pelo TCE, o que fez com que o tribunal ficasse sobrecarregado. Com isso, os processos existentes – o do próprio Ciro, entre eles – entraram em uma fila interminável.

A extinção do TCM, que levou ao problema, se deu por causa de uma querela da família Ferreira Gomes com um ex-aliado que havia chegado à presidência do tribunal. Sentindo-se traídos depois que esse aliado decidiu não mais fechar com os interesses do clã, veio a vingança: extinguir o TCM. Coisa de política regional. Coisa de coronel. O efeito colateral, também positivo para os interesses de Ciro e de sua família, foi a sobrecarga no tribunal de contas estadual. Mas com isso, na verdade, ele nem precisava se preocupar. Lá, quase metade dos conselheiros é de Sobral, cidade localizada a 200 quilômetros a oeste da capital Fortaleza e berço político dos Ferreira Gomes. A representação do município na corte é absolutamente desproporcional. Com pouco mais de 200 mil habitantes, Sobral é apenas o quinto mais populoso do estado. Mas tem três dos sete conselheiros do tribunal.

Antonio Cruz/ Agência BrasilAntonio Cruz/ Agência BrasilO irmão de Ciro, Cid Gomes, e Camilo Santana, escolhido pelo clã para sucedê-lo no governo (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Uma das conselheiras é Patrícia Saboya, ex-vereadora, ex-deputada estadual, ex-senadora e ex-mulher de Ciro. Foi nomeada por Cid em 2014 como compensação política pelo fato de o clã não ter dado a ela a vaga para disputar o Senado. Um primo de Patrícia, Ernesto Saboya, passou a integrar a corte em 2017, também apoiado pelos Ferreira Gomes. Já Luis Alexandre Albuquerque Figueiredo, o outro sobralense, foi nomeado por Tasso Jereissati depois de uma indicação de Ciro em 1995. A ideia era tirá-lo da eleição municipal de Sobral em 1996, para que fosse aberto caminho para a primeira eleição de Cid Gomes como prefeito da cidade, o que acabou acontecendo.

O resultado do domínio é que praticamente tudo o que pode atingir a imagem da família não vai adiante na corte. O caso do Aquário do Ceará, idealizado por Cid, irmão e cria política de Ciro, é exemplar. O custo inicial previsto era de 80 milhões de reais, parte em recursos próprios e outra parte em financiamentos internacionais. Até hoje a obra, iniciada sem licitação, não foi concluída. A estimativa do TCE é de que, só de dinheiro público, 130 milhões de reais já naufragaram no projeto. Processos tramitaram no tribunal sobre o tema, mas nenhum avançou. Em um deles, o Ministério Público pediu informações sobre a forma de gestão do aquário e um estudo de viabilidade econômica do empreendimento. Em outra ocasião, os procuradores pediram a suspensão de repasses para a obra, pois apontaram erros no modelo de contratação da empresa responsável. A liminar também foi negada. Em outro empreendimento, o Centro de Convenções do Ceará, foi constatado um superfaturamento de 51 milhões de reais pela empresa Queiroz Galvão, uma das envolvidas na Lava Jato.

Em Fortaleza, a cinco quilômetros do Tribunal de Contas está a Assembleia Legislativa, igualmente dominada há anos pelos Ferreira Gomes. Dos 46 deputados, apenas seis são de oposição ao governo de Camilo Santana, pupilo de Ciro e Cid. Tal qual no TCE, o resultado é uma grande barreira para que sejam deflagradas investigações que os minguados opositores do grupo consideram importantes. Em 2015, houve uma tentativa de investigar, por exemplo, as obras do aquário. Assinaturas até chegaram a ser colhidas para uma CPI, mas quando o pedido foi protocolado, surpreendentemente, outros pedidos surgiram na fila. Como o regimento só permite duas comissões funcionando ao mesmo tempo, a comissão não foi aberta.

A auditoria do Tribunal de Contas: o presidenciável foi multado em quase 1 milhão de reais, mas o processo está parado
No início deste ano, as mãos fortes do grupo político de Ciro enterraram outra CPI, para investigar o crime organizado no estado. O pedido para a instalação da comissão havia sido feito pela oposição no início de 2015, mas a crise na área de segurança e o avanço da violência fizeram o assunto voltar à pauta. Não adiantou. O presidente da Assembleia, do mesmo PDT dos irmãos Ciro e Cid, arquivou a proposta por ela não ter as doze assinaturas necessárias. Afirmou também não haver apoio político das lideranças. Isso em meio à grave onda de crimes enfrentada pelo estado. Segundo o Atlas da Violência elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e divulgado no dia 5 deste mês, o número de homicídios no Ceará dobrou em 10 anos. É o sétimo estado mais violento do Brasil e o terceiro do Nordeste. Uma marca que, pode-se dizer, tem as digitais de Ciro – em 2013, antes de chefiar a Secretaria de Saúde, ele ocupou o cargo de “consultor informal” de segurança no governo de seu irmão, um assunto sobre o qual o pedetista também pouco fala.

O segredo dos Ferreira Gomes para tamanha fidelidade na Assembleia Legislativa é a reprodução, em nível local, do que se vê em Brasília. Aos que aderem ao governo, há acesso a recursos públicos e a cargos. Aos que contestam, os cofres são fechados. A cooptação se dá de baixo para cima. Quando o governo nota uma postura contrária na Assembleia, ataca na base parlamentar do deputado estadual. Prefeitos cujos deputados são governistas ganham equipamentos, viaturas e obras. Prefeitos cujos deputados são oposicionistas não são contemplados e chegam a ter seus aliados exonerados da máquina administrativa. “A política brasileira de Norte a Sul tem característica uniforme: clientelismo e fisiologismo. Aqui no estado é assim também. A primeira coisa que ocorre quando um partido fica contrário ao governo é a tomada dos seus prefeitos e, consequentemente, diminuem as chances de o deputado ser reeleito”, diz o deputado Heitor Férrer, do Solidariedade, que faz oposição aos Ferreira Gomes desde 2003.

Postos estratégicos no estado são mantidos sob o comando do clã. Quando deixou o governo por exemplo, Cid, com aval de Ciro, cuidou para manter alguns dos melhores afilhados da família. Um dos acordos com o governador Camilo Santana foi para que a empresa Ceará Portos, que administra o Porto de Pecém, ficasse nas mãos de Danilo Serpa, filho de Luiza Serpa, secretária particular de Ciro há 30 anos. Danilo havia sido chefe de gabinete de Cid entre 2012 e 2014 e foi presidente regional do Pros em 2014, quando o partido no estado estava nas mãos da dupla Ciro-Cid. Ciro já indicou que, se for eleito presidente, usará sua experiência para garantir um amplo arco de alianças no plano nacional, a exemplo do que seu grupo vem fazendo no Ceará. Ele costuma dizer que não é “candidato a Madre Teresa de Calcutá”. Já deixou claro não ter a ilusão de que encontrará um Congresso “de anjos” e admitiu que se sentará para negociar, sim, com os conhecidos partidos venais do Congresso. Vê-se que não mente.

Adriano Machado/CrusoéCiro com seu novo grande parceiro, o notório Carlos Lupi, no papel presidente, mas na prática quase dono do PDT: investigado por malfeitos no governo Dilma (Adriano Machado/Crusoé)
Hoje, dos 184 municípios cearenses, apenas 22 são comandados por políticos de oposição ao clã. A candidatura nacional de Ciro impulsionou ainda mais a aliança regional feita para reeleger o governador apoiado por ele. A coligação é composta por vinte e quatro legendas, ante as dezoito da aliança que haviam conseguido montar quatro anos atrás. No arco de aliados, estão desde políticos considerados à esquerda até aqueles mais alinhados ao centro e à direita. Embora não coligado formalmente, até mesmo o MDB do presidente Michel Temer, a quem Ciro já classificou de “chefe da quadrilha”, integra o grupo de maneira informal. Para conseguir o apoio dos emedebistas, Ciro se reaproximou do presidente do Senado e chefe do MDB local, Eunício Oliveira, no final do ano passado, em uma clara amostra da sua flexibilidade política.

A manutenção do domínio político local inclui suspeitas de perseguição e espionagem de inimigos. Em abril de 2013, o então deputado federal Eudes Xavier, do PT do Ceará, subiu à tribuna da Câmara para um discurso que ficou registrado nas notas taquigráficas da Casa. Ele denunciava o que seriam trechos de uma troca de e-mails entre o então governador Cid Gomes, irmão de Ciro, e o coronel Francisco Bezerra Rodrigues, à época secretário de Segurança Pública do Ceará. Segundo o deputado petista, Cid escreveu ao coronel:

Nos próximos dias o Ciro deve lhe procurar para pedir algumas orientações, eu soube pelo Arialdo que ele esteve em São Paulo com executivos da Kroll para tratar do assunto Roberto Pessoa, já tentamos fazê-lo recuar mas sem sucesso, então peço que o ajude na medida do possível sem envolver o governo nesse assunto.

Dias depois, o coronel respondeu a Cid, segundo as mensagens lidas pelo deputado em plenário:

“(…) Aquela turma que estamos aguardando não vai mais chegar dia 20 e sim dia 29. Fizeram contato informando um atraso na entrega dos equipamentos que vão utilizar, já que os mesmos vêm de fora. Solicitaram também mais dois veículos além dos quatro já disponibilizados pelo Dr. Arialdo. Já entrei em contato com ele e aguardo a resposta da viabilidade de disponibilizar esses veículos extras.
Bezerra.

Arialdo Pinho, atual secretário do Turismo do Ceará, era na época dos e-mails chefe da Casa Civil de Cid. É um dos principais operadores dos Ferreira Gomes e, ao lado de Cid, figura como investigado na Operação Lava Jato após a barulhenta delação premiada da JBS. Roberto Pessoa é empresário, ex-prefeito e ex-deputado federal, considerado o maior inimigo do clã dos Ferreira Gomes no estado. A Kroll é uma conhecida empresa que faz espionagem.

No dia seguinte ao discurso do petista, Cid Gomes foi até a Assembleia Legislativa do Ceará para rebater as acusações. Negou a veracidade das mensagens. Declarou que os e-mails eram uma “isca” para subsidiar uma investigação pedida pelo próprio governo depois de suspeitas de invasões a e-mails de integrantes de seu grupo político. A verdade é que os e-mails indicavam que Ciro estava contratando uma agência de espionagem para investigar um inimigo. O caso, como os demais, morreu de inanição. Após ser remetido aos tribunais superiores de Brasília devido ao foro privilegiado de Cid Gomes, que na época era governador e depois virou ministro da Educação de Dilma Rousseff, o caso voltou a tramitar na primeira instância de Fortaleza. De acordo com o Ministério Público do Ceará, o processo até hoje não foi concluído.

A terceira candidatura de Ciro a presidente faz com que pela primeira vez todos os irmãos do clã Ferreira Gomes estejam simultaneamente na política. O ex-governador Cid Gomes é candidato a senador. Ivo é prefeito de Sobral, embora esteja sob risco de não terminar o mandato porque enfrenta um processo de cassação por compra de votos nas eleições de 2016. Outro irmão, Lucio, é secretário estadual de Infraestrutura. A única irmã, Lia, é candidata a deputada estadual pela primeira vez. Os Ferreira Gomes têm tradição. Os antepassados, proprietários de terra, exerceram funções de destaque em Sobral. Os dois primeiros prefeitos da cidade foram do clã. Um deles, bisavô do presidenciável do PDT, chegou a ser chefe do Partido Conservador na região, uma das siglas da época do Império. Durante o governo Getúlio Vargas, nos anos 30, outro integrante da família comandou a cidade, desta vez por nove anos. Quase quarenta anos depois foi o pai de Ciro quem se elegeu prefeito pela Arena, partido que sustentava o regime militar.

As ideias de Ciro

 

A força política do clã Ferreira Gomes virou até tese de doutorado. Intitulada “Os caminhos do poder no Ceará: a política de alianças nos governos Cid Gomes”, a tese foi apresentada pelo professor Cleyton Monte, da Universidade Federal do Ceará. No texto, ele aponta semelhanças entre o estilo do clã e o conhecido “carlismo” da Bahia do final do século 20, quando um dos mais conhecidos coronéis da política nacional, Antonio Carlos Magalhães, dominou o estado. “(O clã Ferreira Gomes) guarda semelhanças com o carlismo. Sua singularidade reside em conciliar, mesmo que de forma frágil, práticas e narrativas tradicionais e modernas. Não possuem um projeto político delimitado, nem guardam bandeiras ideológicas. Contudo, são políticos profissionais, oriundos da classe média urbana, que se subordinam à gramática nacional hegemônica, marcham juntos e seguem o posicionamento de lideranças consolidadas, primando pelo pragmatismo em suas estratégias”, concluiu o professor.

De fato, a capacidade de aderir a movimentos políticos hegemônicos e agregar em seu entorno diferentes colorações partidárias é a principal característica que explica o sucesso do grupo. Ciro iniciou a carreira política em 1982, pelo PDS, partido derivado da Arena. Fez essa opção porque era mais fácil para se eleger. De lá para cá, aliou-se aos grupos que lhe favoreceriam política e eleitoralmente — sempre, como atesta a tese de doutorado, seguindo o “posicionamento de lideranças consolidadas”. Depois do PDS, Ciro foi para o PMDB, atraído pelo então governador e hoje senador Tasso Jereissati, principal liderança da época no estado. Quando Tasso foi para o PSDB, levou Ciro consigo.

A partir de então, o hoje presidenciável se elegeu prefeito de Fortaleza, governador do estado e, depois, viu-se nomeado ministro da Fazenda no governo Itamar Franco. Na avaliação de um antigo aliado, o sucesso subiu à cabeça de Ciro. Ele achou que podia manter o cargo na equipe econômica com a eleição de Fernando Henrique Cardoso, mas perdeu o posto para Pedro Malan. Em seguida, acreditou que poderia ser candidato à sucessão de FHC pelo PSDB, mas veio a emenda da reeleição. Ciro, então, abandonou Tasso e se bandeou para o PPS, pelo qual foi candidato ao Planalto em 1998. Ficou em terceiro com 10,97% dos votos. Manteve esse patamar quatro anos depois, com 11,97%, mas baixou para o quarto lugar.

(Reprodução/Redes sociais)(Reprodução/Redes sociais)O presidenciável com sua atual namorada: no passado, críticas pela forma como tratava as mulheres (Reprodução)
Ali já se revelava uma característica marcante do pedetista: a de morrer pela língua. Em uma entrevista a uma rádio, chamou um eleitor de “burro”. O episódio foi amplamente explorado pelos adversários no horário eleitoral gratuito e barrou seu crescimento nas pesquisas. Ele também perdeu pontos ao responder a uma pergunta sobre qual era a função de sua então namorada, a atriz global Patrícia Pillar, na campanha. “A minha companheira tem um dos papéis mais importantes, que é dormir comigo. Dormir comigo é um papel fundamental”, disse ele. A relação terminou, mas o comportamento de Ciro se repetiria em outras ocasiões. Numa delas, dez anos depois da polêmica declaração sobre Patrícia Pillar, o hoje presidenciável do PDT encomendou passagens a uma agência de Fortaleza para viajar à Europa com a nova namorada, uma jovem de 26 anos. Era novembro de 2012. Para economizar, Ciro pediu à agente de viagens uma providência especial na reserva dos bilhetes: ele próprio iria na classe executiva e a namorada, na classe econômica. Foi Ciro, em pessoa, quem tratou de explicar para a namorada a razão da diferença. Tentando mostrar algum constrangimento, ele disse que havia feito como costumava fazer com os filhos: os jovens na classe econômica e ele, merecedor de mais conforto, na executiva. A namorada nem reclamou. Hoje Ciro namora a produtora de TV e teatro Giselle Bezerra, de 39 anos, ex-dançarina de um programa da Xuxa.

Embora bata no peito para dizer que é um candidato antimercado e avesso a arranjos com os “donos do dinheiro”, Ciro parece mais manso quando fala diretamente para esse público. Foi assim nesta quinta-feira. Em palestra para representantes do mercado financeiro, ele foi, segundo pessoas presentes, “paz e amor e debateu a economia em bom nível”. O pedetista, a despeito do discurso, tem laços estreitos com estrelas do PIB nacional. É muito próximo do empresário Benjamin Steinbruch, apontado algumas vezes como seu possível companheiro de chapa. A relação de Ciro com Steinbruch vai bastante além da busca do presidenciável do PDT por um vice que represente o setor produtivo do Sul do país. Ambos se conhecem há mais de 30 anos, em razão dos empreendimentos de longa data no Ceará do grupo Vicunha, do qual o empresário é acionista. Foi depois que Lula venceu que a relação passou a ser mais intensa. Nomeado pelo petista para o cargo de ministro da Integração Nacional, Ciro se incumbiu da retomada do projeto da ferrovia Transnordestina, cuja ideia era interligar por meio de 1.753 quilômetros de trilhos o interior do Nordeste aos portos de Suape, em Pernambuco, e Pecém, no Ceará.

Por meio de uma concessão, com financiamento público e privado, a obra acabaria caindo no colo do conglomerado de Steinbruch. Em 2006, quando Ciro se candidatou a deputado federal, a CSN de Steinbruch foi a maior doadora de sua campanha: os 500 mil reais representavam quase metade do total arrecadado. Ciro acabou se elegendo. Já a Transnordestina, cuja previsão de entrega era em 2010, não saiu do papel até hoje. De estrela do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da era Lula, acabou se tornando um dos maiores símbolos do desperdício de recursos públicos da história do país.

Greg Salibian/FolhapressGreg Salibian/FolhapressBenjamin Steinbruch, amigo do peito e velho parceiro do pré-candidato, é o preferido dele para o posto de vice (Greg Salibian/Folhapress)
Ciro terminou seu mandato de deputado federal em 2010, mas continuou a ajudar o amigo Steinbruch em outras empreitadas. Em 2011, fez o favor de acompanhar a liberação de recursos do Banco do Nordeste para a Vicunha Têxtil S/A. Os recursos, na ordem de 221,8 milhões de reais em valores da época, eram para a ampliação de uma planta industrial no município de Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza. Quatro anos depois, em fevereiro de 2015, a Transnordestina voltaria a unir os dois amigos. Steinbruch contratou Ciro para ser o responsável pela obra, cargo que ocupou até maio de 2016. Entretanto, o agora presidenciável também deixou o posto sem grandes avanços. Embora Ciro diga que foi nesse período que o projeto mais andou, dados obtidos por Crusoé no Ministério dos Transportes mostram o contrário. Foram 81 quilômetros de trilhos instalados em 2015, menos que em 2012 (224,9 km), 2014 (135,3 km) e 2011 (110,2 km). Isso a despeito de o aporte de recursos ter sido elevado no ano em que Ciro lá esteve: 865 milhões de reais, menor apenas que em 2010 e 2011.

DELFIM MARTINS/BLOG DO PLANALTODELFIM MARTINS/BLOG DO PLANALTOObras da Ferrovia Transnordestina: muito barulho, pouco resultado e milhões desperdiçados ao longo de anos (Divulgação)
Em 2017, o Tribunal de Contas da União suspendeu o repasse de recursos federais para a obra. Até hoje, foram gastos no projeto 7 bilhões de reais. Estima-se que sejam necessários mais 6 bilhões para que a ferrovia esteja completa. Um sumidouro de dinheiro, assim como sua congênere Norte-Sul. Ciro se incomoda quando é instado a falar sobre o assunto.

São três os sonhos do pedetista nesta fase da campanha presidencial. O primeiro é ter Steinbruch, parceiro de Transnordestina, como vice na sua chapa. Ciro avalia que, assim, conseguirá atrair o apoio empresáriois do Sul do país e quebrar a crescente resistência que o PIB e o mercado têm a seu nome. Steinbruch é filiado ao notório PP, partido do mensalão e do petrolão. Outro sonho do presidenciável é tentar se aproveitar da ausência de Lula na campanha para unir a esquerda em torno de seu nome e fazer com que o PDT seja o eixo central desse campo político — e  ele mesmo, sua maior liderança. Nessa empreitada, tem encontrado resistências nas hostes petistas. Hoje Ciro trabalha para atrair o PSB e o PCdoB e, juntamente com eles, um pouco mais de tempo de televisão, além da estrutura que os dois partidos têm – em especial o PSB, que hoje governa São Paulo, Pernambuco, Paraíba e o Distrito Federal.

Ao mesmo tempo, ele também sonha em atrair o chamado Centrão, formado por partidos como DEM, PP, PRB, SD e PR. As negociações estavam caminhando bem até que Ciro descontrolou a língua e disse que poderia até ter o apoio do DEM e do PP, desde que fechasse antes com PSB e PC do B para garantir a “hegemonia moral e intelectual” da chapa. Dias depois, chamou de “capitãozinho do mato” um vereador de São Paulo homossexual, negro e do DEM. No dia seguinte, brigou com prefeitos durante uma palestra em Belo Horizonte. Saiu vaiado.

O discurso de Ciro neste ano se assemelha muito ao do PT de outros tempos. Ele se diz contra a privatização de gigantes estatais, como a Petrobras, defende um modelo de capitalização da Previdência em que cada contribuinte teria uma conta abastecida individualmente, plebiscito para a reforma trabalhista aprovada por Michel Temer e a revogação da emenda constitucional que estabeleceu o teto para os gastos públicos. Também é a favor do aumento do imposto sobre heranças. Quanto ao Banco Central, ele acha que é atribuição da autoridade monetária criar empregos e incrementar o consumo, mesmo que isso signifique sacrificar as metas de inflação. A maluquice das suas ideias econômicas é assustadora. No caso da Petrobras, ele simplesmente quer nacionalizar os campos que foram leiloados à iniciativa privada (veja quadro). Não há melhor maneira de afugentar investidores. No Datafolha divulgado no mês passado, Ciro aparece em terceiro lugar com 10%, atrás de Bolsonaro (19%) e Marina Silva (15%). Ele é mais forte entre o público masculino, mais velho e com renda mais alta. Tem mais votos no Nordeste e é menos pontuado no Sul do país. A grande dúvida é se ele conseguirá ultrapassar o seu patamar histórico de votação — e se a língua, de novo, não o tirará dos trilhos. Se houver trilhos, claro.

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Leio jornais de diversos seguimentos e, com raras exceções, faltam dados jurídicos-legais às análises dos fatos, o que leva muitas vezes, à conclusão de que toda atuação é baseada meramente em interesse. De fato é, mas as leis e regulamentos exercem um papel relevantes nos jogos políticos. Reduzir sua importância e eficácia é reduzir também a realidade.

  2. Como afirmou Cláudia Wild: “Quer a ‘democracia’ chinesa, vote Ciro. Quer o crime no comando, vote Lula. Quer tirar merenda de crianças, vote Alckmin. Quer invadir propriedades, vote Boulos. Quer uma ecopetista, vote Marina. Quer o Brasil mais socialista, vote PCdoB. Quer acabar com toda a porcaria acima, vote Bolsonaro.”

  3. As atitudes temperamentais desse individuo nao o credencia como uma liderança que a nação necessita. É o candidato de política mais retrograda entre todos os postulantes.

  4. Ciro Gomes é o que há de mais atrasado na política brasileira. "Coronel" do nordeste, ele não tem freio em suas considerações e se porta de forma agressiva quando é contrariado. Tenho a certeza que voltará ocupar o seu devido lugar no ostracismo político brasileiro, após a mais uma derrota á presidência da república.

  5. Ciro seria ainda pior que o candidato do PT pois, travestido de falso nacionalismo e ideias anacrônicas sobre economia, traria de volta ao Governo as piores práticas que vimos assistindo nos últimos 33 anos. Representante autêntico da vanguarda do atraso. Ainda existe uma esperança que se crie bom senso na política nacional para assistirmos calmamente a disputa entre candidatos imbuídos por ideias liberais e dispostos a varrer o fisiologismo para baixo do tapete da história brasileira.

  6. Ciro se gaba da "transposição do Rio São Francisco". Uma pessoa inteligente já não leva a sério alguém que se gaba de algo que deveria ter vergonha. Se orgulhar de um projeto inviável que por 15 anos consome recursos públicos e não trás nenhum resultado? é um pateta metido a intelectual ou um pilantra iludindo trouxa.

  7. Para resolver os problemas do País , em 99 % , basta remover todos os políticos corruptos ; e isto só poderá ser feito com um governo forte , desatrelado dessa corja .

  8. Não consegui encontrar o processo do TCE do Ceará que rejeita as contas da secretaria cem saude de Ciro Gomes. Pode passar o link?

  9. Raposa em pele de cordeiro. Vem roubando o seu povo e agora quer roubar os sonhos dos brasileiros que esperam por um país melhor.

  10. Boa reportagem. Muito importante para o momento que vivemos. Parabéns! No mais, a Crusoé edita e narra corretamente histórias já conhecidas. Falta ainda jornalismo investigativo. Ir té Sobral e Fortaleza, levantar fatos até então desconhecidos. Isso sim diferencia uma revista.

    1. Poderiam também acrescentar as tramóias de Cid, quando governador. Nunca esqueci do frete de jatinho, às custas ďo governo/contribuinte, para ir a9 Europa com seu séquito familiar, inclusive a sogra.

  11. Qual a diferença de coronel Linguão e sua família para Sarney, Collor, Renan, Eunício, Arraes...e famílias? Povo brasileiro do nordeste abandonem essas famílias de tubarões que a vida de vocês vai melhorar.

    1. Todos tem as mesmas raízes no coronelismo do século XX, ainda presente na política nordestina. Não é possível que essa gente, a título de representarem sua "sofrida" região, se arvorem a levar o restante do País para o buraco em que meteram seus rincões.

  12. Eh! Uso muito a frase: o Brasil não é para principiantes. Não falo “amadores”. Todos os presidenciável is tem visão geral do país. Não podem ser tratado como amadores. PRINVIPOANTES, sim. Com exceção de alguns, como Alckmin,Ciro,Meireles. Os demais eu considero ainda iniciantes gerencialmente falando. Agora quando leio análises como esta, e sempre vai ter para qualquer que seja o candidato, chego a uma conclusão importante: SER ELEITOR NÃO É PARA PRINCIPIANTES. Mas vou continuar lendo.

    1. 1 de julho de 2018 às 21:08 Eh! Uso muito a frase: o Brasil não é para principiantes. Não falo “amadores”. Todos os presidenciáveis têm visão geral do país. Não podem ser tratados como amadores. PRINCIPIANTES, sim. Com exceção de alguns, como Alckmin,Ciro,Meireles. Os demais eu considero ainda iniciantes gerencialmente falando. Agora quando leio análises como esta, e sempre vai ter para qualquer que seja o candidato, chego a uma conclusão importante: SER ELEITOR NÃO É PARA PRINCIPIANTES.

  13. Muito boa a reportagem sobre esse artista que ainda sobrevive politicamente porque o povo desconhece suas inúmeras atitudes agora reveladas.

  14. Ciro é um perfeito representante da nata dos esquerdopatas. Do mesmo nível da Gleisi, do Lindberg, do Lula, da Dilma e do Zé Dirceu. Essa turma é tudo de ruim. Se as urnas não forem fraudadas, nosso povo irá jogar todos na lata de lixo da História, nas próximas eleições.

  15. Trata-se de um cangaceiro e como tal deve ser visto. Pela truculência ele intimida pessoas e tem conseguido ficar a margem da justiça. O coronealismo já foi extinto há algum tempo e portanto ele que fique lá pelo Nordeste e não venha encher o saco dos brasileiros honestos.

  16. Ciro não tem língua grande. Ciro é um marginal (palavra perigosa....). A família Gomes não é um clã, é uma máfia. Esta reportagem deveria ser liberada nas redes sociais, para livrar o Brasil deste perigo que significa a possibilidade de eleição desse coronézinho de esgoto. Parabéns, Caio Junqueira, por esse trabalho primoroso. A divulgação deste curriculum de Ciro Gomes é primordial para o futuro do Brasil.

    1. Também voto pela liberação da reportagem para o público. A leitura desta importante matéria não pode se limitar aos assinantes da Crusoé.

  17. O clã, dos FERREIRA GOMES, usa a mesma tática dos velhos coronéis do Ceará! Estão acostumados com a omissão da população humilde e sem instrução e com covardia da oposição canalha. Ciro quer ganhar no grito, mas espero que ele perca a eleição e volte para a sua insignificância.

  18. ciro gomes é produtor e produto do lamaçal moral, ético e político que já nos atormenta e explora há décadas. Chega de gente desse tipo.

  19. Nada do que li me surpreende. Tudo tão igual, tudo do mesmo dos demais políticos que aí estão a décadas no cenário político corrupto brasileiro. O que me surpreende é ter quem seja seu eleitor, apesar de todo seu histórico. Concordo com ele na questão de que os seus elitores são burros. Dá-lhe capim.

  20. Reportagem que mostra o "LAMAÇAL" da política brasileira. Realmente O Estado do Ceará é mostra da sujeira, desperdício, falta de controle do dinheiro público devido e hegemonia de um governo corrupto sem freios. Ciro Gomes é um estúpido, boçal, autoritário se diz "dono de verdades" com idéias comunistas, retrogradas que se postas em prática não veremos o fim do poço. Deus nos salve de mais essa "BESTA" Parabéns pela excelente e esclarecedora repeotagem.

  21. A esperança é que este cidadão jamais seja eleito ao cargo de presidente desta República de Bananas. O ideal seria, que fosse defenestrado da vida pública.

  22. É lamentável que tenhamos candidatos do nível do Ciro Gomes. É uma pena a falta de alternativa descente para a próxima eleição. As vezes fico tão frustrada e me sentindo de mãos atadas com a falta de boas perspectivas. A alternativa mais coerente, na minha opinião, ainda é Alvaro Dias. Desejo que vocês façam uma matéria bem completa sobre ele, como fizeram a do Ciro Gomes..

    1. Muito importante é votar!! Escolha um candidato. Pesquise. Investigue todos eles. Reportagens como esta são esclarecedoras. Nunca caia na esparrela de anular voto ou votar em branco a título de protesto. É o pior erro que o eleitor pode fazer. Só favorece aos maus políticos.

    2. Muito importante é votar!! Escolha um candidato. Pesquise. Investigue todos eles. Reportagens como esta são esclarecedoras. Nunca caia na esparrela de anular voto ou votar em branco a título de protesto. É o pior erro que o eleitor pode fazer. Só favorece aos maus políticos.

  23. O figurino atual de Ciro é do tipo Cangaceiro Bolivariano. Mas é mero personagem de ocasião. Esse sujeito é a versão 2.0 do coronelismo de sempre.

  24. O Nordeste ainda vive nos limiares do Século XIX, enquanto rumamos para 3ª década do XXI. Separa esta região de atrasados mentais e que eles voltem para o medievo.

    1. "Rumamos" quem, cara pálida? De onde tu vens? Atrasados mentais? Tens razão, tu certamente os representa bem.

    2. Muito bem lembrado. Some-se à sua lista: Lindbergh Farias, Maria do Rosário, José Dirceu (já foi eleito), Lula e Dilma (não foi só o Nordeste que votou neles), Eduardo Cunha... E tem uma grande lista de "escolhas inteligentes" de eleitores do Sul e sudeste....

    3. Ciro Gomes foi o deputado mais votado do Brasil na era PT quando saiu pelo estado de São Paulo. Curitiba votou na Senadora Gleise, Minas Gerais elegeu Aécio Neves e Pimentel. Requião Tb foi votado por sulistas. Rio de Janeiro votou em Cabral, Paes e Crivela. Em termos de atraso o sul e sudeste estão tão atrasados quanto o Nordeste. Comentário racista é estúpido

  25. Esse sujeito deveria dar uma volta a pe na periferia de fortaleza para ver se leva uma bala na cabeça. Assim vai ter o que merece por ser o cancer que é. Subjuga um povo inteiro em nome dos interesses do clã familiar. A máxima de que o Brasil não tem a menor chance de ar certo é por conta de gente como essa.

  26. Me estarreci com o conteúdo da matéria, além de outras coisas, sobre a extinção do TCM - Tribunal de Contas dos Municípios do CE. Trabalho jornalístico com precisão cirúrgica!

  27. Louco,desvairado e surtado. Mas num Brasil que se permite colocar na corrida eleitoral um cidadão preso por roubo.tudo pode acontecer...

  28. Esse cretino é o modelo nacional do político brasileiro. Lixo humano e entulho da natureza, Ciro e sua quadrilha são o resumo de TODOS os políticos tupiniquins. E ainda tem 10% do eleitorado que vai atrás desse traste. O pior do Brasil, é mesmo o brasileiro.

    1. O Caetano Veloso ta apoiando este bandido, sabe porque? Para ele reeditar uma lei Rouanet melhorada, para o Caetano poder continuar pagando o IPTU do apartamento da Vieira Souto, simples assim.

  29. Esse canalha e a prova de que o povo brasileiro e burro e ignorante. Essa é uma família de bandidos que deveriam ser eliminadas da face da terra. Parabéns povo nordestino por mais uma prova da ignorância. Continuem elegendo essa clã de bandidos, e se fodam, mais não vão fu... com o Brasil.

  30. Nos vastos currais eleitorais do Nordeste (Ceará dos Ferreira Gomes, Maranhão do clã Sarney, etc.) os ventos da modernidade NUNCA sopram. O desvairado e belicoso 'Kim Jong-un do Agreste' mantém a população na mais absoluta ignorância e miséria, coibindo com suas táticas de cangaço qualquer tipo de mudança ameaçando sua perpetuação no poder. Enfim, o mesmo projeto dos petistas. Fico com pena da Patrícia Pillar: Nenhum mortal deveria ter de encarar o câncer e o Ciro Gomes numa mesma encarnação.

  31. Meu Deus. Crítico e gravíssimo. Mais um ladrão safado. Faz uma reportagem dessa pra cada candidato, por favor. Tenho certeza que vem sujeira pesada de todos, tem q abrir os olhos dos brasileiros. Sugestão: quase não abri a matéria quando vi lá no Antagonista, só abri pelo apelo da namorada no título, confesso. Logo, nas próximas, coloquem títulos chamativos, como aquele!!

  32. Lendo sobre a vida desse sujeito chegamos à conclusão do atraso do país. Em cada estado há um clã mandando e roubando a população. O que causa indignação é que essas pessoas não enxergam o quanto são roubadas. Revoltante saber de toda tramoia orquestrada pela família dos Ferreira Gomes. Essa reportagem sobre Ciro e família, nos ajuda a explicar nossa justiça e em especial o STF. Eles comandam a justiça de A a Z. Assim fica difícil mudar esse país.

  33. Com esse verdadeiro dossié, os outros presidenciáveis tem subsídios suficientes para reduzir a pó a chance do Ciro ganhar a eleição. Assim espero.

  34. Parabéns Crusoé por msis uma reportagem que coloca uma lupa na vida de mais um pulha!! Continuem protegendo o Brasil desees ignorantes de carteirinha!

  35. A despeito do fato de que eleger um parente a cargo político, tal qual secretário de Estado, não configure nepotismo, segundo a própria lei e a súmula vinculante n.13 do STF, parabenizo a matéria por lançar luz a fatos bastante relevantes e que ajudam ao eleitorado em sua dificílima decisão sobre em quem votar neste ano crucial para o país.

  36. Finalmente uma reportagem com coragem de mostrar uma ressonância magnética de Ciro Gomes e seus vassalos. Aqui no Ceará a imprensa é coopitada e dominada pelo clã.Todo o poder público Tb é dominado por eles em seus diversos segmentos. Para sabermos de algo sobre eles temos que ler matérias como essas, independente e corajosa. Roberto Pessoa não somente é de oposição é tb um político corajoso que se atreve a lutar contra o clã.

  37. Só uma crítica, coronel é patente militar de quem estudou e foi treinado para comandar. "Velho coronel" é pouco para diferenciar. "Coroné", apesar de errado, soa mais ignorante, é mais próprio ao histórico do indivíduo, mas depois de aguentarmos "presidenta", não dá. Difícil, nomear com fidelidade uma espécie de chefe de clã neo-paleolítico em pleno século XXI...

  38. Muito importante a matéria para aqueles que estão em busca de alternativas diferentes e renovadoras para a politica brasileira. Um clã, como trata a reportagem, oriunda de uma pequena cidade, alcança um estado, com certeza, visa aumentar os seus tentáculos e abraçar o pais. Tudo aquilo que a população está fugindo! Uma visão tipica de quem não está entendendo nada daquilo que as pessoas estão buscando.

  39. Virgulino Ferreira da Silva, era coroinha, perto desses jagunços que tomaram conta do Ceará, com o total apoio da população que os elegeram.

    1. Tasso não é nem de longe tão sádico e desleal como a criatura.

    2. É apoio imprescindível de Tasso Jereissati o grande mentor deste lixo

  40. POR%$#@@ é só mandar este excelente dossiê para seus adversários políticos e esperar alguém de coragem mandar essas pedraras na hora daqueles debates xoxos.....

  41. Não temos saída a não ser a RENOVAÇÃO. . Nessa empreitada, há poucas alternativas, pois está tudo dominado. . PartidoS da ORCRIM x Partido NOVO. . Pouquíssimas maçãs boas dominadas por muitas podres X Só maçãs NOVAS. . Dúvidas?

  42. Acho, como não sou jornalista não preciso elaborar um texto para justificar minha opinião, que Ciro Gomes é Collor do sec. XXI

    1. Com uma diferença, para pior, o apoio de ditaduras de esquerda, como a do partido comunista chinês, presente no lançamento de sua pré-candidatura. Isto o transforma em uma ameaça muito mais forte, à nossa frágil democracia. É mais uma passagem só de ida, mais um Chavez que um Collor. O PSB já disse ao Barbosa que quer achar uma "nova" fórmula para o socialismo do século XXI. O PDT já está nesta e o Ciro também, reiterando suas intenções a cada novo pronunciamento.

  43. Acho, como não sou jornalista não preciso construir um texto ( até poderia) que justifique meu "achismo", que Ciro Gomes candidato é a versão século XXI de Collor.

  44. Ja nao gostava dele, depois de ler a reportagem, sou ate votar no Bolsonaro no segundo turno, no primeiro sou Partido Novo, 100% Novo.

  45. Esse Cancaciro, não vai dar nem pro começo, vamos jogar ele de cabeça, no rio São Francisco, na parte funda, é claro. abs.

  46. Eu espero que ele mais uma vez vomite suas grosserias acabando com sua carreira política. O país não precisa desse lixo de político.

  47. Esse maluco não será eleito nem como sindico do predio aonde mora. Quanto a chamar os FG e seus asceclas de Clã (?) é puro eufemismo para Quadrilha!!

  48. Se eu entendi bem, esse aí não trabalha desde 2013. Que dizer que o coronel vive do coronelismo, do que amealhou e não acertou contas. O TCE que o diga.

  49. Li a integra da reportagem de Crusoé a respeito desse lixo chamado Ciro Gomes, vejo que a única solução para o Brasil, seria simplesmente eliminar da vida tipos como Lula, Dilma, José Dirceu, Jenoíno, Ciro Gomes, Renan Calheiros, Jucá, Barbalho. Gleisi Hoffmann, Gilamar Mendes, Lewandowisk e muitos outros. Fazer uma limpa nos moldes da Revolução Francesa. Acredito que talvez a partir dai poderemos começar a ter um pouco de esperança de alguma melhora.........

  50. Senhores a vida, a mulher, a cerveja, o money e a Crusoé, são o que de melhor Deus já fez. Meus parabéns por mais um desses furos de reportagem. Feliz 29 de junho de 2018.

  51. Bom, com tudo visto e considerado, só uma Revolução a la francesa pra exterminar Ciro Sarney color, renans barbalhos, precisa exterminar de cabo a rabo! Enquanto esses lixos e seus familiares fazer deste país suas capitanias hereditárias tudo continuará como está.

  52. Excelente responsável. Assim como fui eleitor de Lula, também o fui de Ciro. Graças ao jornalismo sério têm-nos chegado informações valiosos sobre diversos protagonistas da nossa política. Quanto ao Ceará, Deus tenha misericórdia e afaste esta anomalia do sistema político: clã Ferreira Gomes.

  53. Fico pensando o risco que o Brasil pode correr com a vitória desse político. É óbvio que ele é um homem inteligente, com muito conhecimento da política brasileira, mas, também é óbvio ululante, que não tem a ética necessária para ser nosso presidente. O Crusoé presta um serviço relevante, mostrando claramente o périgo que esse falastrão representa para o futuro do Brasil.

  54. é gente desse tipo que não deixa o pais sair da merda..... mas o povo tem culpa, elege essa família de canalhas há 30 anos....

  55. Fracassado, temperamental e inescrupuloso. Vou-me embora deste país no momento em que esse destemperado sem noção assumir qualquer coisa nesse país. Ou um ousider decente ou estaremos todos na lama.

    1. Não adoramos. Quem elegeu Ciro Gomes deputado mais votado do Brasil foi São Paulo.Aqui no Ceará os FG s estão no poder pq a mídia é comprada ou ameaçada e a maior parte da população N tem emprego nem comida. Eles usam a ignorância e a fome como catalisador de votos. Camilo Santana o governador e empregado dos FGs ganhou a eleição mas sofre processo criminal por compra de votos...

  56. As pessoas de bem e esclarecidas do Norte e Nordeste, vocês tem uma MISSÃO de esclarecer este rebanho de cordeiros, pois nos aqui no SUL ja temos um movimento de SUL É MEU PAIS. E não suportamos mais mandar dinheiros para ai, só para exemplificar em SC temos varias cidades que arrecadam mais impostos que muitos estados dai.

  57. Percebo que Ciro gomes não deu entrevista a Crusoé, mas teve sua vidinha suja muito bem desvendada pela ótima matéria. Parabéns, Caio!

  58. Ciro Gomes é mais lixo na Política. Tá loco meu um cara deste na Presidência do País. É pedir intervenção Militar .

  59. Entrevista muito boa, revelando ao eixo sul, os meandros do coronélismo dos FG no Estado do Ceará, e a confirmação da baixa capacidade administrativa e de sustentação da sua verborragia econômica.

  60. Às vezes impressiona como a mídia gosta de perder tempo e dar espaço a um imbecil como este, que vive pra baixo e pra cima às nossas custas, procurando uma câmera ou microfone para tentar iludir algum incauto ou desinformado. Ele devia voltar pra morrer no Ceará de onde nunca deveria ter saído.

  61. Ciro, além ser extremamente incompetente, ele precisa explicar os desvios de recursos público que ele e seu irmão promoveram e continuam saqueando os cofres do estado do Ceará. Além de, sequer respeitar sua mulher, como fez expondo publicamente a patrícia Pilar na campanha de 2002. E além disso tudo é um esquerdopata, que faz parte da organização criminosa comunista chefiada pelos bandidos lula e fhc, tudo em minúsculo pela insignificância desses senhores, que assola o Brasil a mais de 30 anos.

  62. Ótima matéria. Uma pequena correção porém: Sobral fica 200km a oeste de Fortaleza, não ao norte. A norte de Fortaleza está o oceano Atlântico.

  63. Excelente matéria!!! Que seja usada como fonte de informação pelos candidatos concorrentes a presidente e outros meios de comunicação. Alguém tem que mostrar o que esse e os demais candidatos tentam esconder da população. Espero que nos debates ele seja questionado sobre essas irregularidades e má gestão.

  64. A maioria dos políticos, em geral, e os candidatos à presidência da república, em particular, não tem currículo mas sim, ficha corrida. Não voto em canalhas nem em criminosos. Se não houver candidatos decentes, não voto. Não sou partidário do "menos pior" apenas para me forçar a sair de casa para votar em urnas já provadas, "susceptíveis" à fraude. Tá tudo errado.

  65. Ao abrir a boca Ciro se revela. Sem mistérios, na presidência, será outra aposta de fanfarronice com poucos resultados para melhorar o país.

  66. Mais um ficha suja querendo ser presidente. As leis brasileiras precisam ser mais rígidas, transparentes e compactas para evitar "tipos" como esse se perpetuar na política. Nunca terá meu voto!

  67. Esse abestalhado, infelizmente deve ter ainda uns 10% de votos de eleitores amestrados, caso muito frequente nos colégios nordestinos, onde os cabeças do poder determinam em quem os tontos vão votas. Felizmente, a nível de Brasil, acho que sua candidatura nasceu morta, a menos que ele coloque um esparadrapo bem largo cobrindo toda a parte bucal, de onde sai mais besteiras que coisas aproveitáveis. É o que penso.

  68. Vcs poderiam permitir copiar pelo menos um parágrafo do meio do texto. Excelente reportagem. Pena que muitas pessoas não terão acesso.

  69. O coronelismo impera no Brasil.... não só no campo politico, existem coronéis da droga, coronéis dentro do próprio Poder judiciário, nos Tribunais de Contas e um número ilimitado de coronéis nas Prefeituras. Nestas últimas como uma praga. Nas cidades menores existe uma troca de Prefeiros mas não de poder... são sempre os mesmos. Uma célula cancerigena que se inicia nas pequenas cidades e se alastra pelo país todo. Desanimador!

  70. Deus que me perdoe, nordestino precisa de um banho de cultura e de vergonha na cara, onde já se viu eleger esse atraso de vida para qualquer coisa. Juro que não entendo o que se passa no nordeste.

  71. Mais claro do que o exposto é impossível. Nós ainda estamos na época de políticos ligados ao coronelismo, e Ciro Gomes não nega isso.

  72. Como vcs sao esclarecedores das mazelas desses candidatos. Pena ser uma revista tão pequena frente a tudo que acontece. Vamos amplia-la por esse país afora. Eu estou convencida que esse nunca será presidente, mas..... a grande maioria não.

  73. Junto com os Sarneys, Calheiros e Barbalhos, representam exatamente o atraso de um país que não consegue romper os grilhões do coronelismo e do subdesenvolvimento.

  74. O Brasil precisa urgente de uma revolução "à Francesa". De um Rosbespierre, de um Marat e também de um Guillotin. Mas, cadê os corajosos.

    1. A revolução à francesa vai ocorrer espontaneamente. O pão está faltando e não há broches!

  75. É uma pena que a politica executada regionalmente não seja de conhecimento do publico nacional menos instruído .Reportagens como esta deveriam ser publicadas por jornais de alcance nacional , e também veiculadas por emissoras interessadas em promover o bem do pais e não o rendimento auferido pelas reportagens as vezes insignificantes e desprovidas de qualquer conteúdo instrutivo e alcance institucional de valor.Pena que a revista CRUZOÉ seja veiculada somente para alguns poucos assinantes.

  76. Continua: a revogação dos leilões do Pré-Sal, é desconhecer a ação criminosa que está sendo perpetrada por Temer e seus áulicos contra as riquezas nacionais. Ou um crime de lesa-patria deve ser mantido, somente para agradar ao mercado? No mais, a única parte boa da reportagem é quando são apresentadas as ideias de Ciro, em um quadro auxiliar, que por sinal, parecem-me muito boas e coerentes. Acho que Crusoé foi tendenciosa, e o jornalista, infeliz.

    1. Acácio, você se encaixa em uma das alternativas a seguir: a) Ativista da Máfia Petista, b) Brincalhão e c)Extremamente ingênuo.

    2. Peregrino, claro que o Acacio está fazendo piada! Ninguém em sã consciência levaria o Ciro a sério. Infelizmente ele é mais um coronel que precisa ser extinguido da política, assim como o clã Sarney, Collor, ACM e todos que houver no país.

  77. Muito bom! Só tenho uma dúvida. Qual é a famiglia mais gângster: os Gomes do Ceará, os Canalheiros e Collor de Alagoas, ou os Sarney no Maranhão?

    1. Augusto, você demonstra preconceito e desconhecimento. As chamadas "práticas coronelistas" são as mesmas em todo o país, independente da região. Os Neves em MG, os Dias no PR, os Alckmin em SP e quem mais você apontar, usam as mesmas práticas. Não se iluda em achar que só existem coronéis no NE

  78. A reportagem é tendenciosa. Tem forte viés preconceituoso. Não há, neste país, um só político que tenha atingido longevidade, sem utilizar recursos de perpetuação de poder, no caso, chamado de "coronelismo". Ou por acaso, as práticas do PSDB em São Paulo durante mais de duas décadas, não são as mesmas? Certamente Ciro não é santo, mas, ao que me consta, não há processo transitado em julgado contra ele, o que já depõe a seu favor. Depois, falar de maluquices na economia e citar apenas a revogação

    1. É "preconceituoso" mostrar o que ele tenta esconder da população? E por não ter - ainda - um processo transitado em julgado o faz ser merecedor de alguma coisa? Não conta a má gestão? Nepotismo, machismo, preconceito, falta de educação, falta de visão de futuro e tantas outras coisas devem ser esquecidas por alguém que pretende governar e representar nosso país?

    2. Acacio, uma reportagem crítica ao Ciro não implica em passar pano para Alckmin. Saiba diferenciar as coisas. A Crusoé está jogando uma luz sobre cada um dos pré-candidatos. A vez do PSDB vai chegar.

  79. O Ceará é um escalde nepotismo, ex mulheres, primos, irmão tudo se mistura na lama da F Transnordestina e secretaria de saúde. Quem vai querer uma figura dessas depois da Lava jato

  80. Pobre País ! Uma família domina um Estado do Ceará , uma outra a do Maranhão, outra da Bahia, outra das Alagoas e assim de família em família chegamos na Federação totalmente dominada

  81. Ok, Parabéns Eu entendo da necessidade de manter matérias exclusivas e importantes, para ter e manter assinantes. Mas, nesse caso está em jogo o futuro do país, É DEVER, mesmo que após alguns dias liberar essa matéria para todos os demais brasileiros, pois são esses que não têm acesso fácil à boa informação é que provavelmente devam ser os eleitores desse débil mental.

  82. Ciro faz parte do mecanismo ou da ORCRIM que tomou e toma de assalto os cofres públicos brasileiros há décadas com a benção dos membros criminosos togados do stf. O stf virou o guardiã da casta de agentes/servidores públicos ou políticos quando não corruptos, improdutivos. Precisamos urgentemente sair das alternativas do "rouba mas faz" (do Meireles, Pedro Parente, Maluf, Temer) ou do "rouba mas não faz (do ciro, lula, dilma) para aspirarmos a propsperidade.

  83. Estarei recomendando aos meus contatos que ilustrem sua percepção de Ciro Gomes procurando, na CRUSOÉ, esta matéria, que desnuda a clã dos Ferreira Gomes, expondo tudo que abominamos da velha e odiosa prática política do "coronelismo", que com ele tende a se perpetuar no país, com a preservação da corrupção endêmica, fisiologismo, inchaço da máquina administrativa, centralização do poder, agravamento da polarização social, enfim, o legado de seus danosos rastros deixado em sua vida pregressa.

  84. Perfeita a reportagem... Moro em Sobral há quase 20 anos, e é notório o "coronelismo" do clã Ferreira Gomes. Os servidores e prestadores de serviços do município, em épocas de eleições locais, são seriamente ameaçados e obrigados a votar nos seus candidatos - "votos de cabrestos“. Que Deus nos livre dessa desgraça chamada Ciro Gomes. E, citando uma outra análise sobre Ciro: " se chegasse ao segundo turno Ciro e o diabo, será difícil saber quem é quem"

  85. Dependemos dos cearenses darem um basta nesta turma quadrilheira. Me admira um grande empresário pensar somente no próprio umbigoo

  86. Este texto mal educado e cheio de palavrões é o espelho da postura do Coronel do Sertão Ciro Gomes e de quem vai votar nele. Lamentável !!!!!!

  87. Cale a boca Cyro Gomes! Está dando chilique logo cedo. Somente os eleitores encabrestados vão votar em você. Chega de coronéis decidindo os caminhos da nação que só nos levam ao atraso.

  88. Infelizmente o acesso a essas reportagens é só para quem é assinante! O Brasil inteiro deveria ler essa matéria! Esse sujeito gostaria de ser coronel mas só o é lá pra negas dele!

    1. Concordo com você Walter. O acesso a reportagens como esta acaba ficando restrito a quem, a princípio, acompanha a nossa política e de antemão já não cogita dar o seu voto a políticos como o coronel Ciro Gomes e outros da mesma laia. A reportagem está muito boa. Mas, infelizmente não vai conseguir conscientizar a grande maioria do eleitorado, sem discernimento, com todo tipo de necessidades, que vira presa fácil de inescrupulosos, e não tem a mínima chance de ter acesso a essas informações.

  89. É mais uma família que quer manter poder a qualquer preço, tipo Lula. O povo aguenta ainda sustentar aloprado? As suas apresentações em público dão uma mostra do q é no privado. Chega de cangaceiro.!!

  90. nesse mar de lama ciro e o unico capaz de conduzir esse pais na direção da luz.a reportagem nao revelou nada capaz de infirmar tal conclusao.

    1. Revelou que ele é um vagabundo, machista é incompetente. Pra mim até que bastou, sabia?

  91. MEU DEUS! Outro Sarney, não! Por favor, Brasil! Se bem que os outros presidente que tivemos não foram muito diferentes disso. Exceto Itamar. Acho...

  92. Me da medo de pensar qual o futuro que o Brasil terá se estes são os 3 favoritos a serem presidente ... Bolsonaro - o fake Trump . Em 30 anos nunca fez nada a não ser nao roubar Marina - atrazo para o Brasil Ciro - desgraça

    1. O termo "roubar" é muito forte, não achas? ... Prefira "peculiar" ou "viver de política no Brasil".

Mais notícias
Assine
TOPO