ReproduçãoMarkinhos Show ao lado de Bolsonaro: com ele, Pazuello tem afundado ainda mais

O marqueteiro do horror

Hipnólogo, palestrante motivacional e até vendedor de máscaras: quem é Markinhos Show, o excêntrico estrategista que saiu de Roraima para orientar as ações de Eduardo Pazuello no combate à pandemia
29.01.21

“Tive a impressão de estar lidando com um bicheiro.” A associação ao estereótipo clássico é de um funcionário do Ministério da Saúde que, desde o final do ano passado, precisou seguir as orientações de Marcos Marques, 45 anos, também conhecido como “Markinhos Show”. O paraense que se tornou o principal estrategista de Eduardo Pazuello e assumiu o manche da tortuosa comunicação da pasta durante a pandemia baixou em Brasília após uma curta passagem pelo governo de Roraima e pela coordenação de campanhas eleitorais em pequenas cidades do país. A ideia, ambiciosa, era transformar Pazuello em uma espécie de herói nacional da pandemia. O efeito foi inverso. Se antes o ministro já não tinha muita chance, depois da chegada do marqueteiro as coisas só pioraram.

Diante da fase mais aguda e mortal da tragédia do coronavírus no país, Pazuello acumulou trapalhadas. Quando era preciso agir com racionalidade e adotar medidas enérgicas, preferiu continuar a bater continência para Jair Bolsonaro. Adotou o mesmo léxico negacionista, minimizou a importância das vacinas, ajudou a disseminar a farsa do tratamento precoce, transformou as coletivas do ministério – que, em tese, deveriam ser uma das especialidades do novo guru na comunicação – em um espetáculo grotesco, e, quando viu que a crise estouraria no seu colo, tentou dar um cavalo de pau reconhecendo o perigo do vírus. Tarde demais.

Como resultado da estratégia mambembe, o ministro virou alvo de um inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal a pedido da Procuradoria-Geral da República, para apurar sua conduta diante da gravíssima crise sanitária de Manaus, onde pessoas morreram sem oxigênio e para onde Pazuello foi compelido a ir às pressas sem data para voltar. No governo, comenta-se que, quando o ministro retornar, sua cadeira poderá já estar prometida para outro, como resultado da reforma que o presidente pretende promover na Esplanada para acomodar legendas aliadas. Se Pazuello for apeado da Saúde, Markinhos — assim mesmo, com “k”, como ele faz questão que seu nome seja escrito – provavelmente seguirá o mesmo rumo. Enquanto isso, porém, o marqueteiro segue “ajudando” o chefe.

O anúncio da máscara: vendedor e garoto-propaganda ao mesmo tempo
Marcos Marques é daqueles tipos excêntricos que, com alguma frequência, surgem em Brasília vendendo fórmulas mirabolantes – e supostamente inéditas – de gerenciamento de imagem. Ele se define como hipnólogo, “Master Coach” e até palestrante motivacional, ocupação que, diz, lhe rendeu o apelido de “Show”. O currículo embeveceu o general, que tem na comunicação um de seus pontos fracos, como é fácil perceber. O primeiro convite para integrar a equipe de Pazuello foi feito em setembro do ano passado, mas só se efetivou em dezembro porque o marqueteiro estava envolvido em campanhas eleitorais. “Conheci Pazuello em Roraima, na intervenção federal (refere-se à operação organizada para acolher refugiados venezuelanos). Ele foi convidado a assumir a Secretaria da Fazenda e auxiliar o governador Antonio Denarium na gestão pública. Como eu havia ajudado no marketing da eleição do Denarium, fui convidado para assumir a Secretaria de Comunicação. E ali criei uma amizade com o general”, explicou Markinhos, que foi secretário do governo de Roraima de janeiro de 2019 até fevereiro passado. “O ministro me ligou e disse que precisava organizar a comunicação, porque mesmo com muitas ações sendo realizadas, não estava sendo divulgada (sic).”

Foi dele a ideia do slogan “Somos uma só nação” para a campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, tentativa de dar uma resposta ao governo de São Paulo, que liderou os esforços iniciais do país para a produção de vacinas. Nesse caso específico, a iniciativa foi consenso na Esplanada. Só que nem sempre o marqueteiro está alinhado com o governo. Funcionários do Ministério da Saúde relatam que o bate-cabeça com outros ministérios é constante. Foi também de Markinhos, por exemplo, a estapafúrdia ideia de colocar adesivos no avião da Azul que iria buscar as vacinas de Oxford na Índia, gesto que melindrou os indianos e atrasou a entrega dos imunizantes.

A repercussão negativa da iniciativa de marketing do horror incomodou gente do próprio governo, que passou a criticar também as medidas oficiais para divulgação das informações sobre a pandemia. Ao tentar se defender das críticas, o homem da comunicação de Pazuello exibe sintonia fina com a narrativa de Bolsonaro: “Hoje a minha maior guerra é com fake news ou desinformados que acham que estão informando. O ambiente da informação passou a ser fúnebre e parecia que a esperança morreu junto. Pouco se fala na mídia sobre recuperados da Covid que passam de 7 milhões de vidas. Todos os comunicadores deste país têm responsabilidade com a mente humana”, afirma.

Tony Winston/MSTony Winston/MSNas entrevistas, para além de não dar respostas precisas, Pazuello tem exagerado na arrogância
Nas redes sociais, Markinhos também se comporta como soldado do governo. O linguajar chulo, da mesma forma, lembra o de Bolsonaro. “Com todos esses bilhões que foram para Manaus, não tiveram um centavo para montar uma fábrica de oxigênio em cada hospital? Não sobrou um real para comprar um cilindro? Enfiaram todo esse dinheiro no c…”, escreveu ele, no Twitter.  Mas nem sempre foi assim. Meses atrás, antes de assumir uma posição em Brasília, o publicitário compartilhou um post em que o ex-juiz Sergio Moro, hoje desafeto do bolsonarismo, criticava a recriação do Ministério das Comunicações. Ele até teceu críticas ao discurso adotado por Bolsonaro no início da pandemia.

Antes de chegar a Brasília a convite de Pazuello, Markinhos era considerado um dos homens fortes do governo de Roraima. No estado, ele concentrava todo o aparato de comunicação oficial. Prestigiado, chegou a representar o governador Antonio Denarium em compromissos oficiais. Como secretário, ministrou palestra para vereadores de todos os municípios do estado sobre estratégias eleitorais e explicou a legislação que regeria as eleições de 2020.

O estilo parlapatão que agradou ao general já fez a cabeça de muita gente e rendeu bons negócios ao estrategista. Em parceria com o também marqueteiro Gilberto Musto, Markinhos é um dos tutores de um curso online de marketing para pessoas que pretendem se candidatar a cargos públicos. No ano passado, uma vaga no programa custou 950 reais. Durante as aulas, Marcos Marques ensinou seus candidatos a não fazerem “mimimi”. “Você tem que ser uma pessoa que quer vencer. Se você não tem essa diretriz de vencedor, não espere que vá aparecer alguém que vá pegar na tua mão para fazer você caminhar”, disse o conselheiro de Pazuello. Musto, o parceiro, agora também trabalha na comunicação do ministro da Saúde.

Foto: Antonio Lima/Pawe Comunicação/Ministério da SaúdeFoto: Antonio Lima/Pawe Comunicação/Ministério da SaúdeO caos em Manaus agora avança para outros estados do Norte: pacientes sem ar
O currículo de Markinhos Show apresentado aos alunos do curso informa que ele é graduado em Marketing pela “Universidade de São Paulo”. O sistema da USP, porém, não reconhece o nome dele na relação de diplomados. Perguntado sobre o assunto, o marqueteiro respondeu: “Não é USP. Devem ter colocado errado. (É) Universidade Paulista”.

Em 2020, Markinhos faturou 591 mil reais em serviços para políticos e partidos nas eleições municipais. Oficialmente, seu maior cliente foi o diretório do partido Patriota em São Paulo, que lhe pagou 345,6 mil por “consultoria de marketing”. A campanha de Cláudio Burrinho, eleito pelo PSC para o cargo de prefeito de Iturama, cidade de 39 mil moradores em Minas Gerais, rendeu mais 100 mil reais ao marqueteiro. Uma das principais peças publicitárias do candidato, o clipe de seu jingle, traz uma animação de um burro dançante e clichês entremeados por frases como “o Burrinho vai voltar”. O sucesso não se repetiu na paupérrima Governador Nunes Freire, de 25 mil habitantes, no interior do Maranhão. Por lá Markinhos Show não conseguiu eleger Doutor Haroldo, da Democracia Cristã. A campanha, pela qual ele recebeu 75 mil reais, chegou até a apelar para um plágio do jingle de Jair Bolsonaro (“Muda Brasil, Muda de Verdade”), mas não colou.

Além de acumular o salário no governo com a receita obtida com campanhas e cursos, Markinhos comercializa máscaras de acrílico transparente na internet. “Este produto não embasa (sic) inclusive quando você precisa usar óculos”, diz um trecho da página da mercadoria. O negócio, como a comunicação do ministério de Pazuello, não vai nada bem. Ao preço de 59 reais cada, o estrategista da Saúde só vendeu três unidades no Mercado Livre, em um anúncio repleto de erros de português, idioma que ele parece não dominar muito bem – assim como seu chefe está longe de dominar os complicados desafios da pandemia.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Votei e briguei muito pelo Bolsonaro. Se arrependimento matasse tinha morrido. O cara virou curva de rio onde só se ajunta tranqueira

  2. Agora com Lira no comando junto com o monstro bolsonazifascista é esse tipo de gentalha que vai prevalecer no poder.Como pode 320 "representantes" desta laia decidirem o rumo de 212.000.000 de brasileiros??

  3. spigariol, pode ficar sossegado, o máximo que vai acontecer com você é ter uma narrativa falaciosa a seu respeito, publicada, nada como Celso Daniel, o pt já está apagado, durma tranquilo... "amor, com amor se paga" ou "chumbo trocado não dói"

  4. Sinal de subdesenvolvimento pessoal, esse tal de Markinho com K, snobe, arrogante e oportunista tenta diminuir e humilhar um repórter. O artigo é fantástico, assim ficamos sabendo mais uma do ministro Pezadelo e seu marketeiro nanico.

  5. Tantos brasileiros morrendo e o governo dando dinheiro para um bosta desse que faz a vidas as custas de outros.Esse BOSTANARO só se junta com quem não presta. É o nosso dinheiro sendo distribuído ao gosto do mito. Mais de 200 mil mortos não tem a menos importância para esses vagabundos ladrões.

  6. Esse é o perfil dos que querem se dar bem neste desgoverno: ser capacho e ficar repetindo as baboseiras do boçal. Markinhos lixo é mais um deles.

  7. Parabéns pelo artigo! Ainda bem que temos jornalistas que só dizem a verdade, doa a quem doer! Infelizmente, o Brasil está descendo a ladeira. 😢

  8. ESSE É O NÍVEL DOS GOVERNANTES FEDEREAIS, SEM TIRAR NEM POR. DO BOLSOMILICIANO ATE SEUS CAPACHOS NOS MINISTÉRIOS O NIVEL É DE CHIQUEIRO. NIVELADO NA LAMA. E POR AI CAMINHAMOS, Com 230 mil mortos. O IMPEACHMENT É A SOLUÇÃO PARA ESSE GENTALHA CORRUPTA. ESPERO WUE ACONTEÇA. MORO 2022!!! Se não for antes!!!!

  9. Veja só o que décadas de descaso com a educação fez no país. Hoje, sofremos nas mãos de pessoas sem a mínima qualificação profissional, com parcos conhecimentos e que mal conseguem se expressar no nosso idioma. Antigamente, essas pessoas estavam subempregadas, mas hj chegaram aos altos escalões do governo. Pobre Brasil! Nosso destino é nos transformarmos numa Bangladesh.

  10. Essa matéria é preciosa, precisa ser guardada com segurança extrema, pois ela foi motivo e está sendo motivo de censura do maldito narco-Estado brasileiro.

    1. Quase nada contraditório, hein Maria? "Quero sair" mas tá aqui, e ainda comenta. Difícil levar a sério. Prefere a imprensa passapanista, bem remunerada, assim como na época do PT. Sò mudou quem recebe

    2. Maria, pensar que esse é o nome da mãe de Jesus, ela deve estar com vergonha de um ser tão medíocre como você ter o nome dela. Por que você não cala essa sua boca e saía dessa revista de uma vez ao invés de ficar xingando ela, e receber ondas de xingamentos de volta? A casta na qual você pertence é bastante masoquista, pelo que vejo.

    3. Maria parece que você não consegue sentir o mau cheiro de onde vem.

  11. O vírus da corrupção no Brasil adquiriu força nunca vista, está cada vez mais forte,mais contagiante,mais letal.Está forte como nunca e o bolsonazifascista, o genocida do Alvorada alimenta sua disseminação descaradamente e o povo ignorante nada faz.

  12. Coitado do Pazuello... ele já foi eleito para ser o culpado de Plantão....o Bolsonaro e todos demais políticos já se preparam para transferir o ônus para ele ( só ver o processo aberto pelo Aras)... como dizia meu pai... passarinho que anda com morcego acorda de cabeça para baixo... no caso o Pazuello e um sanhaço, pois é verde....

    1. Pelo menos o Markinhos conseguiu eleger o Pazuello para alguma coisa.

  13. Como conseguem nomear pilantras como esse marqueteiro que desconhece as regras mínimas de concordância. Um ignorante esperto e só. Cabe ao Ministro coloca-lo no olho da rua assim como seu colega. Para ter uma porcaria como ele é melhor não ter ninguém.

  14. Seus fdp deixem de fazer fofoca para sacanear o ministro!; Seu bostas ! O cara e trabalhador , esforçado e competente! Seus covardes deixem Bolsonaro governar! Hipócritas!

    1. Deixa ele trabalhar.Onde talvez para tentar governar e começar a se sentir homem e não o machão que não sabe nem se expressar e quando o faz se desmente no dia seguinte.

    2. Tá nervosinha benzinha? Mais um Rasputin de quinta categoria no Castelo dos Bolsonov.

  15. Interessante 🤔 Para uma pessoa chegar ao posto de General, ele pode ser tudo, menos um idiota. Negar que o tratamento precoce não é eficiente, é negar que as pessoas curadas da covid 19 foram agraciadas pelo ser Supremo, não o maior de todos, o STF, é claro. 😁 A comunicação social é fundamental. Sabemos que serviço público, o que não falta é gente inoperante e que "finge que trabalha", mas só atrapalha. Querem condenar o ministro. Depois da censura, a Crusoé foi convencida 💰 de uma nova real

    1. Vá procurar a sua turnê e se informar melhor.Parece que somente os idiotas podem acreditar no que dizem.

    2. Huuum...pelo visto o Paulo tem fetiche por homem de farda. Confia neles cegamente. Sai do armário, sai, vai viver intensamente as tuas fantasias.

    1. Apoiado! Só não sei se ele vai aceitar essa carga pesada.

  16. Incrível como o governo Bolsonaro consegue ser, cada vez mais, bizarro. Brasil Bananeiro, Bizarrice Infinita! - está aí um bom slogan para Markinhos e o governo.

  17. O desgoverno do Jair se explica, em parte, pela ascensão de picaretas em vários ministérios. A outra parte, é claro, é explicada pelo desastroso desempenho do próprio chefe no tocante à comunicação, taoquei?

  18. SÁSINHÓRA..... DESCONSIDERANDO OUTRAS PAVOROSAS ANTERIORES, QUASE 2 RECENTES DÉCADAS MAIS ASSUSTADORAS DO QUE QUALQUER FILME DE TERROR PORQUE INACREDITAVELMENTE..... REAIS!!!! QUASE 2 DÉCADAS DE DESORDEM ADMINISTRATIVA, DE DESORDEM MORAL, DE CONDUTAS CRIMINOSAS BANALIZADAS E DE HUMILHANTE RETROCESSO EM LUGAR DE ORDEM E DE PROGRESSO!!!!!....

  19. Por favor... foi isso q PESADELO contratou para "melhorar" a imagem..??? Nossa.. é de rir até nunca mais.. Como é q tem coragem?? O cara é um picareta.. dá pra perceber em duas ou três palavras.. sem nem contar as ações.. Eles se esmeram em se cercar sempre com o q há de pior. E.. há quem pague 950 R..pra um cara q vai fazê-los falar ainda pior do q certamente já falam? Cara nem inteligente parece ser.. Como foi q o br ficou tão burro??? Como??

  20. Eu fico pensando como PT destruiu a educação e leva a ter pessoas que acreditam nesse dito cujo professor que até o burro do bolsonarista contrataram. Parabéns Brasil só o ensino é libertador.

    1. Olha.. até concordo a respeito da educação... mas não explica esse caso, afinal, gen pesadelo é velho demais pra ter sido educado na era pt.. e bozo.. mais ainda.. e as pessoas q "acreditam" não creio q tenham idade mto diferente.. os candidatos a prefeito.. e outros.. Há q se assumir: tem no gov e entorno uma cambada de burros como nunca se viu tantos reunidos. Isso unido a mau caratismo.. torna-os capazes de contratar um jumento, de verdd, se forem levados a acreditar q com isso vão se dar bem

    1. Querido, eles portam o LEITE CONDENSADO, lembra? Quem chupa é vc..

    1. Olá Xará. Nossos comentários aparecem apenas no nosso primeiro nome, o que pode gerar confusões. Afortunadamente somos ambos críticos deste quadro de políticos que nos desgoverna. Que bom...

  21. Como comunicador prefiro o antológico Patropi o "pá daqui e pá de lá" dele era mais perspicaz, inteligente e divertido do que esse markinhos show-cho.

  22. Desgoverno com K. Kassio com K , Marquinkos com ... k no dia D e na hora H ... é só uma gripezinha...É daí?! Mais de 200 mil cadáveres na conta desses CANALHAS! # Impeachment já !

  23. Pazuello sair do Ministério? Ok. Já vai tarde, mas que profissional sério irá aceitar fazer o papel de repetidor das imbecilidades do chefe?

  24. Inacreditável. O Brasil realmente se transformou numa República Bananeira. Piada internacional. É tudo muito patético e triste.

  25. Assessores são escolhidos. Quem escolhe assessor, analisa currículo vida pregressa e escolhe porque pensa que aquele é o melhor. No caso, parece que um foi feito para o outro. O problema é que nós pagamos. Com dinheiro e com vidas.

  26. Marquinhos Show. Show de horrores comandado por esta dupla criminosa bozonaro e sargento tainha. Quanta estupidez e esse militar emporcalhando o que ainda resta de dignidade do exército brasileiro.

  27. Passou da hora de refletir sobre o macro desse tubo de ensaiomundial.Perguntas para a OMS na live de ontem: Essa campanha mundial de vacinação é ética? Várias e diferentes tecnologias de vacina lançadas no mercado mundial em 1 ano de pandemia. Cadê os trials clínicos? Cadê os estudos sobre as variantes? Qual é a racionalidade dessas vacinas? Ciência? Legitimação pelo uso? Fé? Esperança? E os marqueteiros globais? Efeitos adversos a longo prazo dessas vacinas? Depois de tanto dinheiro investido?

    1. Perguntas pertinentes: 1) "esta campanha mundial de vacinação é ética? " usar Cloroquina em casos de covid-19 é ético? Pergunta pertinente!; 2)"cadê os trials"? Esta pergunta também serve pra cloroquina ou estou enganado?; 3) todas as outras perguntas também seriam aplicáveis ao uso da cloroquina ou estou enganado? Os cientistas afetos à área - não ortopedistas e de áreas não específicas ao ramo de doenças contagiosas -aprovam as vacinas e desaprovam a Cloroquina. Devemos ouvir ao markinhos?

  28. Já cheguei à seguinte conclusão: a Crusoé tem diversos perfis falsos, como Palhaço Bozo, Velhinha de Taubaté etc, que aparecem como leitores fazendo comentários, mas são, na realidade, a própria revista falando aquilo que não pode falar nas matérias. Acorda leitor, que isso virou “NOTÍCIAS POPULARES “!!

    1. Concordo Roberto, a Crusoé infelizmente está virando militante do quanto pior melhor, que pena!!!!

    2. Quaquaqua .. esse roberto é um "jênio".. "jenial".. como disse o chapa lá em cima..

    3. Quá quá quá quá quá. Concluiu? "mas são na realidade......"; Acaso você sabe a diferença entre verdade e realidade? Sua conclusão e verificao de uma pretensa realidade são apenas sua visão particular. Arrogância e presunçao acontecem quando se arroga para si o ter a realidade enquanto os outros estão enganados. Se considera as 'NOTÍCIAS POPULARES' deixando transparecer desdém também deveria desdenhar dos atores que protagonizam tais notícias: o presidente e seus ministros e assessoria.

    4. Concluiu? Quá quá quá quá. "mas são na realidade....". Acaso você sabe a diferença entre verdade e realidade? O que vc escreveu, concluiu e vê como realidade é apenas a sua versão. As notícias refletem as ações dos governantes. Se não agrada as notícias também não deveria desagradar os governantes?

    5. não concordo com você através da Crusoé eu consegui entender como nós somos tapeados por esse governo e o pior ainda tem quem acredita em tudo que ele fala . lamentável.

  29. Nicolau II e seu Rasputin. João de Deus cuidava da alma do Lula e também "ajudou" na cura do câncer da Dilma. Markinhos Show passa orientações para Pazuello. Acredite quem puder. Que fazer? Assim descaminha a humanidade...

    1. Boa!!! E seguimos nessa ignorância de dar dó... como dizia o célebre cantor... e oo vida de gado... povo marcado e... povo feliz!!!! Vergonha de ser brasileiro e ver esse povo chafurdar tanto e não encontrar um caminho de dignidade, respeito, retidão!!!! Talvez para meus netos... uma pena!!!

    1. Caríssima Lúcia, Demócrito era de Abdera, e mesmo assim foi um gigante. O que você escreveu é discriminação. Existem inúmeros argumentos não falaciosos para demonstrar a incuria desta outra máfia que de apoderou do governo. Saudações amistosas

  30. Os paraenses dão "nó em pingo d'água" em qqer matéria. Esse markito aí, tal como o do "ratinho", é um prestidigitador. Quaquaqua..apscosta/df

  31. Não sei qual do Trio Super Mutretas é o maior cafajeste e embusteiro: Genocida Sociopata ou o Paizuello ou assessor especial dos dois asnos, Markinhos Show- o Hipnólogo de ignorância perfeita. O País já virou chacota do mundo, ultrapassou a Venezuela, Infelizmente...

  32. BOLSONARO e PAZUELLO devem ser RESPONSABILIZADOS por SEUS CRIMES! Seus MILITARES VASSALOS CRIMINOSAMENTE BOICOTAM as VACINAS para EVITAR MANIFESTAÇÕES de RUA CONTRA o GOVERNO! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  33. O show do Markinhos para eleger o Cláudio Burrinho. Deve ter sido essa expertise que chamou a atenção do Ministério da Saúde, que tem um burro no comando.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO