Carlos Fernandodos santos lima

Deem nomes aos bodes na sala do Brasil

02.10.20

Jair Bolsonaro é o bode na sala deste Brasil. A ideia me assaltou de repente. O presidente, com suas ideias saídas de uma roda de conversa de um boteco qualquer, com sua falta de empatia pelo ser humano, com sua deseducação científica, incapacidade de julgamento e análise dos fatos é o perfeito bode, incômodo, barulhento, malcheiroso, que distrai alguns e incita o ódio de muitos, fazendo com que todo o restante da sala pareça idealmente perfeito se o eliminarmos. Pena que não seja assim. Jair Bolsonaro é realmente um bode na sala, mas não pode ser o bode expiatório de tudo o que de mal existe no Brasil.

A verdade é que o Brasil já vinha muito mal antes mesmo de Bolsonaro. E não apenas no aspecto econômico, especialmente após o desastre do governo Dilma e de sua “nova matriz econômica”, mas também pelo apodrecimento do sistema político, com a transferência do poder das lideranças morais dos políticos que conduziram a redemocratização, como Ulysses Guimarães, Tancredo Neves, Franco Montoro, Leonel Brizola e Miguel Arraes, dentre outros, para fazedores de dinheiro que passaram a comprar o apoio político. Para reconhecer estes últimos basta ver a lista de investigados na operação Lava Jato.

Entretanto, com um governo chefiado por um negacionista cuja compreensão do mundo e das pessoas não vai além do preconceito grotesco, parecer moderno e intelectual não é muito difícil. Assim, tem sido fácil para tantos se colocarem – ou se recolocarem – como figuras opostas ao atual presidente. Vejam o exemplo do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ao se posicionar perante o empresariado e a imprensa – a única plateia que lhe interessa – como a antítese de Jair Bolsonaro. Nada mais falso, entretanto. Se Bolsonaro é o atraso, Maia é a vanguarda desse atraso. Cada um do seu modo, mas ambos muito, realmente muito, prejudiciais ao país.

Infelizmente o horror à pessoa de Bolsonaro e ao seu governo, plenamente justificado, traz à tona a natural tendência humana de classificar o mundo de forma maniqueísta. Se Bolsonaro é o mal, quem se opõe ou é diferente dele é o bem, nessa visão distorcida da realidade. Assim, apesar de todo treinamento intelectual da profissão, essa percepção tem sido verificada na cobertura da imprensa em geral. Os abusos e erros de Bolsonaro têm sido tantos – e não podem ser esquecidos ou relevados – que os abusos cometidos por outros políticos, e até mesmo pela alta cúpula do Judiciário – são deixados de lado ou noticiados apenas como uma questão de conflito de versões igualmente válidas, sem qualquer aprofundamento das suas reais motivações.

E as motivações de muitas decisões legislativas tomadas nos últimos anos – sem esquecer das muitas decisões do próprio Supremo Tribunal Federal – são eticamente execráveis. Isso tem ocorrido especialmente no que se refere ao arsenal legislativo de combate à corrupção. E aqui é que se revela o atraso de Rodrigo Maia e do grupo político que lidera. Sob o discurso de criminalização da política e abuso das autoridades, esse agrupamento político continua interessado em usar do crime para financiar suas eleições e o seu controle partidário, bem como abusar da sua autoridade – dada, não para isso, pela Constituição Federal –, para constranger autoridades que ousam investigá-los. Esse tem sido o papel de Rodrigo Maia.

Ser moderno é acreditar que a política possa ser constrangida a agir dentro da lei e da ética. Ser moderno, no Brasil, por paradoxal que seja, é ser republicano, acreditar naqueles princípios clássicos de divisão e controle do poder, da sacralidade da coisa pública e da respeitabilidade e honorabilidade dos cargos públicos. Isso nunca aconteceu verdadeiramente em nosso país. Ser moderno no Brasil, portanto, é ser o oposto de Bolsonaro, Maia, Alcolumbre e tantos outros. Eles representam o velho, amam o passado no qual autoridades menosprezavam as leis, e a coisa pública somente existia para a sua apropriação privada.

Maia, entretanto, ao contrário de Bolsonaro, é capaz de disfarçar sua sabujice para com interesses econômicos e políticos menores com um verniz de modernidade e aperfeiçoamento legislativo. Manipula informações, usa seu poder como fonte de jornalistas para mantê-los sob controle, aproveita-se da distração nacional para promover medidas de retrocesso. Enfim, é insidioso e sorrateiro. Basta para tanto lembrar o episódio do massacre noturno do projeto de iniciativa popular conhecido por “10 Medidas Contra a Corrupção”. Rodrigo Maia, aproveitando-se da comoção nacional pelo acidente aéreo com a equipe da Chapecoense, comandou noite adentro o festivo enterro de um projeto de aperfeiçoamento legislativo no combate à corrupção que contava com mais de 2,3 milhões de assinaturas.

Agora Rodrigo Maia prepara outro bote contra o que deu certo no Brasil. O que está sob ataque é um dos pilares de sucesso das poucas investigações de crimes do colarinho branco e do crime organizado das últimas décadas: a lei de lavagem de dinheiro. Posso afirmar sem medo de errar, amparado na minha experiência de tantos anos na frente de batalha de grandes investigações, que poucas leis foram tão revolucionárias quanto a lei que criminalizou o branqueamento de capitais.

A lei 9.613/98, com as modificações da lei 12.683/12, permitiu que se atacasse autonomamente o fluxo financeiro das organizações criminosas que atuam em presídios, no roubo de cargas, no tráfico de drogas, mas também aquelas, não menos perniciosas, que atuam no interior de partidos políticos. O objetivo de umas e de outras é o lucro ilícito da atividade criminosa. Deixá-los sem esses valores é enfraquecê-las, permitindo que as autoridades as desmantelem.

Essa lei, reconhecidamente avançada e eficaz pelos órgãos internacionais de combate à corrupção e lavagem de dinheiro, incluindo aqui o Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo, o GAFI/FATF, organização intergovernamental de que o Brasil faz parte, é talvez um dos poucos diplomas legais brasileiros que carecem de aperfeiçoamentos para garantir sua eficiência no combate ao crime organizado e aos crimes do colarinho branco. Quem sabe poderiam ser aperfeiçoadas as regras de compliance antilavagem, com obrigações mais específicas e claras para a comunicação de operações suspeitas, ou outras mudanças pontuais, mas nada há nela que comprometa a sua aplicação.

No entanto, talvez seja justamente a sua eficiência que esteja incomodando tantos os parlamentares, pois o que fica claro nas suas manifestações é o objetivo, dentre outros mimos menos confessáveis para a classe política, de dificultar a aplicação da lei de lavagem de dinheiro para os crimes de caixa 2 eleitoral. No Brasil, não há nada que não possa piorar, especialmente quando os poderes da República são comandados por vanguardistas do atraso como Bolsonaro e Maia.

Além disso, a comissão montada pela Câmara dos Deputados para a análise das mudanças legislativas já demonstra a orientação equivocada dos debates. Dos cerca de quarenta membros, apenas seis são do Ministério Público, em comparação aos mais de vinte advogados, alguns bastante conhecidos na defesa de acusados na Operação Lava Jato. Não fosse somente a sub-representação do poder público, ainda há o completo desprezo pela Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro, a Enccla, criada em 2003, cuja principal atividade tem sido nesses mais de 15 anos justamente discutir aperfeiçoamentos na legislação de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro. Tudo isso demonstra um desvio da finalidade pública das discussões.

Enfim, o impaludismo moral de Rodrigo Maia e de seu Centrão, aproveitando-se da comparação com o arremedo disforme que é o governo de Jair Bolsonaro, pode parecer moderno e bem-intencionado, mas na verdade apenas é uma vertente do mesmo atraso que prejudica o Brasil desde sempre. Felizmente eles podem tentar o que quiserem, pois não veem, por amarem em demasiado o passado de impunidade, que o novo sempre chega. E o novo vai se impor, mais cedo ou mais tarde, porque a população brasileira assim o quer.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Outro excelente texto do Dr Carlos. Claro, lúcido e esclarecedor dos fatos atuais, infelizmente muito tristes para o nosso país. Parabéns!!!!

  2. Parabéns pela reflexão e pelo belo texto! É muito difícil não desanimar neste contexto de tantos lobos, tubarões e raposas no poder. Contudo, também esperamos que o trabalho da LvaJato e o sacrifício de tantos não tenha sido em vão.

    1. só tem um jeito de tirar o bode da sala, o povo nas ruas. lena

  3. Realmente, Bolsonaro é o legítimo bode na sala. Além dos qualificativos por vc citados, ele é um bode grande, espalhafatoso, que berra o tempo todo e dá chifradas em quem dele se aproxima. Mas há outros bodes, tão ou mais perigosos q Jair, o grande bode no meio da sala. São os bodes de menor porte, mais discretos, que se ocultam nos desvãos da república e juntam-se a outros bodes para conspirar. Precisamos nos livrar de TODOS os bodes, os dondoca e os espalhafatosos.

  4. Dr. Carlos Fernando, meus parabéns pelo belo texto. Infelizmente além da carga de corrupção e "religiosidade" herdada dos colonizadores, nós, os brasileiros, desenvolvemos o hábito de defender nossos corruptos favoritos. Que venha o Novo!

  5. Lúcido e verdadeiro. Certeiro na ferida da corrupção e dos velhos corruptos. Excelente artigo que precisaria ser do conhecimento de todos os brasileiros que realmente amam esse país. Precisamos sim lutar pelo NOVO incansavelmente!

  6. Jair Bolsonaro tem a maior empatia pelo ser humano que já vi. Ele não tem empatia nenhuma é por blogueiros militantes, nem irmãos de bancárias... É só uma constatação.

    1. >> A "empatia" do dito senhor foi escancarada quando o mesmo fez referência ao 'Bolsa FARELO para os porcos'. >> Um rato maravilhoso.

  7. Sou assinante da Crusoé e gostaria de registrar que, alem dos ótimos textos semanais de Mário Sabino, sempre fico na expectativa pelas dissertações quinzenais de Carlos Fernando dos Santos Lima, elaboradas com uma Qualidade de "tirar o chapéu", a exemplo dessa que acabei de reler pela segunda vez. Parabéns Carlos, por manter-me lúcido diante de tanto descaso, mas ainda esperançoso. No fechamento lembrou- me Belchior quando dizia "É você que ama o passado e não vê que o novo sempre vem".

  8. Gosto dessa linguagem direta. Esses canalhas da política se valem muito da malevolência da imprensa em geral que tem muitos dedos pra falar de assuntos que se tem que dar nome aos bóis.

  9. É desanimador. Eu, com meus 65 anos, não acredito que verei essa chegada do novo... Torço para que os mais novos consigam ver.

  10. Excelente sua análise. Sem esquecer outros ícones do atraso, como o presidente do senado e alguns ministros dos tribunais superiores.

  11. Queria ter seu otimismo de que "o novo sempre vem". Parece cada vez menor o número de pessoas que estão conscientes e sabem e querem essas mudanças. As renovações do parlamento tem sido lentas e ineficazes.

  12. Ótimo texto, mas não é novidade que este é um lobo disfarçado em pele de carneiro, até porque deve ter aprendido muito como pai dele. Como nos livrar de tudo isso? Um legislativo dos mais caros do mundo para ficarem se defendendo e usando da máquina para benefício próprio

  13. Resumo perfeito, mas faltaram outros bodes: Alcolumbre, Tóffoli, Gilmar (que este final de semana suspendeu o inquerito do Esquema S). Que o novo comece este ano com a renovação das camaras municipais e prefeitos, em 2022 renovaremos camaras legislativas, governadores e completaremos a renovação no congresso nacional e escolheremos um presidente republicano, com reputação ilibada e menos belicoso.

  14. Perfeita sua avaliação do Rodrigo Maia. Para atingir seus objetivos, que estão bem distantes dos objetivos do Brasil, ele faz as alianças que forem necessárias.

  15. Temos que acreditar que o novo chegará e os maias, alcolumbres , BolsoLulas, Renans irão para casa e nunca mais voltarao , nem seus filhos e netos

    1. Do jeito que vai nossa politica, eles só irão para casa a força, muita força, na porrada. Entendeu??? No voto...........nunca!

  16. A clareza da exposição implacável e inconteste da sordidez desses cleptocratas que comandam nossas vidas, embora há muito conhecida, me deixou tão mal que só com muito esforço conseguir ler este texto (imprescindível!) até o fim. É cada vez mais difícil ter qq esperança!!

  17. Perfeito! Excelente! O Povo não quer e não vai deixar, vamos buscar tudo .... deixa chegar a vacina .... a boiada não vai mais passar

  18. Carlos maravilhoso vc escreveu exatamente o que eu penso, o Rodrigo BOTAFOGO Maia acha que somos 210.000.000 de patetas. Rodrigo Botafogo é sorrateiro, falso pensa exclusivamente nele e acha q ninguém percebe.Acha q é esperto só q não.Ele é mau e mau caráter tb. O que um camarada destes fala para uma filha que tem?Que é honesto? Rodrigo Maia o BOTAFOGO na lista da corrupção!!!

  19. Excelente texto. Nunca havia pensado dessa forma. Realmente, Bolsonaro é o bode na sala, nos distraindo de todas as outras grandes mazelas. Esse País é desanimador. Estamos vendo o desmonte do combate à corrupção que nos trazia alguma esperança

  20. Ontem no salão de beleza (classe média média) os nomes da conversa foram os do seu artigo. "Absurdo a imprensa culpar Bolsonaro pelas queimadas". Várias citaram outras situações de injustiça ao PR. E uma argumentou: a culpa de o Brasil estar assim é do Maia, safado, espetalhão, corrupto, petista enrustido. Fiz minha pesquisa, considerando que as "caladas" não não apoiavam Bolsonaro. Não foi 40% pro-Bolsonaro, foi 60%. Fiquei preocupada. Intuí que 100% aprovou os ataques ao Maia. Amei.

  21. " Excelente" texto! Isso, todos os leitores perceberam. Obrigada, Dr. Fernando. Ainda está muito difícil vencer o maniqueísmo, e ver o novo se impor. Mas n ão significa que é impossivel, portanto, lutemos!

  22. O novo sempre chega, mas quando?? O tempo urge (ou ruge, como diria o idiota barbudo). No passo que vai, o novo virá em 100 anos apenas.

  23. Está é, infelizmente, a triste realidade brasileira. 0s 3 poderes completamente apodrecidos e as FFAA completamente ausentes, assistindo de camarote, o descalabro que se apresenta.

  24. Com Rodrigo Maia no comando da Câmara dos Deputados falar em leis de combate à corrupção é o mesmo que falar em corda em casa de enforcado. Ele engaveta tudo ou manda para as calendas ...

  25. Dr Carlos concordo plenamente com texto, mais o maior problema é a cabeça do Zé povinho eleitor, o dia que nosso povo for de fato alfabetizado poderá haver mudança, e isso pode perdurar por 3 décadas, enquanto existir esse bando de corrupto no senado e câmara, estamos morto é só rezando e acendendo velas

  26. Dr. Luiz Fernando, Congratulações pelo texto, com sempre, enxuto e perspicaz, expondo as entranhas e as mazelas desses poderes da república, que só nos envergonham, e fazem de tudo para aumentar a miséria e o sofrimento para a maior parte da população, que, sempre, os elegem e reelegem indefinidamente. Pobre Brasil, que é dependente dessa escória!

  27. Excelente texto. Se eu fosse Moro iria embora deste país, não tem jeito. Corrupto demais e sistema apodreceu em todas as esferas. Aras me dá nojo

  28. Lúcido e extremamente verdadeiro mas será que essa vontade da população será realmente um dia verdade para os nossos políticos? O cenário atual é ainda mais desolador do que na eleição de Bolsonaro porque agora temos que lutar contra dois ao invés de um. Que Deus tenha misericórdia de nós.

  29. Excelente texto. Mas se depender dessa turma, não vai mudar nunca. Os senhores que se tornaram símbolo desta luta devem colocar seus nomes como alternativa. O Bozó apenas capitalizou essa demanda reprimida por falta de uma alternativa melhor. E agora estamos aí, todos frustrados e decepcionados. É chegada a hora de lutarem na arena em que podem fazer a diferença. Se mais parlamentares com conhecimento técnico, como o Sr. Alessandro Vieira, forem eleitos, talvez tenhamos mais chances...

  30. Seu único comentário correto foi que o Brasil já ia mal antes do Presidente Eleito Vc é sua turma de fariseus da lava jato votaram em Bolsonaro porque acharam que iriam usá-lo pra implementar a ditadura jacobina que vcs pretendiam Com Moro no STF e a espúria fundação que queriam criar é vcs administrarem com as multas da lava jato Queriam criar um poder paralelo Bolsonaro é mais esperto que vcs e dispensou os todos Agora o Presidente Eleito está comprando tempo pras medidas liberais de Guedes

    1. Fernao. A lava Jato vai dominar o Brasil, mas cedo ou mais tarde e políticos como Bolsonaro, Lula,Dória entre outros irão pagar caro. A lava jato não enxerga ninguém, não tem partido político e não naoy vai acabar

  31. análise perfeita !!! torço para que a parte que diz, que o novo vai se impor, porque a população brasileira assim o quer, se concretize!!! afinal foi por essas mudanças que fomos as ruas desde 2015

  32. Carlos Fernando resume de forma notável o que realmente acontece com personagens por demais trágicos como: Botafogo, Bozo, Gilmau,Tofinho, Centrão. De forma didática vai descrevendo o Brasil do desrepeito às causas públicas, da politica leninente contra à corrupção. Como sobreviver à essa política nojenta, de compadrio, que visa principalmente a blindagem daqueles que diuturnamente afrontam à Constituição, e que recebem apoio da mais alta corte do país.É TRISTE NOTAR ISSO. VAMOS ESPERAR 2022

    1. Carlos Fernando e seus comparsas Moro e dellgonal queriam criar um poder paralelo queriam até uma fundação administrada por eles pra administrar os bilhões da Odebrecht São fariseus é agora sambas de uma nota só Moro no STF se juntaria a Barroso e fachin os fariseus esquerdistas

  33. Minha alegria é saber que aqueles que saqueiam o dinheiro dos nossos impostos e roubam os sonhos dos nossos filhos, um dia vão morrer e levar no caixão apenas o terno que vestem. Se não virarem cinzas num desastre de avião.

  34. Um artigo muito lúcido que nos faz repensar o cenário politico nacional. Mas estou com poucas esperanças de ver um Brasil livre da velha politica oportunista e corrupta. Infelizmente.

  35. Um país que tem Bostonaro, Nhonho, Alcolumbre, Beiçola, O Amigo do Amigo de Meu Pai, Lulilabá e outros excrementos não pode ser viável

  36. vão varrer Moro da cena política nacional; e como objetivo derradeiro, vão blindar "seu Jair" de qqer possível impedimento. Ao cabo, resignemo-nos, eles venceram, sob as nossas barbas e olhos, e com esse acordão, são favas contadas a sorrelfa, o retorno do país ao domínio da bandidagem cartolada. Alvaro Costa (@brasilia_urgente)

  37. É o seguinte, Carlos Fernando: fechou-se a manopla da algema que vai "zerar" tudo o que foi feito até aqui, mesmo que "aos trancos e barrancos", pra debelar os altos níveis de bandalheiras e corrupção, mormente de políticos e de governantes brasileiros. Temos de reconhecer que "Eles, os bandidos, acobertados pelas autoridades de sempre (bolso, gilmar, lewandovski,toffoli etc), venceram. Vão trazer Lula, de novo, e mais absolvido do que nunca; vão fulminar aLava-jato; ---segue---

  38. Que análise perfeita, Dr. Carlos Fernando. Por quanto tempo ainda viveremos no atraso imposto pelo corrupto sistema político brasileiro? Ninguém aguenta mais. Temos que agir, fazer ouvir as nossas vozes.

  39. Caminhamos para um cenário tragicômico da política nacional. Os ainda apoiadores de Bolsonaro em sua maioria o são tão-somente por oposição viável ao PT, e os que resta de seguidores deste o fazem em grande parte por aversão a Bolsonaro. É neste quadro que a meu ver Sérgio Moro poderá viabilizar-se como futuro Presidente da República desde que longe do PSDB de Aécio e Serra, sócio oculto do PT. Que Deus nos ilumine a todos e um abraço fraterno em agnósticos e ateus!

  40. Tentamos sair do atraso a cada nova eleição... mas o atraso não sai de nós, de nossa deficiente educação, de nossa miséria e facilidade que os políticos têm de nos iludir com promessas mirabolantes!

  41. Perfeito!! Nada é mais atrasado e tacanho do que esse Congresso brasileiro!! Maia, Alcolumbre e toda essa raça de políticos que habita Brasília jamais farão nada de positivo e ousado para melhorar as condições de vida do povo brasileiro. Faltam-lhes ideias, Informação, conhecimento geral, inteligência e vontade.

    1. E tem outro lado? O sistema financeiro é quem comanda, aliado às oligarquias de sempre. Ele sustenta o Maia, um dos seus representantes no Congresso. Sem sustentação do sistema, nenhuma chance para Moro. Infelizmente.

    2. Desculpe Lucia mas não Concordo. São homens de boa cultura, bem informados e inteligentes. Tanto é que se perpetuam lá. O que lhes falta é caráter, honradez, honestidade e escrúpulo. São o lado podre da política brasileira.

  42. Existem homens e mulheres de valor neste país mas, infelizmente, estão fora do jogo: Os baianos deixaram de votar para o Senado numa senhora como Eliana Calmon e no lugar dela escolheramum petista corrupto. Desse jeito, fica difícil.

  43. Dr Carlos é um otimista! Eu não acredito que o povo deseja acabar com corruptos! O pinóquio, não é bode, mas sim uma cão, que late mas não morde! Ameaçou, ameaçou fechar o stf e congresso, até levar um “cala boca” destes! Não vai demorar, para estes, lhe passarem uma rasteira e assumir o “puder”! O pinoquio não chega nas eleições de 22 como PR! Anote ai!

  44. Errado, Carlos Fernando. A lista de investigados pela Lava Jato não é o melhor lugar para se achar bandidos. Lembre-se que os pilantras que não podiam ser "melindrados" não estão lá.

  45. Parabéns pelo post! Daqui uns quarenta anos talvez, depois que todos eles já estiverem no inferno , o Brasil poderá ser um lugar decente para se viver! Eu tenho certeza que não Verei isso acontecer!

  46. Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE” é nossa resposta ao ACORDÃO de BOLSONARO com o ESTABLISHMENT! Não seremos LUDIBRIADOS com o “velho plano de MELHORAS NA ECONOMIA!” Triunfaremos!

    1. Desculpa, mas como pode se enganar tanto?! não vê que quem manda é o congresso? ! Vamos continuar renovando deputados e senadores ! E brigar pra por Sérgio Moro no Supremo! Seria bom ver um debate entre ele e Gilmar Mendes / Dias Toffoli sem ele ter que se curvar , de igual para igual!

    1. Concordo em gênero, número e grau! Excelente artigo.

  47. Show!!! Poderia publicar esse artigo no Antagonista, para que alcance o maior número de pessoas. Eu repassaria pelo meu ZAP, mais a Crusoé não libera.

  48. Impecável. o melhor artigo desta revista. Elucidativo e necessário ao dá nomes aos bodes que resistem bravamente a seres retirados da sala Brasil.

  49. O Brasil se transformou numa cleptocracia. Os instrumentos democráticos já não garantem o estado de Direito. Estamos dominados por uma centena de pessoas mau caráter que tem poder e governam o país. Só uma revolução popular, com banho de sangue, pode mudar isso.

    1. precisamos de um Estado....Estado Islâmico....para cortar algumas cabeças atuais....o novo só chega e ocupa espaço quando o velho se foi....

  50. Excelente artigo! O grande problema do Brasil é a "Brasília Política" e a "Brasília Judiciária". Conserte-se estes dois e o Brasil avançará para um destino grandioso. Mas como fazê-lo?

    1. Fácil, Custódio, é um só os estados mandarem para Brasilia políticos sérios e comprometidos com o país.

  51. Somos o novo..que embora horrorizados com estas figuras do atraso, não desistiremos.vamos detetizar o Brasil .Tirar estes ratos do poder.Ficha limpa nas votações..panelaços..indignação já

  52. Será Carlos? Acha mesmo que o novo sobreviverá? A organização que se instalou nas instituições é poderosa, basta ver o comportamento de maia, aras, toffoli, gilmar e bolsonaro. Como que isso vai acabar? O povo quer? Aonde está o povo? Quieto como nunca, parte dele se virou contra Sergio Moro.

  53. Será Carlos? o novo vai se impor? Acho que não e que este país está condenado a crise política e moral permanente. Não vejo sinais de que um dia gente perversa como maia, gilmar mendes, toffoli, bolsonaro e aras deixarão de comandar a organização criminosa que tanto tempo atua neste país, sem reação popular alguma.

  54. Um excelente análise da situação caótica em que o Brasil se encontra. O povo brasileiro não suporta mais essas pessoas nefastas

    1. Realmente Raimundo, o povo não suporta mais, porém nada faz contra isso, talvez por desencanto, já que as iniciativas populares são via de regra, postergadas pelos legisladores até serem esquecidas, coisa que o Maia é mestre em fazer.

  55. Muito boa essa análise, mas não tenho esperança com nossos juristas e políticos. Um dia a reforma chegará, mas será o fruto de uma sociedade reformada, cujo prazo não consigo vislumbrar.

  56. Seus comentários são preciosidades . Oráculos infaustos que se confirmam. O bode da sala é tosco , O outro, sucedâneo às avessas se dá pra entender .Entourage à reboque acabam com os vestígios de uma possível resposta ao crime organizado , há tanto ansiada . Então vc ilustrado Fernando fala “do novo” ! Assim seja . Esta tempestade escura tem de acabar . TEM.

  57. A população brasileira está com o Bolsonaro. O artigo todo é um emaranhado de figuras jurídicas e legislativas que não chega a compreensão de 1% da população. É só um clamor no deserto... os 6x5 do STF matou e cremou a Lava Jato com a soltura do chefão do petrolão, o resto é só consequência.

  58. Excelente artigo, gostaria de concordar com o Senhor, que essa situação um dia vai mudar, mas realmente não tenho mais essa confiança ou esperança!!

  59. sou fã nº 01 do ex procurador Carlos Fernando...pessoa honesta, sensata e que relata de forma clara o momento de nossa política e os riscos q corremos com bolsonaro, maia e alcolumbre no poder. Não vejo a hora de todos os brasileiros serem vacinados contra a covid 19 de poder voltar para as ruas pois a impressão q dá é q os políticos estão aproveitando essa pandemia para aprovar projetos q só interessam à eles

  60. Como de costume, um belo artigo! É enorme a importância de suas denúncias, de seus esclarecimentos. E é crescente a multidão de brasileiros que vão percebendo o cenário de terror dessa Corrupção resistente. Mas cresce também a revolta, cresce a vontade de lutar, de resistir, de sair debaixo do do jugo imposto por essa política suja, pequena e egoísta. As vagas no STF não deviam ser preenchidas conforme a vontade de um presidente tosco como esse Bolsonaro, mas ouvida a manifestação popular!

  61. Sr. Carlos Fernando , parabéns pela análise brilhante , fria e realista da nossa situação atual. Infelizmente assistimos a pior deterioração política jamais vista no país. Revolta e indignação. Esperança sempre temos , de que haja uma limpeza através dos votos. Pouco provável a mudança, ela virá através do nosso esforço e luta aos poucos.Se vier. Grata por tudo o que o senhor faz e representa.A ética, competência e seriedade. Obrigada!!!👏👏👏

    1. Não dá para entender tamanha descosideração. Pelo que lí aquí segnifica que foram Lula e Dilma excelentes presidentes, os demais ninguém prestou pasme!!! Crusoé.

  62. Será mesmo que o novo vai se impor? Não era o Witzel, o Doria e tantos outros os novos? Os combatentes da corrupção? E não estão agora aí às voltas com falcatruas, apadrinhamentos aqui e acolá? Os novos que chegam, chegam pra fazer parte da boquinha inesgotável e sem fundo que é a política brasileira. Querem logo é fazer parte imundície e chafurdar na lama. Vide Witzel. E se cercam de togados para validar sua sujeira. O mais novo lacaio togado está prestes a mostrar sua subserviência.

  63. Há ainda politicos que acreditam que vão manter o Brasil como era, ledo engano em 2022 estarão fora e com a BUNDA NA JANELA.

  64. Temos os Faróis que sempre iluminam o caminho: Lavajato, Crusoé, O Antagonista, adoro sua coluna, você detecta a pedra atirada no lago e todos os círculos em volta dela até a margem. "Nunca tantos deveram tanto á tão poucos"; nunca é demais repetir, temos muito a agradecer a Lavajato e Crusoé e O Antagonista.

  65. Finalmente nosso presidente se mostrou como realmente é: Oportunista. Correu pro abraço aconchegante do Centrão. A Lava Jato é sagrada é imprescindível em nosso paìs. Brasileiros, precisamos continuar a levantar a voz em defesa dela. Obrigada Antagonista é Crusóe.

  66. A transferência do poder de lideranças morais como Ulysses, Tancredo, Montoro, Brizola e Arraes se deu porque eles morreram. E suas ideias deixaram pouca saudade, notadamente nos casos dos comunistas Brizola e Arraes.

  67. Grande orgulho dessa equipe da Lava-jato. Deram_me, por um certo tempo, a ousadia de sonhar com um Brasil melhor. Em acreditar que, realmente, a lei é para todos. Muito obrigada a todos que fizeram parte dessa equipe.

  68. Há nomes como Carlos Fernando, Sergio Moro, Deltan Dallagnol, esses da área da justiça; e, Diogo Mainardi, Mario Sabino e Claudio Dantas, na imprensa, que já têm seus nomes numa galeria de pessoas honradas e merecedoras do respeito de todos os brasileiros por suas atuações corretas e, sobretudo, patrióticas, de verdadeiro amor pelo Brasil. São a forte esperança de que realmente dias melhores virão porque nós, brasileiros, queremos e merecemos. Sou Roberto Bruzadin, 80 anos de idade.

    1. 👏👏👏👏👏 Corretíssimo Sr.Roberto!! Temos um time de honrados brasileiros e sobretudo cidadãos como o Sr. com integridade e caráter exercendo sua cidadania.Orgulho nosso tê-lo como parceiro na luta e esperança de um Brasil melhor!!!👏👏👏

    2. Parabéns Sr Roberto! Caráter não se compra na esquina! A idade revela! Doutor Carlos Fernando, obrigado pela coragem!

  69. As aparências não enganam, não (...) O novo sempre vem... (Belchior, que era esquerdista, infelizmente). Parabéns, Dr. Carlos Fernando!

    1. Sua presença nesta coluna tem um valor inestimável Brasileiro de respeito e qualidades. Gostaria de saber um dia que o BRASIL. VENCEU.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO