Crusoé

Vídeo: como a turbulência na Argentina pode afetar o Brasil

12.08.19 18:46

Nesta segunda-feira, 12, a Bolsa de Valores da Argentina caiu mais de 30%, o peso desvalorizou 30% e o juro subiu para 74%. Tudo porque a chapa de Alberto Fernández e Cristina Kirchner ficou em primeiro lugar nas eleições primárias, que aconteceram no domingo, 11.

Para a economista Patricia Krause, da seguradora de crédito Coface, o risco de a situação afetar o Brasil é baixo. Em primeiro lugar, a Argentina não investe muito no Brasil. Além disso, apesar de o país vizinho ser um mercado importante para bens e serviços brasileiros, sua importância é relativa.

“A Argentina é um mercado importante, mas temos que lembrar que o Brasil exporta apenas 13% do PIB. Somos ainda um país muito fechado para o comércio internacional e a Argentina é apenas o nosso terceiro maior parceiro”, disse Patricia em entrevista para o jornalista Duda Teixeira (foto).

Vale notar ainda que as exportações brasileiras para a Argentina já vinham caindo. De janeiro a julho, a queda está em torno de 40%. “Não acho que a atual crise possa ter um efeito muito grande na economia brasileira. De um modo geral, o que prevalece para o Brasil é o cenário doméstico”, diz a economista.

Já é assinante?
Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Assine a Crusoé

*válido até 30/06/2021

Assine a Crusoé ou nosso combo e ganhe o novo eBook de Mario sabino

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Tem uma sub raça que só prega a desgraça. A Argentina é tão importante para o Brasil, quanto o vice versa. Nosso continente precisa crescer para fazer frente aos do NORTE e à EUROPA E ÁSIA. Deixem de ser trogloditas. Tirem esta viseira. Ou vocês acham que este “futuro(duvido),”, embaixador, vai resolver as questões GEO ECONÔMICAS deste nosso país quebrado. Não devemos menosprezar a relação comercial com os Argentinos. Daqui a dois anos são as eleições AMERICANAS. Devemos nos preparar.

  2. CRUSOE: é realmente uma ilha no nosso TELEJORNALISMO. Mas aceito com modéstia e bem, o título de PENÍNSULA. Pois leio outros fontes e as acho boas também. O nosso jornalismo está melhorando muito. Eu implorei pela técnica do áudio e agora vem o vídeo. É TUDO DE ESPETACULAR.

  3. E se o Brasil deixar unilateralmente o Mercosul ??? Quais seriam as consequências, imediatas e de longo prazo ?? Faltou essa pergunta no final para arrematar.

  4. Essa dependência do Brasil com relação à Argentina, acredito que irá cair muito, devido à crise interna no país vizinho que irá com toda certeza se acentuar. Como já foi dito no post, esse comercio bilateral já vem caindo há algum tempo, então a tendência será de cair mais ainda. Devemos nos desvincular dessas amarras da época petista, do tal diálogo sul-sul .

  5. Em breve será outra Venezuela há mandar sua sub-raça que votou na desgraça e depois não tem o que comer, vem pra cá. Falar em sub-raça os PTistas vão arcar com o prejuízo que nos causou, emprestar nosso dinheiro a essa cancerosa comunista. Com certeza não. Tomamos no c.... mais uma vez, com o PT.

  6. Parabéns ao nosso presidente que disse logo após receber os resultados das primárias que não tomará nenhuma atitude contra nossos irmãos argentinos unilateralmente.

  7. Bolsonaro precisa mandar o recado para o povo argentino: se travarem o acordo com a União Europeia, sairemos do Bloco, e se a Argentina venezuelar, vamos fechar as fronteiras e não os receberemos. Chega de passar a mão na cabeça de quem cria própria desgraça! Campo de texto Dê dois toques para editar. Use o rotor para acessar Palavras Incorretas

    1. CONCORDDO . O Chile não é do Mercosul , mas tem acordos bilaterais de comércio com vários países . E é a economia sul-americana com o melhor desempenho . 🇧🇷

  8. Bacana esses vídeos com especialistas, trazendo análise de acontecimentos do dia. Parabéns Crusoé e parabéns à entrevistada... melhor do que qualquer analista das grandes emissoras.

  9. Se o Brasil estiver mais seguro econômicamente, empresas deixarão de investir lá para investir aqui. A tendência é piorar mais ainda a situação por lá

  10. estamos no mesmo bar com, Brasil e Argentina. apenas estamos fazendo as reformas coisa que a esquerda não sabe fazer. aí então na reta final só vamos deixar poeira pra eles. azar desses Xirus

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO