Lucas Tavares/Folhapress

Operação com ações da Petrobras indica lucro de R$ 18 milhões com informações privilegiadas

02.03.21 11:06

Operações realizadas na bolsa de valores de São Paulo com ações da Petrobras na última quinta-feira, 18, sugerem indícios do uso de informação privilegiada, o chamado insider trading. Os lucros gerados pelas operações suspeitas podem chegar a 18 milhões de reais. Se comprovada, a atuação pode levar a uma denúncia pelo crime de uso indevido de dados privilegiados, que prevê pena de um a cinco anos de prisão.

As informações foram publicadas pelo jornal O Globo, nesta terça-feira, 2. Segundo a reportagem, as operações foram realizadas por uma mesma corretora, a Tullett Prebon. A firma teria feito opções de papéis da Petrobras, que permitem ao investidor apostar contra ou a favor de uma empresa com ações na bolsa. As transações foram feitas na quinta-feira, quando faltava apenas um dia útil para o vencimento da opção.

Os negócios foram fechados apenas 20 minutos após o fim de uma reunião do presidente Jair Bolsonaro com os ministros Bento Albuquerque, das Minas e Energia, Paulo Guedes, da Economia, Tarcísio Freitas, da Infraestrutura, Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, Walter Braga Netto, da Casa Civil, e Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional. No encontro, os participantes discutiram as medidas de contenção do preço dos combustíveis e, pouco depois, Bolsonaro anunciou em uma live sua intenção de intervir na estatal de petróleo. “Alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias”, disse o chefe do Planalto. A declaração derrubou as ações da empresa.

As transações custaram 160 mil reais aos compradores. Segundo dados da B3, a bolsa de São Paulo, ninguém nunca tinha negociado tantos desses papéis de uma única vez. A operação tem potencial para render 18 milhões de reais aos investidores, um lucro de 11.125%.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Sorte assim somente em casinos numa única jogada. Em bolsas de valores com todos os detalhes que antecederam à negociação das ações é coisa rara. No Brasil somos experts e espertos!

  2. Quem seria o imbecil d comprar a PETRN265 com exercicio a R$ 26,5 qdo a ação estava a R$ 29 faltando 1 dia para o vencimento com 99,9% de chance d virar pó o valor d R$ 160 mil q foram aplicados. É pra mandar a Polícia Federal. A CVM com esse processinho não vai levar a nada até pq cabe recurso aí conselhinho, tendo grandes chances d levar 10 anos. Alô MPF e PF!!! Cadê o Ofício de vcs? Aguardo uma operação d vcs até o fds!!!

    1. Histórico de operações é o cacete!!! O bobäo q fez essa transação não sabe nada d mercado. Como o resultado daquela reunião ocorrer em Bsb, provavelmente deve ter sido de algum político q se acha mt esperto. A PF vai te pegar!!! CRUSOÉ acompanha essa novela, pf. Tem caroço nesse angu!!!

  3. É óbvio que houve informação privilegiada. Eu nasci a noite, mas não ontem a noite. É só verificar o nível de exposição ao risco nas operações passadas. Se a estratégia é arriscar sempre, errando muito, e acertando algumas vezes, arrebentando a boca do balão nessas apostas, tudo bem. Agora, se foi somente essa aposta, é informação privilegiada. Ou nasceram com o cu para a lua.

  4. Eita mídia que persegue esse governo, meu Deus; dessa turma citada, que eu saiba, não tem nenhum que ganhou dinheiro especulando no mercado. Difícil essa mídia!

  5. Vamos aguardar as apurações terminarem... é totalmente previsível que um governo populista e demagogo interfira no preço dos combustíveis. Bolsonaro estava dando sinais disso há muito tempo. Pode ter sido uma "tacada de mestre" dos analistas da corretora sem ter nenhuma informação privilegiada.

    1. Bolsonaro já havia interferido na Petrobras em abril de 2019 quando cancelou um aumento do diesel. As ações da Petrobras caíram e, como esperado, se recuperaram. Vamos aguardar.

  6. São todos iguais. Nenhuma consciência e vergonha de serem corruptos. Que o povo também tenha consciência na hora de votar. Nojo 🤮

  7. Kkkkkkkkk. Está aí a a razão do Bozo interferir na empresa. Favorecer os especuladores que pagaram a campanha do genocida. Bozistas, tomem vergonha na cara e limpem a sujeira que vocês fizeram no Brasil. Eu sei, eu sei, vocês não tem capacidade cognitiva para tomar decisão, mas façam um esforço. Pensar não dói nada.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO