Reprodução/Redes sociais

Com a mira em evangélicos, Moro visita pastor que apoiou Bolsonaro em 2018

07.01.22 08:01

Em uma tour pela Paraíba, estado em que iniciou um périplo pelo Nordeste para construir palanques eleitorais, Sergio Moro dedicou parte da agenda a conversas com lideranças evangélicas, grupo que busca atrair para a sua candidatura, numa das estratégias para o crescimento na disputa pelo Planalto.

O ex-juiz mirou Estevam Fernandes, pastor da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, com quem teve um encontro na capital paraibana. “Ouvir e aprender com pessoas de princípios e valores é essencial neste projeto de construir um Brasil mais justo“, escreveu Moro.

Fernandes é um nome conhecido do bolsonarismo. Em 2018, o pastor fez campanha pela eleição de Jair Bolsonaro e chegou a ser investigado por supostamente pedir votos para o então presidenciável durante cultos no templo religioso. Tempos depois, no entanto, Fernandes seguiu pela dissidência.

Já em novembro de 2019, em entrevista ao Polêmica Bahia, um site de notícias locais, Fernandes disse que o país estava “triste” com a postura de Bolsonaro.Uma pessoa que é muito polêmica desestabiliza o cenário social. Por mais que ela seja bem-intencionada, não se constitui paz com polêmica”, comentou.

Para começar, eu acho que ele fala demais. Poderia falar menos, né?! Todo dia tem uma coisa. Eu digo: ‘Deus, quando é que vai ter uma manhã no Brasil sem uma polêmica de Bolsonaro?’ Quando não é ele, é o filho”, completou. À época, Bolsonaro enfrentava uma crise no PSL e deixava a sigla e a pandemia do novo coronavírus, que levou o governo ao ápice do desgaste, nem sequer havia batido à porta.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Os ANTAS y sus MUARES doutrinados, todos fazendo 'boquinha de siri', sobre a vaia que o Iscariotes levou lá na Paraíba. 'Traíra' foi o adjetivo mais singelos que ele escutou. ... kkk!

    1. Mesmo com todos os ataques feitos pelo Bolsonaro contra a nossa democracia, ela segue resistindo. Sendo assim, mesmo duas pessoas, provavelmente pagas, podem se manifestar. Mas fica nítido que uma minoria estridente, não está conseguindo impor o seu candidato NO GRITO. Bolsonaro já era quanto à reeleição. Agora é tirá-lo do 2° turno, para o Moro vencer o ex-presidiário Lula. Moro Presidente 🇧🇷

  2. Moro quer vencer una eleição que será durissima sob a mesmice carola sempre a trocar de roupa por conveniências? deveria se quer mesmo ser presidente se debruçar num projeto de ampla reconstrução nacional para discutir com o povo .. ninguém precisa mostrar ao povo quem é Moro a nação sabe e o admira .. só falta ele saber utilizar isto.

  3. O problema (um dos mil!!!) do bolsonéscio não é falar muito: ""é falar somente besteiras"", no mínimo 10 por dia e, não trabalhar, ocupando o tempo justamente com suas cascatas de besteiras insanas. Um presidente que falasse muito e só dissesse coisas edificantes, desse exemplos edificantes e trabalhasse muito, poderia ser muito útil ao país. Mas bolsobesta é um clone do outro desocupado ignorante e ladrão, o luladralha.

    1. Carluxo, o "cabeça de camarão" tem só os votos do RJ com ele agora, graças a Deus ele não consegue mais se eleger presidente! Com certeza consegue se eleger para deputado federal ou senador por RJ, estado que restringe boa parte dos seus cidadãos com a milícia e o tráfico cerceando a liberdade de seus cativos no voto. Votar lá? só em quem a milícia ou o tráfico manda.

    2. talvez no segundo lugar já que em 2022 o primeiro lugar é de BOLSONARO.

  4. A assessoria de Moro parece ter notado, finalmente, que ele precisa concorrer lado a lado nas bases conservadoras religiosas e nacionalistas e de segurança que sustentam uma parcela eleitoral do Jair, para minar cerca de metade do apoio de seu único concorrente de fato no 1º turno, caso tenha pretensão de disputar o 2º turno com o Jararaca. Não será nada fácil, mas, se chegar lá, poderá ser recompensado pela maioria do eleitorado que estará pronta para “virar a mesa” e seguir em frente!

  5. Correção pastor. O Bozo não fala…o Bozo zurra. Zurra ele e zurra os seus seguidores. Esta é a sina de todos os Bozistas: serem zurradores ad eternum.

    1. Bozo vai desistir. Não se imagina perder para o MORO ou o Molusco.

    2. Kkkkkkk. Bozista falando de grosseria. O fato é que o Bozo será preso por crime contra a humanidade. O resto são detalhes.

    3. quanta grosseria. o fato é que em 2022 vai dar Bolsonaro de novo.

    4. tem razão .eu acho que Bolsonaro defeca pela boca. deve ser consequência do entupimento ou fecaloma cerebral..

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO