KCNA

Kim Jong-un transfere alguns poderes para sua irmã

21.08.20 16:37

A agência de inteligência da Coreia do Sul anunciou na noite desta quinta, 20, que o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un (foto), transferiu alguns poderes para sua irmã mais nova, Kim Yo-jong. Ela ficou responsável pelas relações com a Coreia do Sul e com os Estados Unidos, além de outros temas gerais.

“Kim Jong-un ainda mantém autoridade absoluta, mas parte dos seus poderes foi transferida aos poucos”, disse a agência. “Yo-jong é a segunda liderança de fato, mas ele ainda não escolheu um sucessor.”

Parte das responsabilidades na área militar e econômica também foram compartilhadas com outros oficiais. Para todos os casos, a palavra final continuará sendo a do ditador Kim Jon-un.

Ao longo deste ano, Kim fez 132 aparições públicas. O total é 65% menor que o do mesmo período do ano passado. A agência, contudo, não acredita que a distribuição de poder tenha como motivo a condição de saúde do ditador, que chegou a ficar três semanas sumido neste ano.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO