Agência Brasil

Eduardo Cunha aciona STF para reverter prisão

16.01.21 08:09

A defesa de Eduardo Cunha (foto) tenta reverter a prisão preventiva do ex-presidente da Câmara no Supremo Tribunal Federal. Os advogados argumentam que a Justiça submeteu o ex-deputado, detido desde outubro de 2016, a uma espécie de “pena antecipada”. O presidente da corte, Luiz Fux, não viu urgência no caso e o repassou às mãos do ministro Edson Fachin, que deve analisar o processo somente após o recesso.

No habeas corpus, a defesa sugere a imposição de medidas cautelares em substituição à prisão, como a proibição de Cunha de manter contato com outros investigados e a entrega do passaporte. Os advogados pedem, no entanto, que não sejam adotadas restrições como o monitoramento eletrônico, a proibição de sair do Rio de Janeiro e o recolhimento noturno.

Aos 62 anos, Cunha cumpre prisão domiciliar desde março devido à pandemia do novo coronavírus. Ele obteve o benefício enquanto estava internado no Hospital Copa Star, na Zona Sul do Rio, depois de uma cirurgia. Antes disso, passou pouco mais de três anos em regime fechado no Complexo Médico Penal, em Pinhais, e no Presídio Pedrolino Werling, conhecido como Bangu 8.

O ex-juiz Sergio Moro expediu o mandado de prisão em 2016 no processo em que o emedebista responde pelo recebimento de propina de 1,5 milhão de dólares referente ao contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e pelo uso de contas na Suíça para lavar o dinheiro. Na ocasião, o então juiz entendeu que Cunha agiu para obstruir as investigações da Lava Jato.

Meses depois, Moro condenou o ex-deputado a 15 anos e 4 meses, pena depois reduzida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região a 14 anos e 6 meses de reclusão. Desde então, a defesa de Cunha apresentou sucessivos recursos para evitar o trânsito em julgado do caso.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Vocês acreditam mesmo que Cunha está preso ? Alguém visitou Cunha na cadeia ? Lula todo mundo sabia que estava preso, havia uma sucursal da mídia nacional na porta da cadeia, a gente sabia os livros que lia e até os peidos que ele dava na cela, tudo saía no jornal. O que a gente sabe da pena de Cunha ? Nada.

    1. Brasil país que valorizar seus bandidos com dinheiro, se tiver advogados ministros tá salvo ! tenho vergonha desse ministros e políticos todos farinha do mesmo saco Lena

    2. uai, era só vc ter ido lá e feito campana na frente do presídio. É cada uma que me aparece!!!!!!

  2. SE O QUEIROZ E MÁRCIA PODEM, CUNHA TBM. CABRAL DEVE SABER DE MUITA COISA GRAVE, TODO MUNDO FICA EM PRISÃO DOMICILIAR MENOS ELE!!!!!!

  3. sim e os outros calhordas porque ainda estão soltos??? O poder judiciário anda no ritmo tartaruga, a efetividade dos processos resultam em nada.

  4. vai q é mole.. todos conseguem, pq ele não? País é a casa dos vermes do intestino grosso da, pela última vez, primeiríssima dama..

  5. Tem que morrer na prisão, haja vista que os atos de corrupção por ele e por muitos praticados assassinaram e assassinam muitas pessoas de bem.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO