Adriano Machado/Crusoé

Brasil contabiliza 566 mortes e 24.818 infecções por coronavírus em 24 horas

21.10.20 19:57

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Como os bozistas comemoram este tipo de notícia. Com mais mortes pelo Brasil, eles se aproximam da meta do pacto que eles firmaram com o demônio. A meta, entretanto, está longe. Por isso, eles continuam promovendo eventos de contaminação em massa e trabalhando contra a ciência e a vacina. A meta original era de um milhão. Agora eles ficarão contentes com 300 mil. Brasileiros, vocês deixarão os bozistas ceifarem mais 145 mil vidas?

  2. Já participar de ensaios de carnaval ...antecipando que o carnaval estará liberado ...votar ...e outras coisas mais não faz mal . E a imprensa ...o pessoal do “fica em casa “ ...morreram de COVID?

  3. O termo recuperado atualmente deixa de ser válido, dados os novos conhecimentos acerca das sequelas pós covid. Uma das principais tem sido a miocardite/ pericardite/ miopericardite/ eventos trombogenicos, conforme estudos recentes de caráter transversal e de boa qualidade, como o de Salamanca. Outros estudos corroboram os dados, além dos pacientes que atendemos nessas condições, alguns deles com limitação funcional permanente.

  4. A relação entre recuperados e infectados é de quase 90% de recuperados! Saudemos os mais de 10000 médicos brasileiros que implantaram o tratamento precoce do Covid-19. Esta relação estava abaixo de 48% no dia em que Pazuello assumiu o Ministério da Saúde!

Mais notícias
Assine
TOPO