Reprodução/redes sociais

O big brother

O irmão do presidente ganha acesso privilegiado aos cofres federais e usa a influência no governo para se cacifar eleitoralmente no berço da família Bolsonaro
28.05.21

O comerciante Renato Bolsonaro virou uma espécie de mercador de verbas em Brasília. Irmão de Jair Bolsonaro e aspirante a político, ele tem acesso livre aos gabinetes do governo e, em suas andanças pela capital, vem captando polpudos recursos para municípios do Vale do Ribeira, em São Paulo, região onde ele e o presidente cresceram. O dinheiro tem saído, principalmente, do caixa dos ministérios do Turismo e do Desenvolvimento Regional e seguido para prefeituras administradas por prefeitos amigos do primeiro-irmão da República. Ultimamente, até nacos do bilionário orçamento paralelo montado pelo governo para agraciar parlamentares aliados têm ido parar nos municípios apadrinhados por Renato, que sonha virar prefeito ou deputado.

No Palácio do Planalto, há uma estrutura montada para dar atenção especial às demandas do irmão de Jair Bolsonaro. Um assessor especial do presidente, Mosart Aragão, foi destacado para dar vazão aos pedidos e atender os prefeitos que chegam por meio de Renato e são cuidadosamente encaminhados para audiências com ministros. Recentemente, por intermédio de Mosart, o ministro do Turismo, Gilson Machado, recebeu o prefeito de Pariquera-Açu, um dos municípios do Vale do Ribeira. “Estamos aqui com nosso ministro Gilson Machado, juntamente com nosso companheiro e grande amigo Mosart Aragão. Graças ao Mosart, que nos trouxe aqui no Ministério do Turismo, nós estamos pedindo aqui a revitalização do centro da cidade. Em breve estará no sistema já”, declarou o prefeito, em vídeo publicado nas redes sociais. Renato Bolsonaro compartilhou o registro.

Nos meses que antecederam as eleições municipais do ano passado, municípios comandados por prefeitos apoiados por Renato Bolsonaro receberam pelo menos 90 milhões de reais. Em dezembro, durante a janela aberta para indicações de parlamentares dentro do orçamento paralelo, o governo destinou 40 milhões para a região, novamente priorizando prefeitos eleitos que Renato apoiou. Pelo menos 10 milhões de reais foram para Miracatu, município onde Renato mora e mantém uma loja de móveis. Em Miracatu, o irmão do presidente fez campanha para o candidato do PL, Vinícius Brandão de Queiroz, conhecido como Vinícius do Iraque, que conseguiu se eleger. Na véspera da eleição, Renato usou a internet para agradecer o apoio dos moradores ao projeto político que ele chamou de “nosso”.

Após a eleição, as verbas passaram a jorrar com mais intensidade. Do Turismo, saíram 5 milhões de reais para reforma de uma concha acústica. A justificativa apresentada para que o recurso fosse liberado registra que o “turismo de evento é um ponto-chave e ao mesmo tempo uma atividade ainda incipiente frente ao potencial existente” no município. O irmão do presidente costuma ser comunicado, por e-mail, de cada liberação de verba para a prefeitura.

Divulgação/Prefeitura Municipal de MiracatuDivulgação/Prefeitura Municipal de MiracatuMiracatu, no Vale do Ribeira: Renato Bolsonaro virou chefe de gabinete do prefeito
Em 8 janeiro deste ano, Renato deixou a informalidade de mediador de verbas para ser chefe de gabinete do prefeito de Miracatu. Uma das suas primeiras providências foi agendar uma reunião com o ministro do Turismo em Brasília. Mosart, o assessor de Jair Bolsonaro encarregado de ajudá-lo, estava lá. O encontro rendeu. Depois dele, houve novos repasses, o que faz com que Miracatu, ao longo do atual governo, se destaque como um dos municípios do país que mais receberam recursos da pasta comandada por Gilson Machado, o “sanfoneiro” das lives de Bolsonaro. É uma posição privilegiada. O município potiguar de Tibau do Sul, onde está a praia de Pipa, um dos destinos turísticos mais badalados do país, recebeu no mesmo período apenas 10% do que foi para Miracatu.

Uma parte dos recursos que chegaram ao município foi destinada a empresários com um histórico não muito republicano. No portal de licitações da prefeitura consta que, para realizar obras com recursos liberados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, foi contratada a TMK Engenharia. A firma tem os mesmos sócios de uma outra empreiteira, a Termaq, que em 2007 caiu em uma operação da Polícia Federal para investigar a existência de um balcão de favores no BNDES. Vereadores de Miracatu dizem que a obra para a qual a empresa foi contratada está parada.

Por onde anda no Vale do Ribeira, Renato Bolsonaro faz questão de se apresentar como o responsável pela liberação dos recursos federais enviados à região. Em entrevista a um jornal local, ele disse: “Estou doando meu tempo porque, naturalmente, sou muito procurado pela questão de relacionamento familiar. Eu faço a ajuda, encurto a distância“.

Em Brasília, os encontros intermediados por Renato não costumam ser incluídos em agenda oficial do turismo. As audiências acabam se tornando públicas depois, quando ele próprio as divulga nas suas redes sociais. No município vizinho de Cajati, Renato Bolsonaro fez campanha para Lucival Cordeiro, conhecido como Vavá Cordeiro. “Não só Renato, mas a família toda me apoiou”, diz Vavá, que acabou cassado meses depois por suspeita de improbidade administrativa. Mais de 3 milhões de reais foram destinados à cidade. “Esse dinheiro aí vai ficar para o meu sucessor”, diz o amigo de Renato. Quem está no comando do município, atualmente, é o presidente da Câmara, Sidney Cordeiro. Ele diz que até para medidas de combate à Covid as liberações destinadas às prefeituras do Vale do Ribeira passam por Renato Bolsonaro e por Mosart, o assessor de Bolsonaro. “O Mosart mandou um ofício para a gente dizendo que estava providenciando (o dinheiro). Deve ser ‘aquele’ jeito de tentar intermediar as coisas. Direto com o presidente é raro quem consegue estar”, afirma Sidney.

Prefeitura de MiracatuPrefeitura de MiracatuO irmão do presidente com prefeitos em audiência no Ministério do Turismo
Em Eldorado Paulista, onde vivem a mãe e irmãos de Jair Bolsonaro, quem se elegeu também foi um aliado de Renato, Dinoel Pedroso, do PL. O município de 11 mil habitantes já foi contemplado com 11,4 milhões de reais do Desenvolvimento Regional, para a construção de uma ponte. Presidente da Câmara de Vereadores, Willyan Batista e Souza, do DEM, diz que até o momento a obra não saiu do papel, apesar de nos sites oficiais do governo constar que o dinheiro foi desbloqueado em 29 de janeiro. Outro município de interesse de Renato, Itaoca recebeu repasses do Turismo, em janeiro de 2021, para a reforma de uma praça. A maior bolada, porém, saiu do MDR: 24 milhões para a construção de uma ponte que liga a cidade à vizinha Adrianópolis. A página oficial da prefeitura chegou a publicar um agradecimento do prefeito ao irmão do presidente da República.

Renato Bolsonaro não falou com Crusoé. Já Mosart Pereira, o assessor de Bolsonaro que o auxilia nas liberações de verba, tentou desconversar ao ser indagado sobre o assunto. “Eu não estou sabendo, não. Não tenho ajudado nada, não. Ajudar com quê? Tá doido, é? Não sou eu que mexo com isso, não. É com o ministério lá”, afirmou. Sobre os relatos de prefeitos que o mencionam, além dos registros públicos das reuniões de que participa, Mosart justificou: “Foto você tira, você recebe um ou outro aqui”.

Os políticos do Vale do Ribeira dão como certo que o projeto de Renato Bolsonaro é se lançar candidato nas próximas eleições. Por duas vezes, ele já tentou ser prefeito de Miracatu. Não conseguiu. A última tentativa foi em 2016. Na ocasião, ele acabou torpedeado por uma denúncia: era funcionário fantasma no gabinete de um deputado estadual de São Paulo. O irmão do presidente chegou a ser flagrado dando expediente em uma de suas lojas no Vale do Ribeira, enquanto deveria estar na Assembleia, onde recebia um salário de 17 mil reais. O então deputado federal Jair Bolsonaro, à época no PSC, condenou a atitude do irmão: “Pau nele, para deixar de ser otário. Se meu irmão praticar algum crime, fizer alguma besteira, o problema é dele. Ele que se exploda”. “Tem cargo, malandro? A primeira coisa: sai fora, depois se explica”. Ao que tudo indica, pelo menos otário Renato não é mais.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. A capitã cloroquina deve ter se inspirado na cara desse aí para tecer o comentário sobre a arquitetura do prédio da FioCruz. Mó cara de pica esse irmão do Bozo

  2. 5 famílias lutaram entre si, uma ficou pra continuar a tarefa...as demais ficaram no apoio, e todos se dão bem até que algo mude o comando, então tudo começa de novo. Já vimos esse filme antes, com certeza, no cinema e na terra da fantasia, além de outras plagas onde proliferam essas pragas... Com certeza o coronelato não existe só no Bananão, mas na terra de Platão acabou em 1974, aqui não tem dia D nem hora H pra acabar.

  3. Dinheiro público adubando carreira política de irmão... como se chama essa armação contra o povo? Nepotismo fraterno flagrado parece apropriado...

    1. Para quem se sujeita a ser um bovino bem manso à serviço da impunidade corruptiva, realmente não é nada anormal isso.

  4. Irmão do presidente, mulheres dos ministros do STF, filhos dos ministros do STJ, todos os afilhados do poder... e nós os babacas pagando a conta ... até quando???????

  5. Aprenderam com o LULA dizer que não sabem de nada. Pura hipocrisia. Alguém neste mundo já viu ou ouviu ladrão, a pessoa que infringue as leis de todas formas, assumirem que roubaram, desviaram, ou seja lá o que qua a sociedade não julgue como correto ou honesto???? PIOR SÃO AS PESSOAS QUE FINGUEM QUE ACREDITAM, FINGUEM QUE FISCALIZAM....

    1. Está aí, muito bem investigada e denunciada, a bruxaria dessa tenebrosa dupla "madame mim e alcéia". Que o Congresso, com esse trabalho 'ganho de mão beijada' do jornalismo independente da CRUSOÉ, tome as devidas providências. Não é possível que depois de escancarado o escabroso caldeirão de veneno desse maldito tráfico de influência, a coisa toda continue impunemente tóxica do mesmo jeito!!!!

    1. Está aí, muito bem investigada e denunciada, a bruxaria dessa tenebrosa dupla "madame mim e alcéia". Que o Congresso, com esse trabalho 'ganho de mão beijada' do jornalismo independente da CRUSOÉ, tome as devidas providências. Não é possível que depois de escancarado o escabroso caldeirão de veneno desse maldito tráfico de influência, a coisa toda continue impunemente tóxica do mesmo jeito!!!!

    1. Está aí, muito bem investigada e denunciada, a bruxaria dessa tenebrosa dupla "madame mim e alcéia". Que o Congresso, com esse trabalho 'ganho de mão beijada' do jornalismo independente da CRUSOÉ, tome as devidas providências. Não é possível que depois de escancarado o escabroso caldeirão de veneno desse maldito tráfico de influência, a coisa toda continue impunemente tóxica do mesmo jeito!!!!

  6. Qual a diferença dos governos do PT? Nenhum. Td isso mostra pq ele não queria mais MORO no governo e deixou Aras destruir a lava jato. JB traiu nosso voto e institucionalizou a corrupção no governo. Moro22

  7. Engraçado, não estou defendendo o presidente e seus familiares. Porém, os filhos do Lula ficaram milionário. E Esses jornalistas estavam a onde??? Bando de abutres

    1. Na época os jornalistas recebiam mesada do Lula para ficar calados, agora que a mesada acabou estão assim, como moscas no cocô!

  8. Rende ser político que o digam os filhotes a ex mulher é o irmaozinho .:famiglia acima de tudo e corruptos e ladroes acima de todos

  9. Que coisa!!! O Vale do Ribeira é paupérrimo, minha irmã e o Grupo dela vão 2 vezes ao ano, levar 1 caminháo de cesta básica, outro caminhão com roupas, sapatos, brinquedos e enxoval para bebê, tudo feito com muito carinho, eles váo para Eldorado e os Prefeitos das outras cidades do Vale mandam ônibus com os moradores para receberem isso, e além disso, vai um médico que leva muitos remédios e faz todas as consultas de graça, tenho certeza que esse dinheiro não vai chegar para ajudar à população!

    1. Com esse são 6, os 4 filhos, o pai e agora o irmão. Isso que a gente sabe, vai aparecer mais.

  10. Se eu fosse irmão do Bolsonaro e tivesse condições ia querer um cargo melhor que o de chefe de gabinete da prefeitura de Miracatu. Lula era mais bondoso com seus amigos e familiares.

    1. Dudu, você foi abduzido da terra na era PT e está retornando agora, é?

    2. Cite um caso da família do Lula que não seja uma fake-new

  11. O Brasil ñ aguenta mais este Capitalismo de Compadrio, juntamente com uma política corporativista. Na gestão petista foram os gdes empresários e políticos que sistematizaram uma corrupção, quiçá, nunca vista no mundo. Agora temos um governo voltado para encher os bolsos das FA e de instituições estratégicas, objetivando implantar no Brasil, a Política da Milícia. O povo terá q pagar impostos, ñ para retornar em maior bem-estar social para todos, mas sim p/ sustentar uma casta corrupta e VIOLENTA

  12. Se repassa verbas para melhorias das cidades está errado. Outros governos repassava para os bolsos dos amigos, onde estava a Veja na época?

  13. os EXEMPLOS EXCECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

  14. Lula tinha o "Frei" Beto. Bolsonaro tem o "Frei" Nato. FAMÍLIA ACIMA DE TUDO! Todos curtem mamatas. E posam como HONESTOS.

    1. Justamente Peregrino. Só muda o nome. E melhorou em quê? Que me responda um bozofã.

    2. grande o primeiro irmão, leva dinheiro pra desenvolver a região menos privilegiada do Estado, então o Molusco, leva para seu bolso, patrocinar o lucro da família, do molusquinho comprar fazendas, jato etc

  15. Muito boa a reportagem sobre estes bandidos agraciados pelo GEHNOCIHDA e toda corrupção que lhes cabe sem direito. Boa CRUSOÉ. Serei sempre assinante até um dia quem sabe essa bandidagem com nosso dinheiro acabar.FORA GEHNOCIHDA E TODA GENTALHA QUE está a sua volta.Nunca percebi o Brasil tão destruído como agora. Serão décadas de recuperação se conseguirmos sair desta.Estão no domínio as piores personalidades do ser humano com o aval do Bolsonaro GEhNOCIDA miliciano.

    1. Acho que a “Capitã Cloroquina “ se inspirou no irmão do Bozo pra fazer aquele comentário fálico sobre a arquitetura da FioCruz kkkk. Mó cara de pica

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO