Pedro Ladeira/FolhapressMichelle Bolsonaro pediu ao presidente da Caixa e, depois, enviou a lista de empresas amigas interessadas em "crédito a juros baixos"

O balcão de Michelle

Documentos obtidos por Crusoé mostram que a primeira-dama agiu, pessoalmente, para favorecer empresas amigas e adeptas do bolsonarismo no auge da pandemia. Empréstimos foram liberados pela Caixa depois que ela falou com o presidente do banco, Pedro Guimarães, e enviou e-mails com uma lista de indicados. Um privilégio bem distante da maioria dos brasileiros
01.10.21

No primeiro semestre do ano passado, quando pequenos empresários já começavam a sentir o bafo da pandemia de Covid-19 sobre seus negócios, impactados pelas medidas de isolamento social, o governo federal lançou um programa emergencial que prometia distribuir alguns bilhões de reais a juros baixos e em condições facilitadas. Era uma maneira de ajudá-los a enfrentar o mau momento sem ter que demitir funcionários ou mesmo fechar definitivamente as portas. Logo começaram a aparecer queixas de todos os lados – nem todos os que precisavam conseguiam, de fato, acesso ao crédito. Em Brasília, porém, havia um atalho bastante privilegiado, disponível apenas para alguns.

De dentro do Palácio do Planalto, mais precisamente do gabinete da primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, saíram pedidos para que a Caixa Econômica Federal, uma das principais operadoras do programa de socorro subsidiado pelo governo, atendesse a um seleto grupo de empresas interessadas. Em comum entre essas empresas havia o fato de elas terem, como proprietários, bolsonaristas de carteirinha ou gente bem próxima da família presidencial.

Crusoé teve acesso a documentos que mostram que o gabinete de Michelle Bolsonaro chegou a registrar as demandas por e-mail, ao mesmo tempo que assessores da primeira-dama atuaram como despachantes para facilitar o processo. A própria Michelle chegou a tratar do assunto em uma conversa com o presidente do banco, Pedro Guimarães, um dos mais entusiasmados e diligentes auxiliares de seu marido, Jair Bolsonaro.

Não é algo trivial. Primeiro, porque ao interceder em favor de um grupo de empresas amigas, a primeira-dama atropelou princípios elementares da administração pública, como o da impessoalidade – as firmas que ganharam a bênção, por óbvio, passaram a ter um tratamento diferenciado, enquanto a grande maioria, distante da cúpula do poder, penava para ser incluída entre os beneficiários do auxílio. Segundo, porque a tramitação dos processos se deu em desacordo com os fluxos normais das operações de crédito do banco.

Adriano Machado/CRUSOEAdriano Machado/CRUSOEPedro Guimarães, com Bolsonaro: um pedido é uma ordem
Foi algo tão fora do esquadro que os sistemas de controle da própria Caixa detectaram o fato estranho em pouco tempo. Uma apuração interna chegou a ser aberta. A maioria das operações de empréstimo se deu em uma agência de Taguatinga, cidade vizinha a Brasília, após a equipe de Pedro Guimarães encaminhar as demandas da primeira-dama. Praticamente todos os pedidos, segundo documentos da própria Caixa, foram atendidos logo em seguida.

A lista de agraciados tem de tudo um pouco. Por exemplo, o florista que atende Michelle, a confeiteira que fornece bolos e doces para festas palacianas e ficou íntima da primeira-dama, a cabeleireira da amiga e um promoter conhecido por organizar recepções para os atuais integrantes da corte brasiliense. Tem, ainda, empresárias do ramo da moda que contam com os préstimos da família presidencial para divulgar suas marcas nas redes sociais.

A lista vip foi descoberta durante um procedimento rotineiro de auditoria. Ao analisar processos de concessão de empréstimo, a equipe identificou que algumas empresas tinham sido indicadas por uma PEP, acrônimo para “pessoa exposta politicamente” – assim são tratadas, no sistema financeiro, personalidades ligadas ao mundo do poder. Ao dar um passo adiante, os auditores viram que a indicação era de ninguém menos do que a primeira-dama do país. “Cliente veio através de lista de empresas indicadas pela primeira-dama Michelle Bolsonaro ao presidente Pedro Guimarães”, dizia um documento. “Direcionamos para análise e tratativas necessárias solicitações de microempresários de Brasília enviadas pelo gabinete da primeira-dama Michelle Bolsonaro”, registrava outro expediente.

Era só a ponta. Logo o time de auditores descobriu que a lista era bem maior. Na agência onde os empréstimos foram finalmente destravados, havia até uma pasta no sistema de computadores que, sob o título “Indicações”, reunia todos os pedidos enviados pelas instâncias superiores do banco a partir da demanda recém-chegada do Palácio do Planalto. Curiosamente, algumas das solicitações já partiram do gabinete de Michelle Bolsonaro acompanhadas dos documentos necessários para a liberação.

Uma assessora especial da Presidência da República, Marcela Magalhães Braga, destacada para atuar na equipe que auxilia Michelle mais proximamente, encarregou-se de receber os arquivos dos empresários interessados e encaminhar para a Caixa as mensagens, depois de a própria primeira-dama tratar do assunto com Pedro Guimarães. “A pedido da sra. Michelle Bolsonaro e conforme conversa telefônica entre ela e o presidente Pedro, encaminhamos os documentos dos microempresários de Brasília que têm buscado crédito a juros baixos”, dizia um dos primeiros e-mails, datado de 20 de maio de 2020.

Um dos e-mails enviados pelo gabinete da primeira-dama à Caixa
As mensagens do gabinete da primeira-dama não apontavam especificamente em qual operação de crédito os empresários estavam interessados, mas todos os integrantes da lista que foram atendidos acabaram enquadrados no Pronampe, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, que tinha acabado de ser lançado pelo governo. Ainda que não tenham sido encontrados indícios de que os valores liberados extrapolavam os limites nem de que as empresas beneficiadas não poderiam ser atendidas, chamou atenção dos auditores o caminho dos processos – de cima para baixo, contrariando as regras e o fluxo de etapas que costumam ser obedecidas quando os pedidos são feitos por clientes comuns, em uma agência qualquer. Ou seja: a lista VIP da primeira-dama recebeu tratamento VIP do banco.

Uma das figuras mais destacadas do rol enviado à Caixa pelo gabinete de Michelle Bolsonaro é a doceira Maria Amélia Campos, dona de uma rede de confeitarias em Brasília. Bolsonarista assumida e amiga da primeira-dama, a quem diz ter livre acesso, Maria Amélia bombou nas redes sociais do presidente da República em fevereiro deste ano. Quando estava no auge de sua guerra contra os decretos baixados por governadores determinando medidas restritivas, como o fechamento de estabelecimentos comerciais para conter a pandemia, Jair Bolsonaro reproduziu em seus perfis uma gravação em que a doceira, diante de vários funcionários de sua cozinha, exortava o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, a suspender o lockdown em Brasília – o emedebista tinha acabado de decretar o fechamento do comércio por 15 dias, porque os hospitais da capital estavam abarrotados de pacientes com Covid. “Lockdown não salva, lockdown mata”, dizia a confeiteira. “Governador, deixa a gente trabalhar!”, bradava ela ao final do vídeo, de punhos cerrados, com os empregados repetindo o grito, em coro. Bolsonaro reproduziu o vídeo (assista abaixo) e escreveu: “O povo quer trabalhar”.

A doceira construiu uma relação estreita com a família presidencial nos últimos tempos. Com frequência, ela presenteia os Bolsonaro com doces e bolos personalizados. No segundo semestre do ano passado, por exemplo, preparou os quitutes de uma festa organizada por Michelle para comemorar, no Palácio da Alvorada, o aniversário do maquiador Agustín Fernandez, tido como o melhor amigo da primeira-dama – o bolo e os docinhos reproduziam peças da marca de luxo Louis Vuitton. A Crusoé, Maria Amélia disse que evita falar de sua proximidade com a família do presidente, e com Michelle em particular. “Eu não tenho o direito de falar dessa proximidade. Acho isso tão delicado.” “Eu gosto de ter proximidade com pessoas do bem. Então, com certeza vou ter com eles. Tenho muito carinho por eles, e eles por mim”, disse. Na sequência, ao ser indagada sobre a ajuda de Michelle para que a empresa dela obtivesse a liberação do financiamento na Caixa, ela mudou o tom: “Espero que vocês me respeitem. Sou uma empresária. Estou muito indignada. Não tenho nenhum empréstimo em lugar nenhum”.

Após o pedido de Michelle, a confeiteira não apenas aprovou na Caixa um empréstimo de 518 mil reais, registrado em nome de uma de suas lojas, como conseguiu que a primeira-dama intercedesse em favor de um casal de amigos, dono de um salão na Asa Sul de Brasília. “O contato com a primeira-dama foi fundamental. É o famoso QI (quem indica) que fala, não é!? Foi uma parceria com a primeira-dama, ela que deu a força final. Foi a Maria Amélia, amiga da gente, que conseguiu com a primeira-dama. Precisei ir uma vez só na Caixa. Foi fácil conseguir”, diz Waldemar Caetano Filho, sócio do salão Luiza Coiffeur, cujo nome homenageia sua mulher, a cabeleireira chefe da casa.

A família, a exemplo de Maria Amélia, é bolsonarista. “Votei nele. Eu sou mais ele (para 2022) do que os outros candidatos que estão sendo cogitados. A gente não tem visto falar de corrupção, deu uma parada. A gente não ouve falar mais”, diz Waldemar, empolgado. Outro integrante da lista VIP de Michelle Bolsonaro é o florista Rodrigo Resende, dono de uma tradicional floricultura de Brasília. Ele admite ter a primeira-dama como cliente, mas, a despeito de ter sua empresa relacionada em documentos da própria Caixa entre as que contaram com a intercessão de Michelle, nega que tenha obtido o financiamento graças a ela. “Eu não preciso disso”, desconversou.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéLoja da Derela: a boutique também surfa na popularidade da família Bolsonaro nas redes
Boutique de roupas femininas com duas lojas em Brasília, a Derela Modas está em franco crescimento, com uma parte importante de suas operações baseada na propaganda pela internet. A empresa é mais uma das que constam da lista de Michelle. A gerente de uma das lojas disse a Crusoé na quarta-feira, 29, que a própria primeira-dama já ajudou na divulgação da marca. “A gente tem parceria com a primeira-dama, de blogueira. Ela faz divulgação para a loja, mas é pago. A gente paga a ela. Dá o look e paga um valor em dinheiro. Eu não sei valores”, disse. Mariana Barros, uma das proprietárias da empresa, porém, nega. Segundo ela, a parceria é com Heloísa Bolsonaro, mulher do deputado Eduardo Bolsonaro, o filho 03 do presidente. “A gente fecha com várias influencers do Brasil inteiro. A Heloísa Bolsonaro é influencer. A gente procurou ela, e ela divulga nossas roupas”, disse, por telefone. Ao ser perguntada sobre o empréstimo, a empresária disse que precisava desligar e que, depois, poderia dar mais explicações. Sumiu.

Os integrantes da lista formam um círculo pequeno de gente bem relacionada com o clã presidencial que mantém, ao mesmo tempo, ligações entre si – o que talvez explique como todos eles foram, ao longo do tempo, se aproximando dos ora ocupantes do Alvorada. O florista Rodrigo Resende é amigo da boleira Maria Amélia, que é amiga dos donos do Luiza Coiffeur. Mariana Barros, a dona da boutique, tem laços familiares com Márcia Barros de Matos, dona de uma rede de óticas de Brasília que conseguiu aprovar dois empréstimos, num total de 618 mil reais, depois da indicação de Michelle. Márcia Barros, sócia em um brechó de uma assessora da ministra Damares Alves, diz desconhecer a ajuda da primeira-dama: “Se eu consegui é porque a minha empresa atendia a todos os requisitos. Não precisei pedir nada para ninguém”. Ela é comadre de outro beneficiário, o promoter Robson Lemos, dono de uma empresa de eventos com sede no Clube do Exército de Brasília que costuma prestar serviços em recepções organizadas por Michelle Bolsonaro. Robinho, como é conhecido, se recusou a falar sobre sua relação com a primeira-dama. “Prefiro não entrar nessa seara, prefiro preservar minha cliente.” Indagado sobre o empréstimo obtido por sua empresa com a ajuda de Michelle, ele encerrou a conversa. “Vamos desligar, essa conversa não está legal.”

Crusoé procurou o gabinete da primeira-dama nesta quinta-feira, 30. A assessoria de Michelle Bolsonaro informou que responderia as cinco perguntas enviadas pela revista nas horas seguintes. Depois, desapareceu.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéA ótica de Márcia Barros, no Lago Sul de Brasília: dois empréstimos que somam 685 mil reais
A Caixa, por sua vez, limitou-se a enviar uma nota com uma manifestação genérica, que passa ao largo das perguntas pontuais sobre os pedidos feitos pela primeira-dama e sobre o papel do presidente do banco, Pedro Guimarães, na liberação dos empréstimos.

Diz a nota: “A Caixa informa que a concessão de crédito em todas as suas linhas passa por rigoroso processo de governança, compliance e análise de riscos independente. No caso do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, anteriormente à análise de crédito dos bancos operadores do programa, há uma avaliação de enquadramento por parte da Receita Federal, que notifica as empresas validadas. Apenas as empresas indicadas e munidas de aprovação pela Receita Federal passam pelo rito de governança da Caixa quando da solicitação do crédito, o que inclui análise por sistema de riscos, em um processo totalmente automatizado e sem interação humana. Ao todo, foram concedidos mais de 22 bilhões de reais pelo Pronampe a mais de 240 mil micro e pequenas empresas. Ademais, na condição de banco público, a Caixa recebe, por meio de sua área de Relacionamento Institucional, solicitações como dúvidas e consultas acerca de seus produtos e serviços, que são encaminhadas para avaliação técnica e impessoal pelas áreas negociais e posterior retorno diretamente aos clientes”.

No caso em questão, impessoalidade foi tudo o que faltou.

Colaborou Ana Viriato
Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. E ai? A primeira Dama recebeu propina pra liberar os emprestimos? Quanto? Prossigam na investigação, importantissima, diante dos valores envolvidos... afinal 22 bilhões são um boa grana... Pela tabela do BNDES no reinado do ZéDirceu, isso renderia 660 milhões em propinas.

  2. Eu fico impressionado com alto grau de falta de bom senso da família Bolsonaro. Com pedras sendo atiradas de todos os lados, vem a primeira dama e faz uma burrice como esta. Fica claro que quem nunca comeu melado, quando come se lambuza. Ainda bem não houve benefício pessoal, como ocorria em outros governos, mas é uma burrice consumada.

  3. Imoralidade é pouco!! O presidente da Caixa tem que responder por improbidade administrativa, é o mínimo a se fazer!!

    1. Depois de um sítio em Atibaia/SP não espero mais nada dessa cambada, seja de Left, Right ou Middle!

  4. as empresas beneficiadas possuiam idoneidade financeira e técnica para receberem os empréstimos? considerando q a crosué é notória opositora do governo atual, notícia com dados mais concretos só serve para se perder tempo com explicações desnecessárias. A negativa é normal. Assim sem prova fica evidente somente a narrativa da oposição sem somar nada no contexto político.

    1. Só o fato de não respeitar o princípio da impessoalidade, já pode haver responsabilização.

  5. Crusoé deixe de criticar a linda Michelle por somemos; não há nada demais em ela ajudar um punhado de amigos com indicações para empréstimos na CEF que serão pagos. Nada que se compare aos grandes empréstimos às empresas chamadas de “campeãs” da época de Lula mediante propina ou que desviaram dinheiro, conforme relatado pela imprensa.

    1. Eles também metiam e ainda metem o pau no Lula, o pau que bate em Chico, bate em Francisco. Vai estudar jovem.

  6. Acho que Crusoé, na melhor das hipóteses, está sem assunto. Fazer desta, a matéria principal da edição semanal, é uma afronta aos leitores pagadores da revista

  7. Resta saber se os tais empréstimos serão devidamente pagos, ou se teremos depois um calote e perdão das dívidas, já que nunca se sabe se essa turma vai mesmo pagar o que deve...enquanto isso o Bananão segue com mais uma meta futura (2097?) que será a extinção desse posto (ou cargo, sinecura ou coisa que o valha) de "primeira dama", historicamente eivado de coisas do tipo descrito na reportagem...a ilha da fantasia segue seu espírito de porco nefasto, aos amigos tudo, aos demais a burocracia...

  8. Por que não me surpreende? Uma mulher com ficha corrida na família, mãe solteira “trabalhando” no Congresso Nacional p/ que algum “bom homem” se encante por sua agilidade com as mãos, pague suas contas? Impossível não acreditar que os iguais se atraem! A lei da atração não falha nunca!

    1. "mãe solteira" faz partenfa ficha corrida?. Não sabia q era crime.

  9. Comprar apoio é fácil, essa gente por óbvio apoiará a famiglia. Agora os lunaticos irão berrar a tal “liberdade” de manifestação com agressões contra a reportagem. Para eles liberdade é agredir, crime é divulgar os fatos.

  10. No Brasil, a alternância é de quadrilha. Trocamos seis por meia dúzia. Problemas e mais problemas no país e o presidente acha que não é ele que tem de resolver.

  11. Não são os primeiros inquilinos do palácio que misturam público e privado, acreditando ter direito a isso - nem serão os últimos, infelizmente. Esse péssimo cacoete é histórico e remonta às capitanias hereditárias.

    1. Mãe presa por tráfico,1 tio miliciano é outro estuprador.....FAMILICIA Micheque....Td q o ASNO CHIFRUDO gosta.

  12. O gado idiotizado pelo Genocida e sua trupe acha normal. Não tem nada de mais. E o Lula? perguntam. Essa familicia é tão corrupta e bandida quanto à do Lularápio. Deixem se ser imbecis.

  13. Pois é, o de sempre, o tal Qi. Nada muda para que não possa ser o mesmo de sempre. Furam andamentos de procedimentos. Põem processos na frente dos antigos para atender aos interesses particulares. Nada muda. A improbidade é total para atender interesses particulares. Nada melhor do que ser amigo da corte. E agora o que vai acontecer. NADA. A impunidade é tônica em todos os casos. Sabendo que nada acontece, fazem o que fazem. E isto vem desde da chega da Família Real ao Brasil.

  14. Excelente trabalho. Tráfico de influência óbvio. Parece normal pra uma família tão acostumada a misturar interesse privado com público. Não tenho dúvida que, na cabeça da Michelle, não havia mal algum em "ajudar" esses empresários. O presidente subalterno também nunca se negaria, arriscando sair das boas graças do planalto. Agora será interessante se debruçar sobre os contratos e ver se foi apenas o processo a ser alterado e se não foram colocadas também condições de empréstimo mais vantajosas

  15. A matéria que rebaixou ainda mais o nível de malandragem dá família Bolsonaro, e explicitou a burrice crônica que ronda o Clã palaciano.

  16. Eu não conheço a Michele, eu tinha um saldo de 289,00 na conta poupança e consegui empréstimo a juros baixíssimos, esse é verdadeiro banco do povo. qual o problema? Lá tem dinheiro pra todo mundo, porque não tem corrupção.

  17. Micheque 89 é a mesma Michele da Caixa. Vergonha. Que se investigue e se apure tudo. Que pegue fogo o cabaré.

  18. A família miliciana mostrando a cara. Governo que ajuda o seu clã. Parabéns Crusué 👏👏👏👏

  19. Crusoé mais um furo de reportagem da imprensa livre que não adula esses corruptos. Michele 89 é agora também a Michele da Caixa. Que vergonha. Que apurem tudo, que investiguem tudo, que pegue fogo o cabaré.

  20. Há dois grupos de seres primitivos no planeta: as amebas e os Bozistas. Entretanto, estudos recentes demonstram que as amebas possuem capacidade cognitiva milhares de vezes superior à dos bozistas. Basta ver os zurros do Nyco Penyco para entender bem o que estou escrevendo.

  21. Se a Primeira Dama está ajudando suas amizades próximas a conseguir financiamento a juros módicos, não vejo nada de errado. O que não pode é desviar bilhões para os "cumpanheiros" de Cuba, Venezuela, Nicarágua, Bolívia, Equador, Argentina, Moçambique, Angola y otros. O resto é intrigas y fofocas destes ANTAS inúteis.

    1. O teu LADRĀO é melhor q o LADRĀO dos outros.....Seu JUMENTO. Roubo e ROUBO. 1real ou 1 milhão.....Micheque a terceira do ASNO de chifres. Parece q escolhe a dedo....Tem q tomar cuidado com o BOMBEIRO.....

    2. A crusoé se transformou em uma revista de ódio. Qual o político ou quem está no meio político, não recebe pedidos e os encaminha para serem resolvidos? Ela ganhou dinheiro com isso? Ela tem culpa do isolamento social? A revista deveria ser imparcial, não cometer essas reportagens tendenciosas.

    3. Concordo, a partir de 2023 quem vai poder ajudar os amigos sera a tal da Rosangela Silva. Justo! Ainda bem que não temos monarquia no Brasil. Viva a democracia!

    4. Concordo em gênero, número e grau como com o missivista Nyco!

  22. Patrimonialismo enraizado no corpo e na alma. Não pode haver satisfação maior que se exibir para os contatos no entorno de Brasília, sua origem. Faz lembrar o Ronaldinho que preferia arrebentar a suspensão de uma BMW nos buracos brasileiros dizendo: "na Europa muita gente tem, fica sem graça. " Senhora sem repertório entristece o pais mais ainda.

  23. Foi por essa razao que nao renovei minha assinatura. Uma materia mesquinha e pequena. Deveriam falar sobre os grandes feitos pela primeira dama as pessoas com limitacoes e pessoas especiais. Mas prefiriram fofoquinhas. Vergonha da crusoe, que ja foi referencia.

  24. parabéns a revista Crusoé,grade furo de reportagem, vocês foram brilhantes, estão de parabéns,isso sim que é jornalismo sério.

  25. Imitando seu marido que fala MEU EXÉRCITO, entendeu ser normal sua atuação junto à MINHA CAIXA, mesmo que através de interposta autoridade…

  26. Na Crusoé o mesmo pau que dá em Chico, da em Francisco. Quem não quer ver um ou outro apanhando saiba que o choro e livre. Aliás aqui pode chorar, xingar e até ofender. Vejam que democracia!

  27. Tudo farinha do mesmo saco nessa Fa-Milícia ! CORRUPTOS E LADRÕES. Rodeados de aproveitadores e baba-ovos. Nada de novo no Brasil.

  28. Estou morrendo de rir, kkkkkkkkkkkkk. Os bozistas acusaram o golpe. Eles não esperavam que a micheque, além de laranja de corrupção, era também lobista de furadores de fila, kkkkkkkkkkkkkkkkkk. Agora não escapa mais ninguém. Até a micheque é corrupta! Zurrem Bozistas! Não há nada que vocês podem fazer após tantas evidências. Zurrem!

    1. Bola bem centrada, querido! Parabéns Crusoé!! Continue desvendando as porcaria$ dessa turma do mal!

  29. Pensei que era corrupção das grandes ….. mas parece que ela só ajudou gente pobre a conseguir um empréstimo …… UAL que escândalo ……. e eu ainda pago por essa merda

    1. Ricardo seu JUMENTO,quer dizer q roubar aos poucos pode?Incrível ver meia dúzia de CEGOS q ainda batem palminha pro ASNO de chifres.....

    2. ....então cai fora daqui e vai comer a merda do seu mito-man! Estás esperando que?

  30. Micheque não é mole não .Aprendeu rapidinho a ser “Influencer de empréstimo” . Conheço empresários sem nenhuma pendência judicial que não conseguiram o empréstimo . Tinha de ter uma influencer de empréstimo e não sabiam .

    1. Acho bom verificar os cheques e cash de retorno na conta da Micheque Sujona.

  31. É lamentável! Quantos pequenos e micros empresários quebraram, não tiveram a mínima oportunidade, sistema não funcionava, falta de documentos, etc. isso mostra um dos lados podres desse desgoverno.

  32. Então não há corrupção nesete governo, não é ? Que coisa feia D. Michele, que coisa horrorosa. Agora é favorecimento de amizades, não tem corrupção. E as rachadinhas que são peculato ? Qual a diferença dos petistas, valores ? Hahaha

  33. Vcs cortaram há pouco meu comentário. Ditadura da redação. Vou repetir: reportagem chocha, maliciosa e militante. Nada importante. É por essa e outras que pedi pra cancelar a assinatura .

  34. Numa sexta-feira por volta das 6:40h o gerente do banco me avisou que o Pronampe havia chegado no banco, que eu pegasse o valor total e não desistisse pq não duraria muitas horas. Eu entrava no App do banco pelo menos 5 vezes ao dia aguardando a liberação dessa linha de crédito para salvar minha empresa. Graças ao aviso consegui pegar um terço do que tinha direito e não consegui cobrir todas as quatro contas que estavam no cheque especial. Essa gente precisa ser chutada do poder.

    1. ...e jogada logo na Papuda! Para ai empodrecer.

  35. Reportagem chocha, ridícula e com viés militante. Só idiotice. Que saudade das notícias sobre os roubos do petrolao. Aí sim organizados, robustos e escondidos. Por essa r outras estou cancelando a assinatura.

    1. Por que mixuruca ? por ser pouco dinheiro ? Pouco ???? Sabe o que é auditoria ? Bancos principalmente sempre sofrem, ao menos uma vez por ano. E então aparecem esses casos "mixurucas". Bom que tem genre que acha 500/600 mil mixuruca...

    2. Começa-se por baixo, cara Alcione. Em menos de um par de décadas, o bando do Bolsonaro alcançará, ou superará, à corja do Lula. São todos iguais.

    3. Alcione, concordo plenamente com o seu comentário. Gastaram tempo com uma "mixuruquíssima questão". Sugiro que não cancele a assinatura porque, apesar desta mediocridade, há muitos assuntos que são corretamente abordados aqui.

  36. Prezados Senhores, Vocês conseguiriam o valor do limite aprovado pela RFB para concessão do empréstimo PRONAMPE para as empresas beneficiadas pelo balcão da Michelle? Se a caixa tiver liberado acima do limite legal (% do faturamento do ano anterior), ficará configurado crime. Se tiver ocorrido isto é fim de linha para a primeira dama e para o presidente da caixa, puxa-saco do Bolsonaro.

  37. Está na hora de a imprensa começar a lembrar da reunião de ministros de 22 de abril de 2020, quando o presidente exigiu a substituição do delegado Valeixo e subsequente ameaça ao então ministro Sergio Moro, que queriam, nas palavras do presidente "f. sua família e seus amigos". Isso explica o porquê de não terem surgido casos de corrupção no governo, como Bolsonaro e seus seguidores querem alardear. Isso para não falar na atuação do PGR.

  38. Mansão, peculato, ligações com milicianos, uso do estado para beneficiar os chegados e etc. A família Bolsonaro é uma quadrilha. E parabéns a Crusoe pela matéria. A assinatura vale cada centavo. Sai até barato.

  39. Parabéns Revista CRUZOÉ pelas informações aos assinantes. Fico com vergonha de ter um PR e a primeira dama do estiper deles. Incluindo.. 01 02 03 04.

    1. E do Molusco de Nove Dedos, o chefe da quadrilha do PT e da Guerrilheira ensacadora de vento você não tinha vergonha também quando eram Presidentes e assaltaram o País?

  40. Parabéns CRUZOÉ por trazer notícias importantes aos assinantes. mostrem mesmo os descalabros desse governo q é uma vergonha nacional

  41. CORRUPÇÃO, RACHADINHAS, CORRUPÇÃO nas VACINAS e MANSÕES para o 01 e 04! BOLSONARO é um DEGENERADO MORAL que IMPEDE o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

    1. Ahahahahah.....cada idiota com sua mania e seu político de estimação.

  42. Vcs. deveriam se envergonhar de fazer esse patrulhamento na vida pessoal do PR. Nunca ví coisa tão ignóbil, em governos anteriores onde ocorreu tanta roubalheira nada mereceu interesse da mídia descarada. Vão procurar o que fazer para engrandecer o País. Estão querendo encontrar cabelo no ovo e na cabeça de Alexandre de Moraes. Vigaristas e desavergonhados.

    1. As sujeiras dos políticos e seus famíliares são e têm que ser a todos os efeitos parte da Vida Pública. Não tem nada a ver com a vida privada deles. Se Micheque gosta receber porra na cara e porrada na bunda é da Vida Privada dela e não quero nem saber.

    2. Como fala bobagem este Cláudio!!! QI negativo😁😁😁😁

    3. Concordo com seu comentário Sr. Cláudio, faço minhas suas palavras, esses jornalistas estão bravos porque foram desmamados, as tetas secaram e a abstinência financeira deixaram eles alucinados.

    4. Vida pessoal? Tráfico de influência extrapola o limite de “vida pessoal “.

  43. Tudo aos amigos do rei. Esse enredo é bem conhecido, Bolsonaro, Lula. Essa Mchele emergiu do gabinete do Bolsonaro, é ex servidora pública, sabe fazer falcatruas, de inocente não tem anda. Tenta ludibriar as pessoas com sua preocupação com pessoas deficientes auditivos, mas rouba o erário tal qual um criminoso ordinário.

  44. Acredito que a revista devesse também cobrar, em suas páginas, dos órgãos competentes as providências acerca dessas denúncias. Caso contrário, a informação de nada adianta. Acaba se equivalendo a uma revista de fofocas.

    1. Xororô dos inconformados que perderam a eleição e as tetas do governo comunista do PT/PSDB/PDT/PSOL, etc. Perderam a eleição pata im deputado desconhecido e do baixo clero, sem tempo na TV e sem dinheiro do famigerado Fundão. Chora esquerdalha doentes mentais e psicopatas. O Capitão Presidente desmaiou esses "bebês" corruptos e ladrões do erário público.

    2. O Procurador Geral da União AUGUSTO ARAS monitora esta revista é também os comentários. Vide o passado onde ameaçou processar assinantes com comentários, digamos, indigestos. Os fatos estão aí, basta ele ter iniciativa

    3. Denis, já fizeram a reportagem. Cabe aos órgãos se mexerem. Revista de fofoca? Difícil o nível de conhecimento e inteligência de alguns leitores.

  45. Aí os jorNAZISTAS desta revista que de forma imoral se alugam à quadrilha acordaram tudo cagados e o fedor é imenso .. quanta covardia e cinismo.

    1. Marcia menti? se te doeu é porque a verdade para quem prefere a mentira dói.

    2. Francisco não dê atestado de falta de conhecimento. Além de ficar feio você pode ser chamado de bu.rro com todas as letras e razão.

    3. Toda conduta tipificada na lei como crime, têm que ser apuradas pela autoridade competente, seja de autoria da esquerda, do centro ou dá direita. A Lei é um preceito jurídico escrito, emanado do poder competente, de CARÁTER GERAL E OBRIGATÓRIO

    4. opinião se engole pois direito .. onde estavam tantos quando o ladrão delator assassino enviou 52 bilhões para ditadores para comer propina? cakadus rabo entre-pernas . se doem pelo dinheiro chegar aos pequenos . Moro presidente? tudo a favor

    5. Seja específico no comentário. Moro Presidente 🇧🇷

  46. A microempresa da minha família, q manteve tds os funcionários acumulando prejuízo por um período muito maior q o esperado e com ficha limpa, não conseguiu empréstimo algum. A solução foi vender u, patrimônio. Não foi um bom negócio. Enquanto isso, em Brasília td vira bom negócio. Nada mudou. Em2022 vem MORO pra nós tirar dessa lama.

    1. O ASNO de chifres,é sangue RUIM,todos ao seu entorno são infectados.FAMILIA MALDITA.....

  47. São micro empresários, nada de mal. Se é o Gedel vocês fazem cara de paisagem né? Mas não gostei. A dama bonita tem ficar em casa, quetinha esperando o Capitão!

  48. Papai Noel também está na lista, já pensou as crianças ficarem sem o presente. Mostra as provas não um pedaço de papel. HIPÓCRITAS

  49. Igual a todos os outros governos. Os amigos podem tudo, quem pensou que com este senhor seria diferente deve acreditar em Papai Noel. Que moral este governo tem para criticar os antecessores? Nenhuma.

  50. Nova tentativa. Materia safada, com mera intenção de denegrir a imagem positiva da mulher do presidente. Não são Odebrecht, Oas, Camargo Correa. São doceira, florista, cabelereiro. Segundo o próprio texto, não há indícios de que os limites de crédito tenham sido extrapolados nem que as empresas não se enquadrassem no programa. Então por que o assunto vira capa e com uma chamada desrespeitosa e estúpida da congênere O Antagonista: o Rachadão da Michele?

    1. PAULO você tenta mas não engana . é a das longas do ladrão delator assassino .. travestido de Moro.

    2. Tem também a Precisa. Mas com essa, o personagem é o Flávio Bolsonaro. Moro 🇧🇷

  51. O balcão da Michelle privilegiou quem os pobres brasileiros, os privilegiados, não sabem o que é pobreza neste país de miseráveis!

    1. Não é Odebrecht, Camargo Correia,OAS, mas é sim, o Rachadão da Michelle. Crime é crime, seja pequeno ou grande. Ela devia dar o exemplo

  52. Centenas de milhares de empresa que fecharam na pandemia , a grande maioria tinha crédito e não foram aprovadas. Porquê? Não tinham QI, o Brasil continua uma grande fazenda.

  53. Materiazinha safada. Interessados: doceira, florista, cabelereiro. Não são Odebrecht, OAS, Camargo Correa. Nítida intenção de denegrir a imagem da senhora Michele e com uma chamada desrespeitosa e estúpida no O Antagonista: "o rachadão da Michele". Uma só frase da reportagem apaga todas as possíveis "irregularidades" quando diz que não há nenhum indício de que os valores liberados tenham extrapolados os limites nem que as empresas não poderiam receber os empréstimos!!!

    1. “ O rachadao de Michele” é um título machista, misógino, desrespeitoso, asqueroso! É abominável a imprensa dita intelectual usar palavras de baixo calão para fazer piada com assunto sério! Esse tipo de coisa se espera de jornais populares de quinta categoria!

    2. Imbecil, o valor que a CEF dispunha, era limitado. Muitos empresários não tiveram acesso ao crédito. Por isso a impessoalidade. O que a mulher do sociopata fez pode não ser ilegal, mas certamente é IMORAL. Moro 🇧🇷

    1. Assim que conseguiu sair de Ceilandia. Boa apresentação conta.

  54. Quem nunca comeu melado acaba se lambusando. Gentalha rastaquera, brega e amoral essa famiglia do pangaré sociopata. O que é público pertence a família esse é o raciocínio, o lularápio fez o mesmo. Quando sairem do poder vão levar um monte de coisas que pertencem ao país, esperar para ver.

  55. Trabalhei num banco de fomento da atividade empreendedora. Como o banco era da prefeitura da cidade, iniciando sua atividades com um aporte da CEF a fundo perdido, vereadores e outros até pressionavam com indicação. Mas jamais cedemos. A questão é q os recursos são limitados, tendo quer ser levado em questão à viabilidade de pagamento juntamente com a análise socioeconômica. TODOS OS AMIGOS DA "RAINHA", CONSEGUIRAM OS EMPRÉSTIMOS. Todos os empresários brasileiros conseguiram? NÃO. Moro 🇧🇷

    1. Paulo. O Moro condenou um réu dele em troca de um empreguinho de ministro

  56. Quantos presidentes e primeira-damas não ajudaram pequenos empresários ao seu redor?? Era público e notório que Dona Dirce Figueiredo ajudava pessoas que a cercavam. Dona Marisa Leticia idem. Dona Marcela Temer idem. Lula então, sem comentários! Então acho essa matéria bastante ridícula! Tem coisa muito mais séria a ser investigada!

    1. Lucia, vários erros não fazem um acerto. Quais eram às bandeiras do candidato Bolsonaro? Acho que o seu comentário corrobora comigo, que BOLSONARO É MAIS DO MESMO, com uma pitada de perversidade. Moro Presidente 🇧🇷

    1. Antônio não seje injusto; o miliciano disse q não entendia de economia e nomeou esse coitado q entende mesmo de fundo de pensão e gosta de ser capacho desde que leve vantagem

  57. Que a justiça faça valer a Lei de Improbidade Administrativa! Todos viveremos para ver o clã Bolsonaro pagar pelos seus erros e, consequentemente, irem para cadeia. Nao está longe!

  58. Então é isso? Tudo que a matéria tem "bombástico" é uma mulher que, por meio de seu networking procurou ajudar empresários que conhece fazendo indicação a um banco? Ela se beneficiou de algum valor? Os empréstimos foram concedidos sem cumprir as formalidades? Os empréstimos estão sendo pagos? Ela fez algo que os donos da Cruzoé, ou qualquer outro empresário, já não tenha sido favorecido por networking? Sinceramente, vocês tem que se.... e com PH em caixa alta, seus chacais!

    1. O bacana, processo justo? Tu tens a coragem de falar em "processo justo" enaltecendo o marreco, no minimo... suspeito, aliás...de tamanha incompetência, onde a gente para por aqui e, espera você e a mocinha de cima crescerem para começarmos a brincadeira do LIMPE, valeu irmão! Abraçãaaao!

    2. Luciane, menos né, bem menos, vai vir de conversinha mole, enaltecendo o LIMPE pra cima de mim, com esse papinho barato, sinalizando virtude, se poupe, não vai rolar. Quando você crescer, a gente continua tá. Tchau querida!

    3. Fábio, você não conhece os princípios da moralidade e impessoalidade da administração pública. Dá um Google que aprende fácil e não passa vexame.

    4. Fabio, o banco conseguiu atender todos os empresários brasileiros? Obviamente não, pois os recursos são limitados. Por isso a impessoalidade garante um processo justo. É óbvio que o networking favorece. Como é óbvio que em algumas situações, essa prática é ilegal e imoral. Moro Presidente 🇧🇷

    1. Pois o Paulo fica achando o Moro q é um cara q vendeu Uma sentença a troco de um carguinho

  59. Só não é uma corrupção generalizada, porque esse governo é muito ruim. Para o Rei e sua família tudo. Bolsonaro desvia dinheiro a 30 anos e ensinou seus filhos a fazer o mesmo.

    1. E queria a PF do Rio pra continuar roubando lá com os vigaristas dos filhinhos e as mãezinhas; ali só salva por enquanto a fraquejada

  60. Isso é irregular, antiético e frustrante, mas não chega a derrubar a República. Problemas mais sérios podem surgir quando a influência de Michele e Damares junto à política orçamentária do MEC for ventilada.

    1. Isso ética ética e Queiroz, sempre Queiroz a ética miliciana, sem falar na motive na pistola, nas ações da Petrobras, nos fundos de pensão, no Banco do Nordeste, e no líder do governo Ricardão Lamas, ética, ética

  61. Cheio de tigrao aqui com indicação pra microempresa pegando crédito no pronampe (que a própria reportagem diz não saber se foram acima dos valores que eram permitidos) mas todos tchutchucas quando o negócio lá atrás envolveu algumas dezenas de bilhões de reais pra um partido aí "pq não tem prova". Depois não dá pra reclamar de news de WhatsApp colocando essa galerinha pro desemprego né? Sei lá, descobre algo relevante, espera mais um pouco... É tanta vontade de se livrar do anto que só faz merda

    1. Leonardo, seu comentário é confuso. Segue essa regrinha: premissa maior - premissa menor - conclusão. Moro Presidente 🇧🇷

    1. Quem cuida de comissão é o Queiroz q já matou 10 - q família da vigaristas apequenados simplório tosco e grosso q agora compra casas palácios, levam gente pra conversar no Banco Central, compra ações da Petrobras na baixa vendem na alta, cercados de patriotas remunerados e fardados

    2. isso sim seria relevante saber, mas...cadê? "ihh num ten"

  62. Faria sentido de forma significativa essa "denúncia" se estivéssemos na Finlândia! No Brasil, exigir que não haja pedidos de ajuda à alguém da Administração Pública é muita hipocrisia. Quem nunca tentou pediu nada atire a primeira pedra!

    1. Concordo plenamente , Cláudio. Em 2022 nem Lula nem JB. Chega de mais do mesmo. Q venha Moro22 pra nós tirar da lama.

    2. Pois é. Esse governo é mais do mesmo. Votamos nele pela mudança. Não importa se é uma cultura do Brasil esse tipo de coisa. Ele que disse que com ele ia ser diferente!

    1. No caso a boquinha é pros outros: cabeleireiro, maquiador, confeiteira, etc… Sinceramente, se vão pagar os empréstimos, não vejo nada de extraordinário…

  63. Existe o gabinete do Ódio, do Trat Cov e agora gabinete do Acesso Fácil a CEF!! Deus acima de tudo pelos Aliados!!!Podem ter certeza vem mais por aí!!

    1. Tem q mandar matar o Queiroz, antes q ele resolva vender um carro

  64. Caro Jair , como tem experiência em crédito, problema não é quem procura, neste Brasil dos espertalhões e Mansoes,mas a ação de quem é procurado , assim começa a corrupção e o famoso jeitinho brasileiro , qquer banco ou instituições de crédito , ainda mais sendo pública , tem endereço fixo , óbvio que houve fura fila, ou não seriam encaminhados ou recebidos pela Micheque!!!

  65. Trabalho com crédito há quarenta anos. Indicações são normais, como é normal para os jornalistas “as fontes”. Não há nada de errado nisso, salvo furar a fila. Cabe a vocês informarem se esses créditos, obedeceram o processo interno, se a contratação está dentro do legal e se os contratantes estão amortizando o que contratou. Procurem em cada município do Brasil, que irão encontrar situação análoga. Pesquisem o BNDES e vão verificar o que rolou no SFN.

    1. Não há nada de errado nisso a não ser furar a fila. Quer dizer que o mundo é de parasitas do poder? Já pedi um financiamento na Caixa, esperei quase um mês pela aprovação e só faltava imprimir o bendito contrato. Aí foi tudo suspenso porque a verba foi revertida para empreiteiros parceiros da agência. Realmente furar a fila não prejudica ninguém.

    2. O Brasil é assim, não tem mais noção de valores morais. O imoral aqui se tornou certo e corriqueiro. Muito triste mas é real. pessoas que querem moralidade não podem achar isso correto. O certo é ser igual pra todos

    3. “Não há nada de errado nisso, salvo furar a fila”. Com esta frase, você escancarou bem o seu caráter. Nem preciso comentar mais. Reveja os seus valores!

  66. Amigos para sempre, e, na política a frase: "amigos, amigos, negócios à parte", tem significado distinto. São as formas que os "espertos" têm de "levar vantagem em tudo", "jeitinho brasileiro", etc... que vão lapidando o erário. Amplie-se isso para o país e tereis o volume dessas benesses, jamais ao alcance do cidadão comum. Práticas desde antes do "Tempo do Onça" (Luiz Vahia Monteiro - O Onça), gov. do RJ (1725-1732), em carta ao Rei D. João V : "Senhor, aqui todos roubam. Só eu não roubo"...

  67. Infelizmente não estou surpreso. Esta prática é comum no Brasil desde Pero Vaz de Caminha, mas não deveria ser praticada num governo que prometia ser anti corrupção.

  68. A mega operação da Lava-Jato começou num posto de gasolina. A agenciazinha de Taguatinga pode ter dado início à Operação Caixa a Jato.

    1. Com esse governo bunda? Vai terminar com o Queiroz morto

  69. Essa reportagem beira o ridículo. Os governos anteriores destinavam bilhões às maiores empreiteiras do país em troca de apoio político. A dona Michelle pede crédito, não propina, para cabelereira, florista, etc através de operações bancárias que deverão ser honradas pelos tomadores. A Crusoé fazer disso um escâdalo é patético.

    1. Concordo. Os jornalistas que a fizeram ou estão de má fé ou vivem num mundo paralelo. Ter fontes de informação sigilosas é muito honesto e nada tem a ver com poder do jornal para o qual o jornalista trabalha. Qual notícia é capa e qual é miolo, nada tem a ver com caráter. A vida segue aos trancos e barrancos para os mortais.

    2. Quer dizer que só porque os governos anteriores faziam pior aí liberou geral para os parasitas que vivem bajulando quem está no poder poderem fazer o que querem? Essa verba que o bajulador obteve faltou para alguém lá no final da fila que necessitava mais. Daí e um passo para o “rouba mas faz”

    3. governos anteriores não interessam para os idiotizados comentarem, porque os empréstimos obtidos por países, em cifras bilionárias e com muito mais discrepância no processo iria ficar feio para a corja de chacais

    4. A gente não tá comentando governos anteriores não João.. O que se comenta é que o nosso Brasil é uma vergonha e mesmo assim pessoas c vc . Acha isso tudo normal. Dinheiro nosso ,prejuízo .No final somos nós que pagamos .

  70. Quem não deve, não tem. Se muitos dos beneficiados, não quiseram falar é porque devem e muito. Não vejo a hora desse desgoverno acabar. Desde os anos 80, sai um lixo, entra outro e não mudamos nada. Desanimador.

    1. Êeeeee, mais gado dando Ibope pra Crusoé. É isso aí, bora assinar e mugir mais! Crusoé só cresce, ao contrário do mito que derrete dia a dia.

  71. A rainha do pancadão de Tabatinga agradando os seus. Micheque agora se tornando Miempreste. A habilidade manual dela é coisa do outro mundo. Tirar da caixa e doas aos amigos. Deve ser parente do Hobin é a Michele Hood

  72. COMO DIRIA NELSON RODRIGUES: "BONITINHA, MAS ORDINÁRIA", ALÉM DE SER A NOVILHA PRECOCE, A POTRANCA DO CHEFE DO PLANALTO, SE PRESTA A ESSAS ATITUDES NADA REPUBLICANAS. CLÃ QUE SERÁ EXTIRPADO COMO CÂNCER MALIGNO.

    1. D Ruth da saudades depois dela a única que não se envolveu em fralcatuas foi Marcela Temer.

    2. chega a dar saudade de Marcela Temer mais bonita e do lar ,não se fazia os deslizes de Micheque

  73. Michelle é bem conhecida em Brasília como alguém que adora ajudar os outros :). Tudo, naturalmente, em troca de uma boa compensação.

  74. Problema de deixar banco na mão desses politiqueiros... os agrados vão dos campeões nacionais até a cabeleireira presidencial... mas o povo gosta de banco estatal, patrimonio nacional... tem que aguentar!

    1. Pelo menos vocês poderiam se referir a alguém de governo mais próximo , exemplo; A Marcela esposa dobrem-se tbm tinha imóveis de roubalheira em seu nome, tinha estilista apadrinhada e outras coisas mais , a Dilma Anta já era , este discurso é para Otario, ninguém cai nessa de novo!!!Só que o Temer pode roubar e não podemos falar pois é “ALIADO”tenham conteúdo nos comentários!!

  75. Eu acho corretissimo a auditoria mas porque não fizeram também no tempo da Marisa Leticia ou do cabeleireiro da Dilma que era famosissimo ?

  76. Bobo não é quem pede, sim quem dá. Por isso que a cada governo trocam os presidentes dos bancos estatais. Esquema normal, como sempre.

  77. 2-Todo e quaisquer vagabundo e picareta no Brasil , quando quer roubar, adota uma classe desfavorecida , é isto é o que não falta no Brasil, Micheque adotou os Surdos e Mudos, isto fazem para tapar as roubalheiras que estão fazendo , além do genocidio, ou se filiam a alguma igreja picareta, igual ao Fakhoury, abriu uma igreja, até a mãe tem igreja própria!!Deus acima de qualquer Negócio, este é o lema deste desgoverno!!

  78. Este desgoverno, virou um balcão de negócio “FAMÍLIAR, já falei está será a próxima “EX”, deixa terminar o desgoverno, eles não trabalham, só pensam em Roubalheira, para benefício próprio,,Micheque tem um passado muito nebuloso, eles acham que se escondem atrás destas igrejas!!!Acha que alguém fica ao lado ou apoia esta famílicia vagabunda,se não tiver INTERESSES!!!

  79. Parabéns Rodrigo e Patrick, já estou acordada para trabalhar, pois não sou amiga da Micheque ,portanto, não consegui empréstimo na Caixa para ampliar meu negócio, empregar mais gente e poder dormir até às 7h.Gostaria de ter uma agenda mais light como a do GEhNOCIDA mandrião que mantém entre 2 a 4 compromissos por dia ,e olhe lá,sendo um sempre de interesse pessoal e os outros de campanha.Há que se extirpar essa quadrilha do Palácio para que outra quem sabe roube menos.

  80. Tudo como dantes no quartel de Abrantes, é um velho ditado português. Em Brasilia, sempre foi assim. Os que rondam e caem nas graças dos governantes são os privilegiados de sempre. Não há nada a estranhar. É uma sem vergonhice descarada e abusiva com os recursos públicos. Ser 1ª dama no BR é um privilégio abusivo. Não foi a toa que a 1ª dama lulista Marisa, acumulou patrimônio que alcançou 150 milhões de reais. Foi pelo seu super esforço empresarial? É o Brasil das maracutaias.

  81. artigo sem interesse. Precisa reler Gilberto Freyre..Casa grande e senzala. o famoso QI faz parte ( infelizmente) da alma brasileira...

    1. Essa revista desceu muito o seu nível e também não vou mais renovar a minha assinatura que está terminando.

    2. Gosto muito da Crusoe e Antagonista, mas esse artigo foi muito irrelevante perante tantas notícias/informações que possam ser investigadas e publicadas. Disparada a pior notícia investigativa que a Crusoe fez! Vamos continuar atras dessas falcatruas de todos esses corruptos sim ( Bozo, Lula e qq outro Vagabundo) … mas vamos focar nas notícias mais relevantes Crusoe, senão vamos acabar igual ao grupo Globo daqui a pouco.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO