RuyGoiaba

Quem é que joga fumaça pro alto?

13.08.21

Não há nada que eu goste mais do que ver minha coluna se escrevendo sozinha: o próprio Bananão — país da piada pronta, na perene definição do Zé Simão — capricha na produção abundante de cretinices, e meu único trabalho é selecionar os “melhores momentos”, como faz a TV no final de um jogo de futebol (no meu caso, a melhor analogia seria com os highlights negativos: o chute a gol que saiu pela lateral, o frangaço do goleiro, o zagueiro que quis acertar a bola e só chutou a grama etc.). O único problema, como já disse aqui, é a coluna ser semanal e todos já terem conferido à exaustão os piores momentos no replay: o jeito é meter um “vale a pena ver de novo”, e vamos em frente.

Estou falando, é claro, da “demonstração de força” de Jair Bolsonaro na última terça-feira, 10, horas antes de a PEC do voto impresso ser derrubada pelo Congresso, quando o presidente atualizou as definições da expressão inglesa small dick energy e colocou para desfilar em Brasília a fina flor da sucata militar brasileira. O tal desfile durou dez minutos, mas eles foram mais que suficientes para caracterizar o vexame: nem uma Kombi meia-seis sem revisão soltaria tanta fumaça quanto alguns dos blindados envolvidos. Houvesse mais cinco minutos de micareta militar e provavelmente os gloriosos veículos do nosso não menos glorioso Exército se desmanchariam sob o sol. Como escrevi nesta coluna sobre o miliquismo de sunga, se a Guiana resolver invadir, estamos lascados.

(Todas as melhores piadas, é claro, já foram feitas nas redes: a gente não imaginava que Bolsonaro quisesse reviver 1964 com os MESMOS blindados daquela época, são veículos vintage da época da Guerra da Coreia, é uma homenagem às queimadas na Amazônia, é o Exército combatendo a dengue e mandando ver no fumacê, é a divisão terrestre da Esquadrilha da Fumaça, é uma estratégia para matar o inimigo à base de envenenamento por monóxido de carbono, foi tudo planejado pela trupe do Sargento Pincel. E também o melhor comentário: sabemos que esse governo é especialista em manobras diversionistas e cortinas de fumaça, mas ninguém esperava algo tão literal.)

Confesso que, até a terça passada, minha teoria conspiratória favorita era aquela que envolve Bussunda e Ronaldo Fenômeno: “eles” não querem que você saiba, mas na verdade quem morreu durante a Copa de 2006 foi o jogador, e quem jogou no Corinthians — e está vivo até hoje — é o humorista do Casseta & Planeta (de fato, a cada ano Ronaldo fica um pouco mais parecido com a imitação que Bussunda fazia dele). Desde terça, minha teoria preferida passou a ser outra: Jair Bolsonaro, o presidente mais burro que o Brasil já elegeu, é um cavalo de Troia da esquerda para desmoralizar completamente a direita, algo na linha “‘cês achavam a Dilma burra, né? Então toma!”. Paulo Francis dizia que a melhor propaganda anticomunista era deixar um comunista falar: contra Bolsonaro, a melhor é deixá-lo falar e fazer essas ridículas “demonstrações de força”.

É claro que, em qualquer país minimamente civilizado, Jair já teria sido enxotado do cargo pelo que falou e pelo que fez (ou, ainda pior, pelo que deliberadamente não fez diante da pandemia de Covid). Mas não vamos perder as esperanças. No momento em que termino de escrever este texto (na quinta-feira, 12), o presidente acabou de colocar um cocar na cabeça, e todo político brasileiro sabe que isso dá um azar danado: Lula colocou e foi preso, Dilma colocou e foi impichada, Ricardo Salles colocou e foi ejetado do Ministério do Meio Ambiente depois de a Polícia Federal abrir investigação. Como dizem, deve ter alguma coisa a ver com o Brasil ter sido construído em cima de um cemitério indígena.

***

A GOIABICE DA SEMANA

Não é “da semana”, já tem algum tempo, mas vale o registro: de repente, não mais que de repente, o governo federal descobriu que precisava pagar 90 bilhões de reais em precatórios — valores devidos após condenação judicial definitiva — e que isso não cabia no mesmo Orçamento do Bolsa Família turbinado para Jair Bolsonaro tentar se reeleger. Qual a brilhante solução encontrada? Uma PEC para adiar e parcelar o pagamento desses precatórios. Ou seja: um misto de calote com pedalada, por mais que Paulo Guedes jure de pé junto que não.

Pelo visto, a Advocacia-Geral da União — que deveria ter percebido a trolha se aproximando e ter brigado na Justiça para que o governo pagasse menos — estava muito ocupada perseguindo jornalistas e críticos do presidente com a Lei de Segurança Nacional, para puxar o saco do chefe e descolar aquela vaguinha no Supremo. E ainda há farialimers insistindo que Guedes é o “último liberal” no governo: já faz tempo que esse ministro metade Eike Batista e metade vendedor de carro usado se converteu em tesoureiro da campanha pela reeleição.

Jefferson Rudy/Agência SenadoPaulo Guedes diante dos precatórios: ‘Aí, sim, fomos surpreendidos novamente’

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Veículos vintage... isso tá bom demais. A parte trágica, por pior q seja, totalmente suplantada pela cômica.. Texto delicioso.

  2. Antes de lê tinha falado com meu filho,colocar cocá de índio na cabeça da um azar danado,sei disso dos meus avós fã tempo.

  3. Quando vi aquela fumaceira, imediatamente lembrei daquele circo de LaDuarte e do talco daquele tal palhaco do discurso , de outra cor.

  4. O presidente mais burro! Acho graça demais! Burro é não falar nada e roubar a nação! Burro é eleger pessoas que se fazem de bonitinhas e politicamente corretas mas não estão nem aí para o povo. Isso que somos, burros, nós o povo. E a mídia divulgando ideias torpes. Vocês são parciais, focam em certas atitudes do presidente para darem um tapa, coisas que encaixam certinho nos seus discursos. E eu sei que vocês não são burros mas tem seus interesses e pelo que vi não estão alinhados com o povo.

    1. 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣 adoro bolsominions. Eles me fazem rir e não tem bom humor nenhum.😂😂😂😂😂😂😂😂😂

    2. Sai deste transe. É só uma sugestão. A menos que vc esteja sendo bem remunerado para isto, não vale a pena ter político de estimação. Qualquer análise mais desapaixonada mostra que estão preocupados APENAS com eles mesmos. Todos. De Centro, direita, esquerda, extrema-direita, extrema-esquerda. Querem o poder e tirar o máximo em benefício próprio pelo maior tempo possível.

  5. Não gosto que chamem o meu país de Bananão. Ê possível que tal adjetivo disponha da preferência do autor por uma questão de identificação, o que segeriria que o adotasse como seu apelido, assim assinando seus artigos. Respeite a nação, bocó!

    1. Puxa, Marcia, podia ser pior.. Já pensou se fosse fã de bannon.. como o banana? Certamente chamaria bananon...

    2. Se chama pelo valor de face... E no momento, Bananão está caro!

  6. O Goiaba fecha esta excelente edição( 172 ) da Crusoe com chave de ouro. Mesmo requentando os acontecimentos, consegue tirar leite de pedra.

  7. Nosso exército sempre na vanguarda, resolveu colocar um motor de DKW 2 tempos, que rodava 50% gasolina e 50% diesel. Quem esteve presente jura ter ouvido aquele som tradicional " pammmmmm , pammmmmm, pammmm, pammm.....

  8. Ruy Goiaba você é o antídoto contra a depressão provocada pelo maior estelionatário eleitoral, denominado Genocida e sua FAMILICIA, pelo caos instalado pelo Sociopata e sua trupe. Parabéns 👏👏👏

    1. Assino embaixo. Mesmo com tantas mortes, depressão e covid , estou rindo até agora do presidente fumacê ! Ninguém merece ! Êta Brasil infeliz !

  9. Essa coluna sempre transformando essa tragédia chamada Banania em algo engraçado e que chama a reflexão, mesmo que o resultado disso seja um riso de desespero.

  10. A cada semana vc se supera Goiaba. Mas, não perca as esperanças no Bananão, ele ainda será capaz de torná-lo insuperável. E nois ri! 🤪

  11. Que fim trágico para o ex todo super poderoso ministro da economia ……..etc etc etc. mistura de eike Batista com vendedor de carro velho.

    1. Pior é terminar sendo tesoureiro da campanha presidencial de Jair Bolsonaro…

    1. São todos uns doentes da cabeça. Povinho sem noção! Vão arrumar o que fazer esquerdistas de merda

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO