Blindagem sob medida

28.05.21

Surgiram ainda no ano passado as primeiras suspeitas de irregularidades no sistema de distribuição eletrônica de processos no Tribunal de Contas do Distrito Federal, assunto que nesta semana finalmente virou alvo de uma operação da Polícia Federal. Em setembro, Crusoé chegou a pedir, com base na Lei de Acesso à Informação, a lista completa de todos os casos relacionados a verbas gastas no combate à Covid, com a indicação dos respectivos relatores – era justamente sobre os processos relacionados a essas despesas que se concentravam as suspeitas de direcionamento. O pedido foi solenemente ignorado. Só neste ano, depois que a conselheira Anilcéia Machado deixou a presidência do tribunal, é que a caixa preta foi aberta. Além dos processos instaurados para investigar contratos firmados na pandemia, chama atenção o destino de outros envolvendo as parcerias público-privadas do governo local. Os números são impressionantes. Quase 70% dos casos relativos a gastos com ações contra a Covid se concentravam nos gabinetes de apenas dois conselheiros. No caso das PPPs, quase metade das apurações desaguava sempre em um único integrante do tribunal. Anilcéia Machado, a conselheira que estava na presidência enquanto os números eram mantidos sob sigilo, foi um dos alvos da operação policial deflagrada na última quarta-feira, 26. A razão para o segredo está, enfim, explicada.

Divulgação/TCDFDivulgação/TCDFAnilcéia Machado: dados em segredo antes, operação da PF depois

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Carinha medíocre, do naipe de um dias tófolli, sem muito saber. provavelmente estava a serviço de algum outro picanço.

  2. A PF não se emenda mesmo. Nesse des_governo e com esses PGR, STJ e STF não adianta investigar nada suspeito, pois quando chegam lá os processos não andam, são engavetados e arquivados ou prescrevem. Dessa forma o crime compensa.

  3. Deveriam fazer como lá na China com os criminosos, primeiro delito corta se o dedo,depois mãos e braços e assim até a execução sumária, uma crápula dessa merece esse tipo de tratamento desviar dinheiro de pandemia

  4. os EXEMPLOS EXCECRÁVEIS que uma SOCIEDADE tão CORRUPTA é capaz de produzir! São DEGENERADOS MORAIS que IMPEDEM o BRASIL de AVANÇAR! Em 2022 SÉRGIO MORO “PRESIDENTE LAVA JATO PURO SANGUE!” Triunfaremos! Sir Claiton

    1. Principalmente essa instituição que está maculado com as atuais excrescência. Com raras exceções.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO