Bronca federal

26.06.20

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, terá de dar novas explicações sobre suas vultosas transações bancárias no período em que ocupou cargos públicos no governo de São Paulo e foi advogado na iniciativa privada. O Ministério Público paulista, que conseguiu quebrar o sigilo de Salles no inquérito que o investiga por suposto enriquecimento ilícito, encaminhou para a Receita Federal e para o Ministério Público Federal cópias dos extratos e da declaração de imposto de renda para apuração dos eventuais crimes de lavagem de dinheiro e sonegação fiscal. Como revelou Crusoé, Ricardo Salles recebeu 7 milhões de reais de crédito em sua conta pessoal entre 2013 e 2017. Desse valor, 2,7 milhões de reais foram transferidos da conta do escritório de advocacia do ministro, incluindo repasses no período em que ele era servidor público e não atuava como advogado, e 728 mil reais da conta da mãe dele. Os registros mostram ainda depósitos fracionados em dinheiro vivo na conta de Salles. O ministro diz que não há qualquer irregularidade nas movimentações.

Adriano Machado/CrusoéAdriano Machado/CrusoéSalles: dados enviados para o MPF e a Receita

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Vale tudo para prejudicar o governo! Inclusive, ser leniente com tantos descalabros de estados e municípios no período de Pandemia, em detrimento de abordar com lupa qualquer questão que possa enfraquecer Bolsonaro! Ainda chamam isso de jornalismo isento e imparcial! Que vergonha!

    1. Esse ministro está acabando com a imagem do Brasil no que tange ao meio ambiente.

  2. Quando leio as cifras que envolvem movimentação financeira suspeita em contas bancárias de políticos, chego a triste conclusão que sou um zero à esquerda.

    1. Eu também só posso ser um ZERO A ESQUERDA, talvez pior do que você meu amigo, pois trabalhei e trabalho há mais de 55 anos e estou tão longe do milhão do que estou próximo da morte por ser grupo de risco com essa pandemia toda.

  3. É incrivel como essa gente que entra na política e na vida pública enriquece de maneira meteórica. Enquanto isso, muitos brasileiros não conseguem auferir uma renda que lhes dê condições mínimas para viver com dignidade. Gente, vamos parar pra pensar, parem de ficar defendendo esses sujeitos, todos eles, seja de direita, de esquerda ou de centro, que estão cada vez ficando mais ricos, enquanto nós, eleitores, cidadãos de bem, ficamos mantendo e bancando a boa vida deles.

    1. Concordo com você Alberto. NÃO tem esquerda nem direita, o que tem na realidade é somente políticos e ocupantes de cargos públicos de confiança CORRUPTOS.

    2. Concordo, as pessoas preferem defender seus políticos de estimação a pensar. Não pensam.

  4. Se a mesma justiça usada para punir os petistas corruptos nos governos Lula e Dilma for aplicada contra esse daí, ele não precisa se preocupar com o futuro.

  5. Imagina o quanto não deve estar ganhando de “agrado” dos grileiros de terras públicas, desmatadores de florestas! Vai bamburrar!

    1. Concordo. Acho que a próxima investigação em torno do Salles deve ser nesse ponto, isto é, grileiros, fazendeiros, madeireiros...

  6. Sonho com o dia que esse sujeitinho seja preso não por corrupção mais pelos seus atos ao Meio Ambiente. Será que é sonhar demais? Mas claro que além dele seu superior hierárquico tb seja responsabilizado.

  7. É claro, para nós comentaristas da Crusoé, que foi o Bolsonaro que depositou o dinheiro na conta dele, este Bolsonaro é muito malvado.

    1. É malvado sim. Traiu quem votou nele e, "Brasil Acima de Tudo" é o cacete! O negócio dele é "Família Acima de Tudo". Quer continuar acreditando nele, continue! Seita é isso mesmo. Cegueira consciente...

  8. ou a matéria foi mal escrita ou só tem louco "o MPF enviou a Receita Federal cópias das declarações de renda do Salles. esses animais não sabem que é na RF que ficam as declarações e extratos de movimentações bancárias. vão estudar jornalixos nem questionam as bobagens que ouvem.

Mais notícias
Assine 50% off
TOPO