Adriano Machado/Crusoé

‘Nunca brigamos’, diz Mourão após reunião com Bolsonaro

01.03.21 21:10

Após um encontro com Jair Bolsonaro, Hamilton Mourão (foto) afirmou nesta segunda-feira, 1º, que os dois nunca brigaram, apesar de o presidente tê-lo excluído de reuniões e de ser alvo de recorrentes críticas indiretas.

Mourão fez o comentário ao ser questionado se o encontro serviu para selar a paz. “Nós nunca brigamos, porra“, disse, aos risos. O vice-presidente ainda declarou que o episódio em que um de seus assessores tentou articular o impeachment de Bolsonaro, revelado por O Antagonista, é página virada, uma vez que o profissional foi exonerado.

O general também evitou falar sobre temas polêmicos, como a reação de governadores nesta segunda-feira, 1º, contra falas de Bolsonaro, que os culpou pelo iminente colapso dos sistemas de saúde. Mourão afirmou que “é um assunto que não lhe diz respeito“.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Mourão perdeu o rumo politico quando seu filho arranjou um cargo no Banco do Brasil de forma suspeita. Após esse acontecimento, o homem do BOOMM DIIAA aceitou de forma pacífica a humilhação imposta pelo BOZZO. Devemos lembrar também seu semblante cerrado naquela vergonhosa reunião ministerial do dia 22 de abril de 2020. Naquele momento percebemos a total falta de compostura do inquilino do palácio que não respeita nada e ninguém muito menos um vice-presidente militar. Que decepção, General.

    1. quem mandou se humilhar,aceitando ordens de um inferior? general fazendo continencia a um capitaozinho expulso do Exercito?

  2. Qualquer um que seja mais articulado que lhe ofusque ou venha a ser um possivel adversário para Pr, o Bolsonaro coloca sua milicia digital para martelar e destruir com o futuro candidato, o Lula com o PT agia da mesma forma na esquerda, talvez não dessa forma agressiva, mas todos ainda hoje tem de comer na mão do imperador.

  3. 1ª aula no exercito brasileiro : como pintar cabelo. 2ª aula no exercito brasileiro: mascar chiclete. 3ª aula no exercito brasileiro:arrumar uma boquinha

  4. Tudo que a Escória quer é a discórdia entre Eles, independente do resultado para o Brasil; pra a escória: qto pior, melhor!!

  5. Realmente, o Mourão perdeu toda a dignidade possível, e principalmente do que se espera de um sujeito do mais alto posto do Exército. É claro que nunca brigaram, pois, na realidade o capitão cloroquina não brigava com o Mourão, apenas o ignorava e lhe esguichava urina como se fosse um soldado qualquer. Mourão de grande só tem o aumentativo no nome.

  6. Por sinal, os governadores , incluindo aliados do Bozo, acabaram com a farsa do Bozo sobre a transferência de impostos. Como eu sempre dá-lo, o Bozo quer manter a confusão no combate à pandemia para que mais brasileiros morram. Desta forma, ele manterá o seu pacto com o demônio, assinado com sangue em um dos esgotos brasilienses em frente a uma récuas de bozistas, que zurravam ensandecidos dançando ao som de músicas bestiais. O Brasil se transformou em um filme de horror!

  7. Seguramente conversaram ouvindo a música Porque Brigamos cantada pela Barbara Eugenia. : " o medo de ficar só me desespera então me apavoro. " Com perdão da palavra, vão os dois a berda-merda como dizia minha avó.

  8. Está claro que as FAAs tem um plano de ditadura no país, caso contrário já tinha tirado o capetão obtuso da presidência. Só isso explica a subserviencia dos generais.

  9. O que será que diz respeito ao ex general e agora político vice presidente da república do BR? Será que fingir que serve para alguma coisa é da sua atribuição? Os atuais generais e ex generais que servem aos cargos que ocupam como fiéis subordinados estão mostrando ao país exatamente o que lhes dizem respeito: servirem ao ex capitão acima de tudo.

  10. Calma !! Bolsonaro vai virar o jogo Em Junho 40 milhoes vacinados Reformas encaminhadas Dol e juros p baixo !!! Ops !! Acordei !!

  11. Você não precisa prestar vassalagem ao Cap Clorô, general. Todo e qualquer assunto relativo ao bem estar da Nação lhe diz respeito, sim.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO