Reprodução/Facebook

‘Moraes, seu covarde, você não vai me calar’, diz ativista alvo da operação

27.05.20 09:06

Uma das organizadoras do acampamento “300 do Brasil”, em Brasília, a ativista Sara Winter é um dos alvos da operação da Polícia Federal desta quarta-feira, 27. Pelas redes sociais, ela divulgou uma cópia do mandado de busca e apreensão assinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

“A Polícia Federal acaba de sair da minha casa. Bateram aqui às 6h da manhã, a mando do Alexandre de Moraes. Levaram meu celular e notebook. Estou praticamente incomunicável. Moraes, seu covarde, você não vai me calar!”, escreveu a ativista.

Depois, em um vídeo, a ativista subiu o tom e partiu para a ameaça. “Ele mora lá em São Paulo, né? Pois você me aguarde, Alexandre de Moraes. O senhor nunca mais vai ter paz. A gente vai infernizar a tua vida. A gente vai descobrir os lugares que o senhor frequenta. A gente vai descobrir quem são as empregadas domésticas que trabalham para o senhor. A gente vai descobrir tudo da sua vida. Até o senhor pedir para sair.”

Sara Winter é militante pró-vida e já trabalhou no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, com a ministra Damares Alves. Hoje, ela lidera o grupo “300 do Brasil”, que acampa em Brasília em apoio a Jair Bolsonaro e com pautas contra a esquerda.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas
Mais notícias
Assine 50% off
TOPO