Divulgação

Documentarista quer entrar com bandeira do Mercosul na Venezuela

30.03.19 10:49

O documentarista brasileiro Dado Galvão tentará entrar na Venezuela no início de maio para realizar um filme sobre a vida dos venezuelanos sob a ditadura de Nicolás Maduro. Ele levará consigo uma bandeira do Mercosul assinada por diversos políticos.

Galvão já realizou dois documentários que deram muito o que falar. Um deles, “Conexão Cuba-Honduras”, teve no seu lançamento em 2013 a presença da cubana Yoani Sánchez. O outro, “Missão Bolívia”, mostrou a vinda para o Brasil do senador Roger Pinto Molina, que tinha se exilado na embaixada brasileira em La Paz.

O documentarista irá sozinho e se encontrará com um jornalista venezuelano na viagem. Sua maior preocupação no atual momento é se a fronteira entre os países estará aberta até lá.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

Só R$ 1,90* no primeiro mês

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

*depois, 11 x R$ 14,90

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Felipe Moura Brasil, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Agora vai! Tenho certeza que Maduro vai se comover com a bandeira do Mercosul, que é linda, a partir de então a Venezuela se tornará um país próspero e desenvolvido, aos moldes de "wuakanda".

  2. Ir à Venezuela, neste momento, para fazer um documentário, soa com ideia de jerico. E o que ele pretende fazer com essa bandeira do Mercosul? Dar de presente ao Maduro? Vai acabar preso por provocação, pois a Venezuela está suspensa do mercado comum.

  3. Acredito ser uma medida preocupante uma vez que esse ditador não respeita seu povo matando-os, torturando-os, mostrando claramente que para ele, é só ele quem manda como outros: Cuba, China, Coreia do Norte, etc. e para ele desaparecer por lá, não seria difícil !

  4. A narrativa multimídia dos documentários são documentos importantes para marcar a história e os contextos nos quais elas se desenrolam. Investida arriscada pelo cenário social a ser documentado, mas digna de reconhecimento pela ousadia e coragem do profissional. Sempre lembrando que a historiografia é a ciência das particularidades. Neste caso, esperamos vê-la sob a ótica do brasileiro Dado Galvão. À frente!

  5. Se Maduro ainda estiver no governo deveria ser a sua preocupação e não se a fronteira estiver aberta. Se Maduro e a fronteira estiverem como agora, ele e a Bandeira do Mercosul levarão o maior "chega prá la"!

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO