Agência Brasil

Criticou, mas assinou

08.02.19 19:07

A reunião do presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira, 8, com o subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Jorge Antônio de Oliveira Francisco, foi para assinar dois decretos. Um deles, de indulto a presos, medida que o presidente havia criticado ao longo da campanha eleitoral.

O indulto de Bolsonaro será apenas para presos que desenvolveram doenças graves depois de encarcerados. O texto teve a participação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Perguntado se não havia uma contradição com o discurso do presidente antes da posse, o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros (foto), disse que não houve mudança, mas “amadurecimento de posição”.

Outro decreto a ser assinado pelo presidente antecipa benefícios previdenciários e assistenciais aos atingidos pelo rompimento da barragem de rejeitos da empresa Vale no município de Brumadinho e na bacia do Rio Paraopeba.

Já é assinante?

Continue sua leitura!

E aproveite o melhor do jornalismo investigativo.

O maior e mais influente site de política do Brasil. Venha para o Jornalismo independente!

Assine a Crusoé

CONFIRA O QUE VOCÊ GANHA

  • 1 ano de acesso à CRUSOÉ com a Edição da Semana: reportagens investigativas aprofundadas, publicadas às sextas-feiras, e Diário, com atualizações de segunda a domingo
  • 1 ano de acesso a O ANTAGONISTA+: a eletrizante cobertura política 24 horas por dia do site MAIS conteúdos exclusivos e SEM PUBLICIDADE
  • A Coluna Exclusiva de Sergio Moro
  • Podcasts e Artigos Exclusivos de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Ruy Goiaba, Carlos Fernando Lima e equipe
  • Newsletters Exclusivas

Os comentários não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos.

500
  1. Crusoé, assinei para receber matérias informativas de valores republicanos, não sandice, nem tão pouco opiniões suas como faz o resto da mídia mal intencionada deste país. Escrevam coisas mais válidas. Digo sem medo é sem ódio. Não tenho nada a dever sobre o que recebo desta revista. Portanto quero informações mais transparentes sem besteirol.

  2. A Crusoé, assim como O Antagonista, anda se dando ultimamente a escrever matérias imbecis. Essa é uma delas: nosso presidente pode ser duro, mas não é um carrasco, e fico feliz que não o seja. Já o Antagonista inventou de, no Twitter, acusar um blog de direita de ser "bolsonarista sujo" e receber financiamento oculto sem apresentar quaisquer provas. Conclusão: estão perdendo totalmente sua credibilidade, e a "ilha no jornalismo", infelizmente, se mostrou uma ficção. Goodbye.

  3. crimes hediondos; crimes com grave violência contra pessoa; crimes de tortura; envolvimento com organizações criminosas; terrorismo; violação e assédio sexual; estupro de vulnerável; corrupção de menores; corrupção passiva; corrupção ativa; tráfico de influência e tráfico de drogas; e crimes semelhantes previstos no Código Militar.

  4. Vale para presos brasileiros e estrangeiros que tenham paraplegia, tetraplegia ou cegueira adquiridas posteriormente ao crime ou em consequência dele; presos com doença grave permanente e com limitação de atividade que exija cuidados contínuos que não possam ser prestados na prisão; e presos com doenças graves como câncer ou AIDS em estágio terminal. O perdão pode ser dado a presos com condenações transitadas em julgado. O indulto também traz várias restrições. É proibido para condenados por:

  5. Redação da Crusoé, explique por favor: Quando foi que o então candidato Bolsonaro criticou o indulto humanitário? Vocês estão deliberadamente forçando a barra, não?

  6. Redação da Crusoé, explique por favor: Quando foi que o então candidato Bolsonaro criticou o indulto humanitário? Vocês estão deliberadamente forçando a barra, não?

  7. Perfeito, todos evoluem, nosso presidente também. Ainda bem que tem uma tropa de pessoas ponderadas (exceto seus filhos) ao seu redor.

  8. Plenamente de acordo. Se pagam fortunas aos ditos " fascistas pela ditadura ", não querem libertar presos que necessitam de atendimento médicos e quiçá não venham a falecer nos presídios enquanto os ricaços, antes de serem presos, já lhes é concedido habeas corpus para se tratarem( sic) de suas pseudo doenças que surgem de imediato!

  9. Junto com a informação , o QUARTO PODER poderia concluir que qq governante atua para 100% da população. Os 30% que não votaram no Bolsonaro é que têm influência nesse tipo de decisão. Tenho certeza que gente doente na cadeia passa pros outros que ainda têm o corpo são. Não sei não se ELE assinaria pelos 70% que votaram. O novo governo está aí pra defender quem é do bem. Pessoas e empresas, independentemente de ser público ou privado .

  10. Mais um entre outros recuos, isso é normal em qualquer governo, CAMPANHA é uma coisa, GOVERNAR é outra coisa, para os fáns incondicionais , é melhor jairseacostumando

  11. Nossa concordo com os comentários! O título não corresponde em nada ao conteúdo, ele assinou um indulto humanitário para presos com o pé na cova

  12. Não gostei do título. Fica parecendo que assinou o que tinha criticado quando há uma diferença enorme no quê foi assinado. O redator podia ter feito melhor...

  13. Que interessante, matéria apócrifa, quem escreveu? a redação! Para ser sincero, acho que o autor deve ser aquele primo do namorado da Fátima Bernardes.

  14. É importante que o presidente possa usar a lógica humanista para aqueles acometidos de doenças cronicas degenerativas e cujos crimes não sejam de lesa pátria.

    1. Quando o Olavo de Carvalho afirma que “No Brasil é preciso explicar, desenhar, depois explicar o desenho e desenhar a explicação” esses caras ficam ofendidinhos.

    2. Boa sua colocação Luiz 👋🏼👋🏼 Tem uns jornalistas que estão precisando de cursos de aperfeiçoamento 😩

    1. Mesmo assim Francisco , com toda a sua lógica e entendimento que são os meus também , o que nos interessa de fato , é que a Equipe de Jair Bolsonaro , não quer ser a reencarnação de Jesus Cristo, tão pouco holofotes O Brasil está mudando É o que importa ! Abraços !

    2. É mais que uma vergonha a insistência incessante que esse pessoal nutre contra o Bolsonaro e tudo que provenha do seu governo. O Presidente sempre foi contra o indulto a corruptos, criminosos e ladrões. Fosse uma decisão semelhante a esta tomada pelo Lula, estariam elogiando o coração bom e o senso de caridade do Presidente. Certas matérias dão nojo de tão ridícula.

  15. Este tipo de indulto não faz parte do que sempre foi criticado pelo nosso presidente, pois além de humanitário, leva a assinatura do Ministro Sergio Moro. Diferentemente do festival de "indulto" que era concedido a todo e qualquer tipo de criminoso que fosse amigo do Rei, este será aplaudido.

    1. Só cabível critica dos redatores deste veiculo de comunicação, que infelizmente, resolveu disputar com a Folha quem mais ataca e critica o governo Bolsonaro.

  16. Aposto meu lombo obeso que o LUla em breve, mas muito, muito, muito breve mesmo, estará com uma doença grave. Aguardem...

    1. Se perder a aposta, estarei na fila cobrando o pagamento... Aninha, aninha...kkkk

    2. Ele já tem doenças gravíssimas e crônicas, falta de caráter, ética, e honestidade.

    3. Falou e disse Aninha rsrsr. Tão certo quanto luz do sol.

Mais notícias
Assine 7 dias grátis
TOPO